Quarta, 27 Outubro 2021 11:23

SAÚDE BUCAL | Especialistas reforçam importância dos cuidados logo nos primeiros meses de vida Destaque

Escrito por Aymê Tavares
SAÚDE BUCAL | Especialistas reforçam importância dos cuidados logo nos primeiros meses de vida Ascom/Sesau

Você sabia que é preciso ter cuidados minuciosos com a saúde bucal do bebê desde os primeiros meses de vida? Incluir ações simples na rotina é a forma ideal para manter uma boa saúde bucal dos pequenos.

No CRSM (Centro de Referência da Saúde da Mulher Maria Luíza Castro Perin), por meio do projeto Follow-up, as mamães são orientadas sobre como manter os cuidados com os bebês de 0 a 2 anos, por meio da consulta periódica com a odontopediatra.

Para garantir o acompanhamento necessário mesmo após a alta hospitalar, bebês prematuros, com baixo peso, anoxia ao nascimento, ou filhos de mães diabéticas, podem ser acompanhados pelo ambulatório Follow-up durante todo o desenvolvimento e crescimento.

Dentre as especialidades médicas que acompanham as mães e os bebês, a odontopediatria busca garantir além de um sorriso bonito um sorriso saudável entre os pequenos.

A odontopediatra, Sabrina Gonella explica que os bebês são acompanhados todos os meses, onde é realizado a orientação em saúde bucal, com escovação em todos os bebês que passam pela pediatra, além de laserterapia infantil, para casos em que há lesão na boca.

"Acompanhamos esses bebês ao longo dos dois anos e em toda consulta realizada a mãe leva a escovinha dele. Quando há os primeiros dentinhos, orientamos as mamães quanto à escova ideal, como realizar a escovação da melhor forma e, caso a mãe não tenha uma escova, nós damos a escovinha. Já para os recém nascidos que ainda não possuem dentinhos é feita a avaliação das cavidades, se tiver alguma intercorrência a gente busca saná-las", explicou a médica especialista.

Ela destaca que esse acompanhamento é fundamental, uma vez que a educação em saúde é a base para evitar problemas futuros.

“Antes mesmo do primeiro dentinho nascer, alguns problemas podem sim comprometer a saúde odontológica da criança, e para quem teve uma gravidez de alto risco e necessita dos acompanhamentos do ambulatório, assim que os dentes de leite começam a aparecer é hora de criar uma rotina mais participativa com a criança. O ideal é que ela veja outras pessoas da casa escovando os dentes e, com esses bons exemplos, logo vai querer fazer tudo por conta própria”, completou a especialista.

Atendimentos odontológicos mais complexos podem ser realizados no CEO

Para a população geral que necessitar de um atendimento odontológico, os primeiros cuidados devem iniciar por uma UBS (Unidade Básica de Saúde), onde deve ser atendido no local, nos casos de restauração, limpeza e extração. Em casos mais complexos em que há a necessidade de atendimento especializado é feito o encaminhamento para o CEO (Centro de Especialidades Odontológicas), que integra a rede estadual de saúde, funcionando no prédio do PACS (Pronto Atendimento Cosme e Silva).

A diretora do CEO, Jeovanna Alves, explica que o encaminhamento ocorre toda vez que o caso é de maior complexidade ou não pode ser resolvido pelo dentista da UBS.

“O CEO é o centro de referência para a realização desses atendimentos mais graves, como tratamento de canal, de gengiva, cirurgias, extrações de siso, e atendimento para portadores de necessidades especiais”, destacou a diretora.

De acordo com a dentista da Unidade, Elaine Amorim, especialista em prótese dentária, esse ano já foram realizados cerca de 2.000 procedimentos, e muitos deles podem ser evitados com cuidados básicos à saúde bucal.

“Manter uma boca saudável é importante para o bem-estar geral das pessoas. Os cuidados diários preventivos, tais como uma boa escovação e o uso correto do fio dental, ajudam a evitar que os problemas dentários se tornem mais graves e que precisem de uma intervenção mais complexa. Por isso, reforço que os cuidados devem iniciar desde cedo e não podem ser esquecidos na fase adulta”, complementou.