Avalie este item
(0 votos)

A Caer (Companhia de Água e Esgoto de Roraima), inicia, neste sábado, 24, as obras de construção da rede de distribuição e abastecimento de água tratada do bairro Senador Hélio Campos, localizado na zona Oeste de Boa Vista.

 

A obra vai beneficiar as famílias com 700 ligações domiciliares, perfuração de um poço artesiano tubular, uma adutora de água tratada, e ainda, 8 mil metros de extensão de rede de água, atendendo aos padrões da Caer e reforçando o abastecimento das famílias.

 

O valor total do investimento é de R$ 1,5 milhão oriundos do Programa Água para Todos. No processo executado pela empresa, cada residência ficará com a ligação pronta e já padronizada para a instalação do hidrômetro.

 

O presidente da Caer, James Serrador, explicou que a área compreende cerca de 37 ruas do bairro que antigamente eram chácaras e foram desmembradas em terrenos menores. A partir dessa regularização é que a companhia pode realizar os investimentos no sistema de distribuição de água local, iniciando na Travessa S-22 até a Travessa S-40.

 

“Estamos dando continuidade aos trabalhos de universalização da água por meio do Água para Todos. Após a regularização da área, a Caer vai mudar a realidade destas pessoas que há anos anseiam por este serviço”, disse.

 

MAIS INVESTIMENTOS     

 

Em 2022, a Caer concluiu a implantação dos sistemas de abastecimento de abastecimento nos bairros Nova Vida e Jardim das Copaíbas. Atualmente, estão em andamento as obras dos sistemas do bairro João de Barro e na Cooperativa Unicarvão. A empresa inicia ainda neste mês as obras do sistema de água no bairro Pedra Pintada, cuja licitação já foi concluída e homologada.

Avalie este item
(0 votos)

Estudantes do CME (Colégio Militar Estadual) Coronel PM Derly Luiz Vieira Borges conquistaram 24 medalhas na 7ª Olimpíada Brasileira de Geografia e Ciências da Terra.

 

Dentre as escolas roraimenses, o CME foi a instituição de ensino que conquistou o maior número de medalhas na Olimpíada GeoBrasil. Foram seis condecorações de ouro, três de prata e quinze de bronze alcançadas pelos alunos .

 

A conquista do ouro na competição assegurou uma das três vagas para representar Roraima na cidade de Campinas (SP), nos dias 25 a 27 de novembro.

 

INTERIOR

 

A EMTI (Escola Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral) José de Alencar, localizado no município de Rorainópolis também participou da olimpíada, recebendo a medalha de prata na fase estadual.

 

Agora, os alunos João dos Santos Cunha, Deyse Kelli Oliveira Morais e Ana Rita Gomes de Castro, formam “Os Rurais”, única equipe do interior do Estado que conseguiu se classificar para a terceira fase em Campinas. Eles foram coordenados pelo professor Roniel Vitor de Oliveira

 

“Como professor coordenador, agradeço muito a participação dos alunos e a colaboração da gestão da escola. Todos estamos de parabéns”, explicou Roniel.

 

O objetivo primordial da olimpíada é fortalecer o processo de construção do conhecimento geográfico e contribuir para o processo ensino aprendizagem, tendo como pressuposto o ensino para uma formação cidadã.

 

A COMPETIÇÃO

 

A Olimpíada GeoBrasil é uma competição científica para estudantes das escolas públicas e particulares do Brasil, desde o 9° ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio, abrangendo temas de Geografia e das Geociências.

 

Os medalhistas terão a oportunidade de fazer parte da Seleção Brasileira que participará da Olimpíada Internacional de Geografia (IGeo) em 2023 na cidade de Bandung, Indonésia.

Avalie este item
(0 votos)

O dia 21 de setembro é marcado pela sensibilização sobre o Alzheimer, doença neurodegenerativa que afeta cerca de 1,2 milhão de pessoas no Brasil, segundo estimativas do Ministério da Saúde.

 

Em Roraima, a Clínica Médica Especializada Coronel Mota é uma das unidades que realizam atendimentos voltados para quem sofre da doença, com média de 4 atendimentos por dia.

 

“O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que infelizmente não tem cura, e que ao longo dos anos progride. No entanto, temos medidas para fazer com que essa progressão seja mais lenta, através de medicamentos e com terapia multidisciplinar”, ressaltou o médico neurologista Felipe Queiroz.

 

A doença é definida como demência ou perda de funções cognitivas, como a memória, orientação, atenção e linguagem, causada pela morte de células cerebrais, além da piora progressiva dos sintomas. Quando diagnosticado precocemente, é possível retardar o seu avanço e ter um controle dos sintomas, permitindo uma melhor qualidade de vida para o paciente.

 

A evolução dos sintomas pode ser dividida em três fases: leve, moderada e grave.

 

Na fase leve, podem ocorrer alterações como perda de memória recente, dificuldade para encontrar palavras, desorientação no tempo e no espaço, dificuldade para tomar decisões, perda de iniciativa e de motivação, sinais de depressão, agressividade, diminuição do interesse por atividades e passatempos.

 

Na fase moderada, são comuns dificuldades mais evidentes com atividades do dia a dia, como esquecimento de fatos importantes e de nomes de pessoas próximas; incapacidade de viver sozinho, incapacidade de cuidar da casa, de fazer compras; dependência de outras pessoas, como ajuda com autocuidados; maior dificuldade para falar e se expressar com clareza; alterações de comportamento (agressividade, irritabilidade, inquietação); ideias sem sentido (desconfiança, ciúmes) e alucinações (ver pessoas, ouvir vozes de pessoas que não estão presentes).

 

Na fase grave, observa-se prejuízo gravíssimo da memória, com incapacidade de registro de dados e muita dificuldade na recuperação de informações antigas como, reconhecimento de parentes, amigos, locais conhecidos; dificuldade para alimentar-se; dificuldade de orientar-se dentro de casa. Pode haver incontinência urinária e fecal e intensificação de comportamento inadequado. Há tendência de prejuízo motor, que interfere na capacidade de locomoção, sendo necessário auxílio para caminhar. Posteriormente, o paciente pode necessitar de cadeira de rodas ou ficar acamado.

 

As causas da doença ainda são desconhecidas, mas há a possibilidade de que seja geneticamente determinada. Identificando algum dos sintomas, o paciente ou familiar deve procurar por um psiquiatra, geriatra ou neurologista especializado na doença para receber o tratamento adequado.

 

“O diagnóstico precoce é importante, porque o quanto antes descobrirmos a doença daquele paciente nós conseguimos fazer as intervenções mais cedo, visando dar um ganho funcional e mais tempo para esse paciente”, reforçou o especialista.

 

Queiroz salientou ainda a importância da data, uma vez que o Alzheimer ainda é encarado como um tema tabu para muitas pessoas.

 

"A data é importante para poder lembrar a todos nós dessa condição que não consideramos rara. O Alzheimer é uma doença que tem uma relativa frequência, que vai aumentando ao longo da idade e acomete principalmente os idosos acima de 65 anos”, completou.

 

A Clínica Médica Especializada Coronel Mota está localizada na rua Coronel Mota, nº 636, Centro. O horário de funcionamento é das 7h às 18h, de segunda a sexta-feira.

 
Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 21, é comemorado o Dia de Luta pela Pessoa com Deficiência, uma data que ressalta a importância de promover ações de inclusão por parte das esferas pública e privada no Brasil.

 

Em Roraima, o CER II (Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual) se destaca na oferta de serviços de reabilitação para pessoas com algum tipo de deficiência, reforçando o compromisso do Governo de Roraima em dar autonomia para os pacientes.

 

Localizada no bairro Santa Tereza, o centro realiza uma média de 3 mil atendimentos por mês. A unidade é subordinada ao Departamento de Políticas de Reabilitação da Sesau (Secretaria de Saúde), que tem colocado em prática uma série de ações com foco na oferta de serviços de saúde para a população.

 

“O CER II tem o objetivo de reabilitar as pessoas, tanto as que sofrem acidentes quanto aquelas que nascem ou desenvolvem algum tipo de problema neurológico. Com esse serviço, nós estamos reforçando que somos o apoio para o desenvolvimento das atividades deles”, destacou a diretora da unidade, Irgélia Ramos.

 

Entre os pacientes assistidos está Raimundo da Silva, de 59 anos. Ele tem recorrido ao serviço de terapia da unidade para recuperar os movimentos que foram comprometidos por um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

 

“Às vezes, não nos sentimos parte da sociedade, e ter um dia específico para lembrar de nós é gratificante. O tratamento que eu tenho aqui no CER II é muito bom, o atendimento é humanizado”, completou.

 

O SERVIÇO

 

As atividades do CER II funcionam no prédio do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência em Boa Vista. A unidade atende todos os casos neurológicos do estado, como síndrome de Down, espectro autista, microcefalia, AVC (Acidente Vascular Cerebral) e traumatismo craniano.

 

A equipe é composta por assistentes sociais, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeuta, fisiatra, pediatra, psicólogos e profissionais de enfermagem. Um trabalho essencial para reabilitar o paciente para a rotina de sua vida.

 

O Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência em Boa Vista está localizado na Avenida São Sebastião, 1195, bairro Santa Tereza. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 19h.

 

MEIOS AUXILIARES

 

Outro serviço oferecido pelo Governo é o repasse de meios auxiliares de locomoção, que ocorre através do PAPD (Programa de Atenção e Prevenção a Deficiência).

 

De janeiro a julho deste ano, foram realizadas a entrega de 2.108 meios auxiliares de locomoção. O repasse é feito após o paciente realizar um cadastro junto ao NERF (Núcleo Estadual de Reabilitação Física 08 de Outubro), unidade que funciona na avenida Ataíde Teive, bairro Nova Canaã.

 

Os documentos exigidos são os seguintes:

 

- Cópia da carteira de identidade ou registro de nascimento;

- Cópia do CPF;

- Cópia de comprovante de residência;

- Cópia do Cartão do SUS;

- Solicitação original do material médico, fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional com o diagnóstico médico ou CID (Classificação Internacional de Doença).

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 21, gestores das escolas estaduais do interior se reuniram no auditório da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) para tratar de assuntos referentes a pré-lotação de servidores para o ano de 2023 pela Dilot (Divisão de Lotação) e receber orientações sobre o NEM (Novo Ensino Médio).

 

Na reunião foram tratados assuntos como o envio da frequência, abono e lançamento de faltas, retroativo de gratificação, além de esclarecimentos sobre pedido de férias, progressões, licenças, retorno de atividades e aposentadoria.

 

“A reunião aconteceu ainda no mês de setembro para que os gestores se preparem dentro da escola, conversando com os professores. A novidade para o interior é a implementação do Nem, então este tempo servirá para organizar o quadro de servidores, no intuito de serem atendidos em novembro na pré-lotação”, informou Vanessa Peres, servidora da divisão de lotação e responsável pelos informes desta reunião.

 

O secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita, participou da reunião, dando boas-vindas aos gestores e debateu demandas dos profissionais.

 

ASSISTÊNCIA AO INTERIOR

 

Na ocasião, a pedido dos gestores, o Diretor do DGE (Departamento de Gestão Escolar), Silvano Pinho e o diretor do DAE (Departamento de Apoio ao Educando), Naicon Araújo, falaram sobre a distribuição de itens do mobiliário e merenda escolar às escolas do interior.

 

De acordo com o DGE, até o final do ano, cerca de 1.900 tablets e notebooks devem ser entregues para as escolas que não haviam sido previamente contempladas.

 

Já os itens da merenda escolar, serão, mais uma vez reforçados para garantir comida de qualidade a todas as comunidades, principalmente aquelas fora das sedes dos municípios.

 

Vinda da comunidade do Trairão, no Amajari, a gestora Jaquilene Freire, que trabalha na Escola Estadual Francisco Pereira da Silva, veio e aprovou o encontro, relatando que reunir representantes do interior nem sempre é uma tarefa fácil.

 

“É um encontro muito necessário e esclarecedor. Fiz questão de me levantar e agradecer porque a escola tem sido contemplada mesmo sendo em uma localidade distante e recebemos todos os suprimentos e merenda”, disse a gestora.

 

Avalie este item
(0 votos)

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral), reuniu nesta terça-feira, 20, em Brasília, representantes das polícias civis de todos os Estados e do Distrito Federal para discutir a segurança das Eleições de 2022.

 

Roraima foi representado pelo delegado-geral da Polícia Civil do Estado, Eduardo Wayner, que destacou a importância do alinhamento do trabalho em todas as unidades da federação brasileira.

 

“Esse é um grande momento no qual a Polícia Judiciária trabalha para garantir que o pleito ocorra de forma segura, observando que é fundamental a troca de informações entre a Justiça Eleitoral e as polícias civis”, disse o delegado.

 

A reunião foi conduzida pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, que reforçou as regras para o pleito de 2022, principalmente as que proíbem o acesso do eleitor à cabine de votação usando celular ou armas.

 

Também foram apresentadas pelos chefes das policiais civis as especificidades de cada localidade, e as soluções para eventuais problemas, além de debater estratégias para coibir possíveis intercorrências nos dias de votação.

 

“A Polícia Civil reforçará as ações de segurança para garantir o desenvolvimento pleno no pleito e vai colaborar com o plano estratégico de segurança nas eleições em Roraima, que estão sob a responsabilidade do TRE [Tribunal Regional Eleitoral de Roraima]”, concluiu Eduardo Wayner.

Avalie este item
(0 votos)

O general de brigada Marcelo Lorenzine Zucco, comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro, visitou, na manhã desta quarta-feira, 21, o quartel do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima). A visita anual da comitiva serve como forma de coordenação, controle, orientação técnica e planejamento do órgão para promover e integrar o desenvolvimento de atividades das forças auxiliares.

 

Os militares do Exército foram recepcionados pelo comandante-geral do CBMRR, coronel Anderson Carvalho de Matos, pelo subcomandante geral, coronel Gewrly Batista Melo e membros do Estado-Maior-Geral da corporação.

 

Durante a visita, o general Zucco falou da importância da visita técnica como forma de conhecer o trabalho realizado pela Corporação com o objetivo de promover uma maior parceria entre as instituições.

 

O general fez a entrega de um certificado ao coronel Anderson como forma de agradecimento pelo apoio ao Exército Brasileiro. “Esta é uma maneira que a Brigada e o Exército Brasileiro têm de expressar o agradecimento ao trabalho do comando e do Corpo de Bombeiros de Roraima”, declarou.

 

Foi feita uma breve apresentação à comitiva do Exército Brasileiro sobre toda a estrutura do Corpo de Bombeiros na capital e no interior, com destaque para materiais e equipamentos adquiridos nos últimos anos.

 

O comandante-geral do CBMRR, coronel Anderson, agradeceu a visita do general Zucco, colocando a corporação militar sempre à disposição para o estreitamento de parcerias em diversas áreas.

 

“O Exército Brasileiro já é nosso parceiro de longa data, e essa visita do general Zucco é extremamente importante para estreitarmos as relações entre as instituições, promovendo assim, uma melhor prestação de serviço à nossa sociedade”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

O Programa Cuidando do Servidor, promovido pelo Governo de Roraima, por meio da Escola de Governo da Segad (Secretaria de Gestão Estratégica e Administração), realizou nesta quarta-feira, 21, aproximadamente 70 atendimentos especializados na Escola Estadual Buritis.

 

Desta vez, a iniciativa oportunizou que os servidores e moradores da comunidade tivessem acesso aos serviços diversos como enfermagem, farmácia, biomedicina, nutrição, fisioterapia, testagem rápida para covid-19 e vacinação.

 

Além disso, ofertou atendimentos pelo Procon Estadual, Caer (Companhia de Água e Esgoto de Roraima), Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima), Clube de Benefício do Servidor, além de atendimentos jurídicos.

 

O objetivo é de acompanhar e trazer melhorias à qualidade de vida dos servidores públicos, levando serviços diretamente ao local de trabalho do servidor.

 

Para a servidora pública do Programa Nacional de Imunização, Leila Lima, o projeto facilitou o acesso a serviços médicos e cidadania aos servidores que não encontram tempo para ir até uma unidade.

 

“O programa é uma excelente iniciativa para o servidor receber atendimentos de saúde sem precisar enfrentar filas, principalmente aos servidores que não podem se ausentar do trabalho”, destacou.

 

Durante o mês de setembro, as ações serão concentradas na matriz da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e nas escolas da rede estadual. A programação teve início no dia 24 de agosto na Escola Estadual Lobo D’Almada e encerrou o mês, nesta quarta, 21.

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) realiza a segunda prova da II Gincana do Detran, que conta com a participação de alunos de cinco escolas da rede estadual de ensino. O evento ocorre nesta quinta-feira, 22, às 9h, no pátio da instituição, e faz parte da Semana Nacional de Trânsito.

 

Durante toda a semana serão realizadas diversas atividades como blitze educativas, palestras e a última etapa da Gincana do Detran, que tem a participação de alunos das escolas estaduais Barbosa de Alencar, 13 de Setembro, Cívico-Militar Fagundes Varela e dos colégios militarizados Elza Breves e Dr. Luiz Rittler de Lucena.

 

A gincana é uma maneira de orientar os estudantes de forma lúdica sobre a importância de respeitar as leis de trânsito. “Essa ação é importante, uma vez que esse público será o futuro motorista da nossa cidade, do nosso Estado, e no dia a dia tem o papel de atuar como multiplicador, repassando o que aprenderam aos pais e responsáveis”, disse o presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte.

 

A Semana Nacional de Trânsito, que tem o tema “Juntos Salvamos Vidas”, é promovida com o objetivo de sensibilizar a população, em especial os motoristas sobre as medidas de segurança no trânsito. “É necessário que a população tenha consciência sobre a necessidade da participação e da responsabilidade de todos no trânsito.

 

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

Dia 22, quinta-feira

Atividade: Prova de direção (carro e moto) da II Gincana do Detran

Local: Pátio do Detran (avenida Brigadeiro Eduardo Gomes)

Horário: 9h

 

Dia 23, sexta-feira

Atividade: Blitz educativa

Local: Frente do Detran, junto com a Empresa Hemissul

Horário: 8h

 

Dia 24, sábado

Atividade: Encerramento da Gincana do Detran

Local: Escola Ana Libória

Horário: 13h às 18h

 

Na próxima semana serão realizadas mais ações, em que estão sendo definidos os locais, horários e dias.

Avalie este item
(0 votos)

Roraima será representado pela Secult (Secretaria de Cultura e Turismo) na ABAV Expo 2022, considerada a maior e mais importante feira turística do Brasil. O evento é organizado pela Associação Brasileira de Agências de Viagens e começa nesta quarta, 21, e segue até sexta-feira, 23.

 

Na ocasião, a equipe roraimense participa da 16ª reunião da Fornatur (Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo), para discutir várias pautas relacionadas ao setor. O encontro ocorre na quinta-feira, 22.

 

Entre os assuntos a serem tratados, estão a apresentação da atualização do Programa de Regionalização do Turismo, mensuração de pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para o setor de serviços, abrangendo a Região Norte e a avaliação do Programa Voar de Novo. As RAI (Rotas Amazônicas Integradas) também terão destaque no evento.

 

De acordo com o diretor do Departamento de Turismo da Secult, Bruno Muniz de Brito, as revistas promocionais feitas pela pasta serão apresentadas em stands parceiros, destacando os roteiros turísticos de Roraima. Ainda na quinta-feira, a equipe acompanha a palestra de lideranças indígenas de Pacaraima e Normandia, que vão falar de iniciativas da Secult voltadas ao etnoturismo.

 

“Recentemente nós conseguimos estruturar e capacitar 12 comunidades para receber turistas. Essas comunidades já estão trabalhando, com a recepção de visitantes e as lideranças vão participar desse momento de compartilhamento de informações no evento”, ressaltou Bruno.

 

Avalie este item
(0 votos)

Visando melhorar cada vez mais os serviços voltados para a população, o Hospital Regional Sul Governador Ottomar de Sousa Pinto promoveu no último sábado, 17, uma palestra junto aos servidores da unidade. A ação foi alusiva ao Dia Mundial da Segurança do Paciente.

 

“Foram envolvidas as equipes de enfermagem, assistência, pacientes e acompanhantes nessa campanha. Realizamos palestras, dinâmicas e distribuição de fôlderes explicativos”, destacou a responsável pelo Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente da unidade, Mônica Aguiar.

 

O setor é encarregado por promover a prevenção, implantar protocolos, controlar os incidentes e estimular o corpo multiprofissional impulsionando ações que fortaleçam a segurança do paciente.

 

Na ocasião, também foram apresentadas as seis metas internacionais de segurança do paciente, que são preconizadas pelo Ministério da Saúde. O intuito é promover melhorias específicas na segurança do paciente, por meio de estratégias que abordam aspectos problemáticos na assistência à saúde.

 

“O objetivo é sensibilizar os profissionais, de todas as áreas, os potenciais riscos à segurança do paciente, para auxiliar na construção de barreiras de defesa que minimizem as possibilidades de danos, seja para o paciente, profissional ou o ambiente de trabalho”, ressaltou Mônica.

 

METAS INTERNACIONAIS DE SEGURANÇA DO PACIENTE

 

  • Identificar o paciente corretamente;
  • Melhorar a eficácia da comunicação;
  • Melhorar a segurança dos medicamentos de alta-vigilância;
  • Assegurar cirurgias com local de intervenção correto, procedimento correto e paciente correto;
  • Reduzir o risco de infecções associadas a cuidados de saúde;
  • Reduzir o risco de danos ao paciente, decorrente de quedas.
Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima começou a atender os produtores rurais no novo Centro Estadual Integrado de Atendimento ao Produtor Rural de Alto Alegre. O prédio está funcionando desde terça-feira, 20, na Rua Antonio Eduardo de Santana, 0SN, na sede do município.

 

Para a nova rotina de trabalho, serão ofertados regularização fundiária, ambiental, extensão rural, crédito agrícola e demais atividades do setor produtivo, fortalecendo o eixo de desenvolvimento agroambiental.

 

No espaço, o leque de atendimentos ao produtor rural aumentará, uma vez que serão realizadas ações conjuntas da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Seadi (Secretaria Estadual Agricultura Desenvolvimento e Inovação), Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima), Desenvolve Roraima e Sei (Secretaria Estadual do Índio).

 

O local faz parte do planejamento de estruturação de todas as 30 CPRs (Casas do Produtor Rural) em todo o Estado, que vão atender a população com novo nome e estrutura.

 

“É um espaço feito para dar um melhor atendimento a todos os agricultores familiares do nosso estado. Tem por função agora uma nova proposta de trabalho do governo de Roraima para atendimentos a vários outros setores no nosso estado. A obra é atualizada, moderna e quem vem com outro intuito, que é facilitar a vida do agricultor familiar do Estado”, destacou o presidente do Iater, Marlon Buss.

 

As entregas dos 30 Centros Estaduais Integrado de Atendimento ao Produtor Rural estão sendo executadas pelo Governo de Roraima, sob responsabilidade da Femarh. O valor total do investimento de revitalização nos locais é de R$ 4 milhões oriundos de recursos próprios

 

“As Casas do Produtor Rural vão abrigar todos esses serviços e estes espaços têm o intuito de receber todas as instituições do eixo de produção de Roraima. Mas esse serviço também vai funcionar de modo itinerante para qualquer outra secretaria que precise utilizar os pontos para alguma ação”, detalhou o presidente da Femarh, Glicério Fernandes.

 

OUTROS CENTROS

 

Além de Alto Alegre, os produtores rurais de Iracema e Caracaraí também começarão a ser atendidos em dois centros a partir de quinta-feira, 22. Em Iracema, o local funciona na rua Quintino Serqueira, n° 2295, no Centro. Já em Caracaraí, o espaço é localizado na rua T-7 Nº 352, bairro Santa Luzia.

 

No dia 27, serão entregues à população duas unidades em Pacaraima e na Vila do Trairão, no município de Amajari.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima deu início aos serviços do CEAD (Centro Especializado de Atenção ao Diabetes). A iniciativa, executada pela Sesau (Secretaria de Saúde), tem como finalidade garantir uma vida mais ativa, com mais qualidade e mais saúde para as pessoas com diabetes.

 

O centro começou a atender o público a partir desta terça-feira, 20. A unidade está na Clínica Coronel Mota, localizada no Centro de Boa Vista, e funciona de segunda a sexta, das 7h às 13h.

 

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, destacou o fato como uma vitória para o paciente com diabetes.

 

“Já era um projeto que vinha sendo amadurecido e hoje celebramos a sua efetivação. O intuito é estimular o paciente a ter uma vida mais saudável, e para isso contamos com uma equipe multidisciplinar para acolher essa pessoa, de modo a garantir um tratamento mais humanizado com profissionais de diversas especialidades e garantir um procedimento mais adequado”, destacou.

 

A diretora geral do Coronel Mota, Rayane Santos explicou melhor sobre o horário de atendimento para a população.

 

“Os atendimentos irão funcionar pela manhã de segunda a sexta, das 7h às 13h, na própria unidade. O local irá funcionar como acolhimento para esse paciente”, afirmou a diretora do Coronel Mota, Rayane Santos.

 

Tafarel Marques, que tem diabetes há 20 anos, acredita que o centro vai ajudar muitas pessoas que necessitam de um atendimento melhor e de qualidade.

 

“Esse novo serviço disponibilizado é muito bom para nós que somos diabéticos, é um espaço com ótima acomodação. Esse acolhimento e olhar diferenciado era necessário, porque a diabetes não espera, quanto antes for tratada, melhor”, frisou.

 

SERVIÇOS OFERECIDOS

 

O Centro terá parceria dos serviços de enfermagem e educação física da UERR (Universidade Estadual de Roraima).

 

“É um serviço especializado que tem como foco atender aqueles pacientes que já estão em tratamento de diabetes. A ideia é que consigamos um acompanhamento voltado para educação em saúde, voltado para mudanças no estilo de vida, e assim contribuir para o tratamento desses pacientes”, salientou a coordenadora de enfermagem da instituição, Ellen Bertelli.

 

O CEAD prestará serviço no atendimento clínico multiprofissional, com cerca de 15 especialidades, na assistência à prática de atividades físicas, incluindo iniciativas como programas em grupo para auxiliar e assistir pessoas com diabetes na prática do cotidiano, com a filosofia de transformar doenças em saúde, fazendo dos corredores de longa distância com diabetes um exemplo de saúde para toda a comunidade.

Avalie este item
(0 votos)

No período de janeiro a agosto deste ano, o CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial Edna Macellaro Marques de Souza) realizou mais de 2.700 atendimentos médicos psiquiátricos em pacientes do Estado. A unidade é referência no acolhimento de pessoas que sofrem de algum tipo de transtorno mental grave e persistente, que se encontram em situação de crise ou em processo de reabilitação.

 

Conforme o diretor da unidade, Maurício Caldart, o CAPS III realiza, aproximadamente, cerca de cem consultas mensais pela equipe de psicólogos, sendo que 40 deles estão relacionados a novos acolhimentos de pessoas que recorrem ao serviço psicossocial pela primeira vez ou que retomam o tratamento após abandono.

 

“Além do tratamento com medicamentos, nós realizamos atividades terapêuticas com educadores físicos e terapias ocupacionais, e atendimentos com psicopedagogos, assistentes sociais e equipe de enfermagem, justamente para melhorar o suporte e acompanhamento dos pacientes”, ressaltou.

 

O serviço de assistência social do CAPS III realiza o acolhimento inicial dos usuários, com orientações e também atendendo aos familiares. Dentro disso, é feito uma articulação com a rede de acolhimento, para que os pacientes busquem os seus direitos e assistência através das outras unidades.

 

“Fazemos acompanhamento em domicílios dos pacientes e também o acompanhamento dos familiares para ajudá-los nesse processo de tratamento”, frisou a assistente social da unidade, Talissa Nogueira.

 

Iolanda de Jesus é uma das pacientes que é acompanhada pelo Centro após diagnóstico de depressão e ansiedade grave. Com 62 anos, ela explicou que frequenta o CAPS há vários anos e tem a equipe do centro como uma família.

 

“No meu caso, eu não posso ficar sozinha, então quando eu venho para cá me sinto bem e acolhida. As técnicas aqui são melhores até que os meus próprios parentes, sempre bastante atenciosos”, relatou.

 

COMO FUNCIONA A REDE?

 

O acesso ao atendimento psiquiátrico em Roraima se dá de duas formas: por livre demanda ou encaminhamento, sendo a primeira opção por meio das UBS (Unidades Básicas de Saúde). Dependendo da situação, o paciente pode ser encaminhado para os demais pontos da RAPS (Rede de Atenção Psicossocial).

 

Fazem parte da rede a Clínica Médica Especializada Coronel Mota, que é a referência de ambulatório de psiquiatria e psicologia no estado; os CAPS que atuam em cada município; o CAPS II, unidade voltado para o atendimento infantil em Boa Vista; e o CAPS III.

 

Além desses pontos, há ainda o CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas), que é destinado para o acolhimento e tratamento de pacientes dependentes de álcool e drogas.

 

Em casos de surtos psicóticos, tentativas de suicídio, crise por abstinência, é recomendado que o paciente seja encaminhado para o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), que é a referência no Estado para emergências psiquiátricas, com escala de atendimento de 24h.

 

“Ele chega até nós por encaminhamento ou então por demanda espontânea. os CAPS são classificados como serviços de portas abertas, onde a pessoa pode se referenciar até nós em qualquer dia e horário e será acolhido e orientado corretamente para o local onde vai receber o melhor atendimento possível”, completou Caldart.

 

O CAPS III fica localizado na avenida Capitão Ene Garcês, 497, Centro. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h.

 

PASSEIO CICLÍSTICO

 

No próximo domingo, 25, o Departamento de Políticas de Saúde Mental da Sesau (Secretaria de Saúde) vai promover um passeio ciclístico em alusão ao Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio.

 

 Qualquer pessoa pode participar da ação que iniciará com concentração na Praça Fábio Marques Paracat, a partir das 15h.

 

“O ‘Todos pela Vida’ é uma atividade alusiva ao setembro amarelo, convidamos a população a se concentrar na praça Fábio Paracat. Faremos um percurso curto, pode vir crianças e suas famílias, lembrando de trazer equipamento de segurança e uma garrafinha de água”, concluiu o diretor.

 

PROGRAMAÇÃO

 

15h – Concentração dos participantes na Praça Fábio Paracat;

16h – Início do percurso;

18h – Fim do percurso na Praça das Águas, em frente ao Portal do Milênio.

 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta segunda-feira, 19, desembarcaram em Boa Vista os últimos integrantes da delegação de Roraima que representou o Estado nos Jogos da Juventude 2022. A competição promovida pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro) ocorreu no período de 2 a 18 de setembro em Aracaju (SE), com a participação de mais de 4 mil atletas entre 15 a 17 anos (categoria infantil) de todo o Brasil.

 

Roraima conquistou duas medalhas de ouro com as equipes feminina (Escola Tancredo Neves) e masculina (Escola Camilo Dias) de vôlei de praia, além de uma medalha de prata no naipe feminino (Escola Tancredo Neves).

 

O Estado foi muito bem representado em 12 modalidades: atletismo, tênis de mesa, natação, vôlei de praia, voleibol, futsal, taekwondo, ciclismo, handebol, basquetebol, judô e ginástica rítmica. O Governo de Roraima viabilizou a participação de 170 integrantes, com a aquisição de todas as passagens aéreas da delegação.

 

MEDALHISTAS E DESTAQUES

 

Um dos pódios roraimenses nos Jogos da Juventude foi na modalidade vôlei de praia, que conquistou duas medalhas de ouro. As duplas Jamile Santos e Cláudia Valente, da Escola Tancredo Neves, e Jorge Barros e Raylan Martins, da Escola Camilo Dias, conquistaram os lugares mais altos dentro da segunda divisão. Pelo feito, as duplas inseriram Roraima na primeira divisão, ou seja, na elite do vôlei de praia escolar brasileiro. As equipes estavam acompanhadas do professor Wallace Souza.

 

No voleibol de quadra, o time feminino da Escola Tancredo Neves trouxe para o Estado a medalha de prata e também elevou Roraima para a primeira divisão da modalidade. A equipe foi liderada pelo professor Roberval Mendonça.

 

Já o time masculino da Escola Monteiro Lobato, que já está na primeira divisão, disputou com grandes times do eixo Rio-São Paulo e conquistou o quarto lugar, ficando, portanto, entre as quatro melhores equipes do Brasil. O time foi coordenado pelo professor Antonio Fidelis.

 

Outro grande destaque da competição foi a participação de Roraima pela primeira vez na modalidade ciclismo. O estudante Dheyvid Barros, do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Wanda David Aguiar foi o pioneiro nesta modalidade e abriu as portas para futuros participantes. Ele foi acompanhado do professor Emilangelo Medeiros.

 

INVESTIMENTO

 

O chefe da delegação, Dinaildo Barreto, afirmou que o Governo de Roraima entende a importância do esporte para o desenvolvimento integral dos nossos jovens e adolescentes e por isso vem investindo nessa grande ferramenta de transformação social.

 

“Tivemos uma boa representatividade em 12 das 16 modalidades ofertadas na competição. Isso é muito importante para o Estado, principalmente para nossos atletas terem contato com equipes de outros lugares, verem de perto um grande evento esportivo, além de terem a oportunidade de vivenciar uma experiência única que levarão para o resto da vida”, disse Barreto.

 

PRÓXIMAS COMPETIÇÕES

 

O próximo desafio esportivo escolar serão os JEB’s (Jogos Escolares Brasileiros), que ocorrem em novembro no Rio de Janeiro (RJ) e são destinados a estudantes entre 12 a 14 anos (categoria mirim).

 

Os atletas vencedores dos JER’s (Jogos Escolares de Roraima) garantiram vaga para participar da competição nacional, que será toda custeada e organizada pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar) e feita em parceria com a Federr (Federação de Desporto Escolar de Roraima).

 

Já a próxima sede dos Jogos da Juventude 2023 já foi definida para ser em Ribeirão Preto (SP). Dinaildo destacou que o Estado realizará projetos a fim de oferecer uma boa preparação para as equipes participantes no próximo ano. “Vamos desenvolver projetos para estimular a prática esportiva e preparar bem nossos atletas que possuem grande potencial”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

A Vunesp (Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista) divulgou nesta terça-feira, 20, no site da instituição, os locais das provas dos inscritos para o concurso público da PCRR (Polícia Civil de Roraima).

 

O certame para o provimento de vários cargos da instituição tem provas previstas para o próximo final de semana, nos dias 24 e 25 de setembro, e posteriormente para os dias 5 e 6 de novembro, a depender do cargo pretendido.

 

O candidato pode conferir o local que irá fazer a prova através do site oficial da Vunesp ou pelo telefone 11-3874-6300. A lista contendo as orientações também será disponibilizada no DOE (Diário Oficial do Estado), com acesso pelo site da Imprensa Oficial de Roraima.

 

De acordo com o diretor administrativo da PCRR, delegado Jimmy Santana, é preciso conferir com atenção os locais e horários das provas.

 

“Alguns locais sofreram alteração. Antes seriam realizadas provas em escolas estaduais e agora foram transferidos para o IFRR (Instituto Federal de Roraima). É importante também que os candidatos se programem em relação aos horários, para que não tenham problemas com atrasos e percam a oportunidade de fazer a prova”, destacou.

 

O delegado-geral Eduardo Wayner enfatizou que as novas datas das provas foram definidas de acordo com a Lei nº 1.471, de 5 de maio de 2021, que prevê que a data e horário de aplicação de provas de concursos públicos estaduais não podem coincidir com a data e hora de aplicação de provas de certames públicos já registrados em Diário Oficial.

 

24 E 25 DE SETEMBRO

 

Com duas etapas, a prova discursiva para o cargo de delegado de Polícia Civil será aplicada no sábado, dia 24 de setembro pela manhã. No domingo, dia 25 de setembro, também pela manhã, é a vez da prova objetiva.

 

Nos dois dias, os portões serão abertos às 8h no horário de Brasília, ou seja, às 7h no horário de Boa Vista. Início das provas às 8h em Boa Vista. 

 

Os candidatos que vão concorrer às vagas para o cargo de auxiliar de perito criminal farão as provas objetivas no dia 24, sábado, à tarde. Neste caso, a abertura dos portões ocorrerá às 14h do horário de Brasília (DF), ou seja, 13h no horário local.

 

O início das provas será às 14h em Boa Vista.

 

No dia 25 de setembro, domingo, à tarde, será aplicada a prova discursiva para os candidatos ao cargo de agente de Polícia Civil, seguindo os mesmos horários do sábado pela tarde.

 

5 E 6 DE NOVEMBRO

 

No dia 5 de novembro pela manhã serão aplicadas as provas objetiva e discursiva pela manhã para os candidatos aos cargos de médico-legista, odontolegista e perito criminal.

 

No período da tarde, no dia 5, serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de perito papiloscopista.

 

No dia 6 de novembro será aplicada a prova objetiva para quem vai concorrer às vagas ao cargo de auxiliar de necropsia no período da manhã.

 

À tarde do dia 6 de novembro serão aplicadas as provas objetiva e discursiva para o cargo de Escrivão.

 

VAGAS

 

O concurso da Polícia Civil de Roraima oferta 175 vagas imediatas, distribuídas entre vários cargos de nível médio e superior, para os cargos de delegado, escrivão, agente de polícia, papiloscopista, auxiliar de perito, auxiliar de necropsia, médico-legista, odontolegista e perito criminal. Ao todo, foram registrados 21.321 candidatos inscritos.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), inicia nesta terça-feira, 20, a entrega de um kit de emergência para reforçar a atenção básica de saúde. A localidade a ser beneficiada será a cidade de Pacaraima, na região Norte do Estado.

 

“Ao todo, Roraima foi agraciada com mais de 10 mil itens, graças à parceria do Estado com o Governo Federal. Essa será uma grande ajuda para o município, que vem sofrendo com intercorrências climáticas, como a que aconteceu no último sábado, 17”, ressaltou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

O kit que será destinado ao município contém medicamentos e insumos para atender até 1.500 pessoas por um prazo de até 30 dias. Tais itens são destinados para tratar as principais doenças ocasionadas pelas chuvas, como verminoses, diarreia e problemas respiratórios.

 

Serão enviadas também ataduras, luvas e gaze para suprir os atendimentos em um mês.

 

“O Ministério da Saúde possui portarias de auxílio aos municípios atingidos por desastres, e aqui em Roraima eles anualmente são visitados para que em épocas de períodos relacionadas a chuvas, possam pedir essa ajuda do MS. Como ponto focal, nós temos o departamento de vigilância ambiental, que é quem faz essa ponte entre o município e o ministério”, afirmou o gerente da Vigidesastres, Guaracy Cabral.

 

Além do reconhecimento do estado da situação de emergência da cidade fronteiriça, consequência das chuvas intensas, o Governo Federal determinou a condição de calamidade pública.

 

“Ano passo entregamos um kit para o município de São João da Baliza por causa das chuvas, e esse ano em Pacaraima, além da situação de emergência reconhecida pelo Governo de Roraima, o Governo Federal decretou estado de calamidade pública, por conta das fortes chuvas atingindo mais de 8 mil pessoas. Em razão disso, foi solicitado o auxílio a vigilância em desastres”, esclareceu Cabral.

 

VIGIDESASTRES

 

O Vigidesastres é um programa sob a responsabilidade da Coordenação-Geral de Vigilância em Saúde Ambiental, do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde. O objetivo do órgão é desenvolver um conjunto de ações a serem adotadas continuamente pelas autoridades de saúde pública para reduzir o risco da exposição da população e dos profissionais de saúde, reduzir doenças e agravos decorrentes deles, bem como os danos à infraestrutura de saúde.

Avalie este item
(0 votos)

Para discutir estratégias e ações na implementação do NEM (Novo Ensino Médio) nas escolas estaduais de Roraima, o coordenador-geral do programa no MEC (Ministério da Educação), Fernando Wirthmann, está em Boa Vista para um encontro formativo com o comitê geral de implementação no Estado.

 

O evento acontece nesta terça-feira, 20, a partir das 8h30, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi. É uma iniciativa da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) por meio da Diemp (Divisão de Ensino Médio e Educação Profissional).

 

Participam do encontro técnicos da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), gestores e coordenadores de escolas da capital, interior e comunidades indígenas.

 

Durante o evento, serão tratados temas relevantes como a trajetória do ensino médio nas perspectivas dos marcos legais, a aplicação e reprogramação dos recursos ofertados, a estrutura curricular do novo ensino médio, a escolha de alunos sobre os itinerários formativos, além de relatos de experiências das escolas com o novo sistema implantado e rodas de perguntas.

 

“A implementação do Novo Ensino Médio iniciou em 2022 de forma obrigatória para todos os estados, com as primeiras séries, com o objetivo de contemplar as três séries até 2024, respeitando as diversidades, as realidades de cada canto do país, principalmente as escolas do interior, indígenas e quilombolas que vão necessitar de um tempo maior para a implementação”, disse o coordenador geral, Fernando Wirthmann.

 

Status do NEM em Roraima

 

Atualmente, das 153 escolas estaduais de ensino médio na rede estadual, 14 já implementaram o NEM no Estado. Até 2024, mais 139 escolas devem concluir o ciclo.

 

Para auxiliar a equipe gestora junto aos professores, a Seed promove um cronograma de oficinas de formação e qualificação curricular.

 

“Lembramos que a lei 13.415 de 2017 alterou a lei de diretrizes e bases da educação a nível nacional e estabeleceu uma mudança no ensino médio, ampliando o tempo mínimo do estudante na escola de 800 para mil horas anuais. Isso define uma nova organização curricular, mais flexível”, salientou a chefe da divisão de ensino médio e educação profissional da Seed, Irene Pereira.

 

A mudança tem como objetivo garantir a oferta de educação de qualidade aos estudantes brasileiros e de aproximar as escolas das realidades das comunidades de hoje.

 

Em Roraima, o coordenador-geral constatou os avanços da implementação do NEM, principalmente no último semestre, com a aprovação das matrizes e referenciais curriculares e a aprovação do plano de implementação, além do plano de ação para os itinerários formativos.

Avalie este item
(0 votos)

O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) realizou na manhã desta segunda-feira, 19, no QCG (Quartel do Comando Geral), uma coletiva de imprensa para atualizar as informações sobre o vendaval de sábado, 17.

 

Prestaram esclarecimentos à população, através da imprensa, o comandante-geral do CBMRR, coronel Anderson Carvalho de Matos, o subcomandante-geral, coronel Gewrly Batista Melo, e o gerente de Proteção e Defesa Civil, capitão Rodrigo Alcoforado.

 

De acordo com os números apresentados pelo comandante-geral, nas 36 horas seguintes ao evento, o Corpo de Bombeiros recebeu 562 chamados na linha de emergência 193 para situações relacionadas ao vendaval.

 

Desse total, 183 ocorrências foram classificadas como sendo prioridade de atendimento, por se tratar de ocorrências envolvendo em sua maioria, queda de árvores sobre residências, veículos, ou algum patrimônio da população.

 

Desde as primeiras horas, as equipes do Corpo de Bombeiros foram reforçadas para prestar o devido atendimento à população.

 

O Posto de Comando do SCI (Sistema de Comando de Incidentes) foi instalado na noite de sábado, 17, na sala do Centro de  Operações e Comunicações de Bombeiros, na Secretaria de Segurança Pública (Ciops/Sesp), e passou a gerenciar toda a operação.

 

Com a organização do cenário, o número de equipes nas ruas passou rapidamente de cinco para 17, totalizando o emprego direto de 68 bombeiros. Os trabalhos seguiram até às 6h da manhã de domingo, 18, quando as equipes retornaram ao quartel para realizar a passagem de serviço às novas equipes.

 

Foram registradas ocorrências em 18 bairros da capital, entre eles os mais atingidos foram o São Vicente, 13 de Setembro, Pricumã e Liberdade.

 

Somente entre o sábado à noite e toda madrugada de domingo, o Corpo de Bombeiros realizou o atendimento em 59 residências; domingo durante o dia foram mais 34 ocorrências, e nesta segunda-feira (19) pela manhã, outras 10 ocorrências já foram executadas. A Corporação trabalha com uma demanda reprimida de 81 ocorrências.

 

O coronel Anderson informou que esses números ainda podem aumentar, em razão de novas ocorrências estarem sendo registradas a todo momento no COCB/Ciops. “Nossas equipes estão trabalhando incansavelmente para atender o maior número possível de solicitações. Pedimos a compreensão da nossa população, pois não descansaremos enquanto não zerarmos o número de ocorrências”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

Diante do aumento das demandas por bolsas de sangue pelas unidades hospitalares do Estado, o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) dará início nesta terça-feira, 20, a uma série de ações de orientação junto a instituições parceiras.

 

Conforme a assistente social da captação de sangue da unidade, Hellen Bessa, as atividades incluem desde a realização de palestras a campanhas de doação in loco. A ideia é sensibilizar o máximo de pessoas, a fim de aumentar o número de doadores cadastrados.

 

“Palestraremos sobre a importância e critérios da doação de sangue, do horário de funcionamento, e formas estratégicas de atender os grupos com interesse em fazer a doação e o fluxo durante a semana. Quando identificamos um grupo com quantitativo acima de 50 pessoas, podemos abrir os atendimentos durante o fim de semana, que acontece no sábado de manhã”, informou.

 

As palestras acontecerão em diferentes instituições de ensino, como a Unama (Universidade da Amazônia), Ceterr (Centro de Educação Técnico e Especializado de Roraima), Uniasselvi (Associação Educacional Leonardo da Vinci). A programação junto a essas unidades seguirá até o fim do mês.

 

“Temos parceiros fundamentais que abriram as portas para nós. Iniciamos com as palestras para identificar também as pessoas com o fator RH negativo, pois observamos que, para um Centro que atende todo o estado, a quantidade de pessoas cadastradas com o fator RH negativo é muito baixa. E percebemos o interesse que esses alunos mostraram ao fazer questionamentos para identificar a forma mais adequada para se preparar para doar”, ressaltou Hellen.

 

AUMENTO DE DOAÇÕES

 

No mês de agosto, o Hemoraima realizou campanhas de captação junto ao HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) para suprir as demandas de sangue das cirurgias eletivas. Em decorrência disso, a unidade recebeu 1.930 doações.

 

A enfermeira do Hemoraima, Liliana Bezerra, afirmou que o mês de agosto foi muito bom para a unidade, que teve aumento considerável nas doações de reposição. “Agradecemos à população em geral que se manteve firme na doação. Convidamos as pessoas a manterem as doações, precisamos da manutenção desse estoque para que consigamos atender todas as unidades”, destacou.

 

A auxiliar de limpeza Nayara Ribeiro, de 22 anos, decidiu se engajar nessa corrente do bem pela primeira vez. A doação foi direcionada para o seu padrasto, mas o desejo de ajudar a unidade era uma vontade antiga.

 

“Eu sempre quis doar sangue, mas antes não podia porque eu não tinha o peso mínimo. Acho muito bonito quem doa, pois você está salvando várias vidas”, contou a jovem.

 

QUEM PODE DOAR?

 

Para ser um doador de sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

 

No momento da doação, é preciso apresentar um documento oficial com foto. Caso o interessado seja menor de 18 anos, o mesmo deve ter o consentimento formal dos pais ou de responsável legal.

 

Se encaixando nesses critérios, o doador é cadastrado e encaminhado para uma entrevista, para em seguida passar por uma triagem. Não havendo nenhum impedimento, ele é encaminhado para a sala de coleta onde é feita a doação, que dura no máximo 10 minutos.

 

Outras informações podem ser obtidas por meio do número 98404-9594.

 

PROGRAMAÇÃO

 

20/09 - Campanha de doação (Parceria com Detran-RR);

 

21/09 - Campanha de doação (Parceria com Ceterr);

 

22/09 – Palestra no Centro Universitário Estácio da Amazônia;

 

23/09 - Campanha de doação (Parceria com Ceterr);

 

24/09 – Palestra no Ceterr e campanha de doação (Parceria com Unama e Moto Clube Insano);

 

26/09 - Campanha de doação (Parceria com Ceterr);

 

28/09 – Palestra Uniasselvi e campanha de doação (Parceria com Ceterr);

 

30/09 - Campanha de doação (Parceria com Ceterr).

Avalie este item
(0 votos)

Os ventos fortes da tempestade tropical, que se formou no Atlântico, região próxima à Venezuela, na noite deste sábado, dia 17, atingiram o Estado de Roraima provocando destruição, principalmente na capital.

O primeiro relatório produzido por técnicos da Defesa Civil Estadual aponta para ventos de 22km/h, registrados no anemômetro de coleta automática localizado no Aeroporto Internacional de Boa Vista. Porém, não foi possível registrar as rajadas de vento que possuem uma maior magnitude.

O vendaval veio acompanhado por uma precipitação de 25,8mm de chuva em um intervalo de 2 horas. Esses dados foram captados pelo Cemaden, no bairro Pricumã. Nesse primeiro momento, o Corpo de Bombeiros registrou 71 ocorrências que interditaram vias, danificaram veículos, residências e a rede de distribuição elétrica, deixando vários bairros da cidade sem energia.

Chuvas intensas também foram registradas às 4 horas da madrugada deste domingo, 18, num volume acumulado de 51,6mm, durante 2 horas no pluviômetro Cemaden, agravando o atendimento a ocorrências em andamento.

 

Inmet mantém o alerta amarelo

 

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) manteve o alerta amarelo para Estados da região Norte, inclusive Roraima, com possibilidade de chuvas intensas, perigo potencial.

Há possibilidade de novas pancadas de chuva com volume variando de 20 a 30 mm/h, ou 50 milímetros de chuva ao dia, podendo ocasionar ventos de 40 a 60km/h, com baixo risco de queda de energia, queda de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Avalie este item
(0 votos)

Equipes do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar) e da Defesa Civil, acompanhadas pelo governador Antonio Denarium, realizaram na manhã deste domingo, dia 18, vistorias nos locais mais afetados pelo vendaval que atingiu Boa Vista, na noite de sábado, dia 17, e na madrugada de hoje.

Ainda na noite de ontem, o chefe do Executivo estadual, ao receber informações sobre as chuvas intensas que caíram na capital, cancelou a agenda política que estava ocorrendo no município de Bonfim e retornou para Boa Vista.

Nas primeiras horas da madrugada deste domingo, ele iniciou visitação a vários locais afetados pelo temporal, entre os quais, a Maternidade e o Centro de Progressão Penitenciária provisório. 

E, durante toda a manhã de hoje, as equipes vistoriaram diversos pontos da cidade, que sofreram danos ocasionados pelas chuvas.  

“Suspendi a minha agenda política deste domingo pela manhã e estou percorrendo e vistoriando os pontos críticos ocasionados pela forte tempestade da noite de sábado. Estamos acompanhando o trabalho do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil no atendimento à população, nos 94 pontos da cidade que foram danificados pelas fortes chuvas e pela ventania. Graças a Deus não tivemos vítimas”, afirmou o governador.

 

Trabalhos do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil prosseguem neste domingo

 

Assim que a chuva iniciou, a Central 193 do Corpo de Bombeiros começou a receber inúmeros chamados para atender ocorrências. A primeira resposta foi iniciada com as equipes de plantão.

 

O CBMRR está atuando na resposta aos danos causados pelo forte vendaval com um reforço de 15 equipes, totalizando 82 bombeiros e mais nove brigadistas.

Os bairros mais atingidos foram São Vicente, Pricumã e 13 de Setembro. Somente nas primeiras horas, após o temporal, a Central 193 recebeu 71 chamadas para atender ocorrências, hoje pela manhã foram mais 34 solicitações.

As principais ocorrências estão relacionadas à queda de árvores sobre residências, sobre muros e sobre veículos. As chamadas podem ser encaminhadas ao número de emergência 193, porém, o tempo médio de espera para atendimento, nestes casos, está em torno de 4 horas.

A Corporação já registrou ocorrências em 18 bairros e os trabalhos seguem neste domingo durante todo o dia.

 

Governo adota medidas para recuperação de estruturas danificadas

 

O Governo do Estado está trabalhando, por meio do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, no atendimento à população vítima das fortes chuvas e mobilizou as equipes das secretarias que registraram danos em estruturas prediais para realização de reparos.

Estão sendo adotadas as medidas para a recuperação de parte do muro do Centro de Progressão Penitenciária provisório, localizado no bairro São Vicente, que caiu em decorrência da forte chuva.

Já foram adotadas providências também para corrigir os danos causados pelas fortes chuvas e ventos em grandes proporções na estrutura do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, a Maternidade.

As pacientes internadas nas áreas impactadas foram remanejadas para outros leitos da unidade, de forma segura e sem prejuízo ao tratamento clínico e obstétrico.

A Secretaria de Educação e Desporto acionou imediatamente a equipe da Divisão de Infraestrutura para verificar a situação do muro da Escola Estadual 13 de Setembro que desabou em consequência da chuva e da ventania.

Neste domingo, 18, serão avaliados pelos técnicos da Secretaria os reais prejuízos, a fim de tomar as medidas necessárias para a reconstrução do muro da unidade de ensino.

Não houve registro de feridos durante os incidentes nas estruturas dos prédios públicos, apenas danos materiais.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo Sem Parar deste sábado, dia 17, atendeu mais de 1.200 moradores do bairro Caranã e de bairros circunvizinhos. A ação ocorreu na Escola Estadual Jesus Nazareno de Souza Cruz.

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, que sempre acompanha a ação pelos bairros da capital Boa Vista, ressaltou que são oferecidos diversos serviços à população.  

“Os atendimentos do Governo Sem Parar, como sempre aqueles voltados para a saúde, bem-estar social e desenvolvimento. Isso engloba todos os atendimentos, oftalmológico, ginecologista, pediatria e, agora, atendimento odontológico, além de entrega de cadeira de rodas; emissão de Registro Geral; emissão de documentos da Sefaz (Secretaria Estadual da Fazenda). É uma proposta do Governo de levar a administração até a população.  Mais uma edição de sucesso desse programa que, daqui a pouco, faz um ano”, disse Lorenzon.

O coordenador do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau (Secretaria de Saúde), Rafael Sena, destacou a organização da ação e o bom atendimento ao público e de forma mais rápida.

“Estamos aqui na Escola Jesus Nazareno com uma ação muito bem organizada. Todo mundo sendo bem atendido. São em torno de 540 atendimentos médicos, além de atendimentos do Detran (Departamento de Trânsito), da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima); do Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor); da DPE (Defensoria Pública de Roraima), todos os serviços oferecidos pelos órgãos do Governo. É um serviço mais dinâmico. O maior beneficiário é a sociedade que consegue ser atendida por especialistas, marcar exames e cirurgias. Foram aproximadamente 1.300 pessoas procurando os serviços oferecidos na ação deste sábado”, explicou Rafael.

A auxiliar de limpeza, Elecilde Damasceno, disse que soube da ação por meio de colegas do trabalho e ficou satisfeita com o atendimento com o oftalmologista.

“Fiquei sabendo da ação através dos meus colegas de trabalho da Codesaima [Companhia de Desenvolvimento de Roraima]. Eu achei ótimo. O atendimento foi rápido”, disse contente.

Avalie este item
(0 votos)

Policiais militares de Roraima concluíram nesta sexta-feira, 16, no Amapá, um curso para aprimoramento da comunicação institucional. Promovido pela PMAP (Polícia Militar do Amapá) em parceria com a Unifap (Universidade Federal do Amapá), o III CCO (Curso de Comunicação Organizacional) teve duração de 20 dias, em tempo integral.

A solenidade de formatura ocorreu no Comando-Geral da PMAP e contou com a presença da comandante-geral da PMAP, coronel Heliane Braga de Almeida, do secretário de Justiça e Segurança Pública daquele Estado, coronel Carlos de Souza, além de representantes da Unifap.

Reconhecido como curso de extensão, o III CCO objetivou capacitar os militares para atuarem nas atividades de relações públicas e imprensa no âmbito de suas instituições. Esta edição contou com a presença de militares do CBMAP (Corpo de Bombeiros Militar do Amapá), das Polícias Militares do Amazonas e de Roraima e da Força Nacional de Segurança Pública, totalizando 49 participantes.

A participação das componentes da PMRR (Polícia Militar de Roraima), a 2º tenente Raquel Fernandes e a soldado Laiane Magalhães, nessa formação foi um esforço do Comando Geral, com o objetivo de promover a capacitação dos militares que atuam no setor de comunicação institucional, a fim de fortalecer o contato permanente com a sociedade roraimense. 

“Eu e a soldado Laiane participamos do curso e tivemos aulas sobre cerimonial, mídias sociais e assessoria de imprensa, ministradas por instrutores de outros Estados. Aprendemos bastante, nesses 20 dias, com esses instrutores e tivemos também experiências com militares de outras forças. Somos gratas à coronel Heliane de Almeida, comandante-geral da Polícia Militar do Amapá, e também ao nosso comandante-geral, Coronel Francisco Xavier, que tem se preocupado bastante em investir em capacitação, beneficiando nossos policiais militares e garantindo a melhoria dos serviços prestados à sociedade”, ressaltou a 2º tenente Raquel Fernandes.   

 

III CCO

 

O curso iniciou no dia 29 de agosto, na Universidade Federal do Amapá, e teve aulas expositivas e práticas. As instruções foram divididas em três eixos principais: cerimonial público e castrense, marketing em mídias sociais e assessoria de comunicação.

 

Avalie este item
(0 votos)

O mês de setembro é marcado pela conscientização sobre a doação de medula óssea e o Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) tem motivos para comemorar. A unidade alcançou a marca de 8.073 doadores. Somente no ano de 2022, foram 465 novos cadastros, número que atinge a cota anual estabelecida para o Estado pelo Redome (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea).

 

A assistente social do setor de captação do Hemoraima, Rafaella Pessoa, explicou que é na medula óssea que são fabricados os componentes do sangue, e quem precisa deste tipo de doação são aqueles que não conseguem produzir as células sanguíneas de forma normal.

 

“Quando não há um doador entre os próprios familiares do paciente se recorre ao Redome, que é o banco que reúne as informações de todas as pessoas que se candidatam para fazer esse tipo de doação”, destacou.

 

O transplante de medula óssea pode ser indicado para tratamento de um conjunto de cerca de 80 doenças, incluindo a maioria dos tipos de leucemias. As chances de o paciente encontrar um doador compatível são de um em cada 100 mil pessoas, em média.

 

COMO DOAR?

 

Para se tornar um doador de medula óssea, é necessário ter entre 18 e 35 anos, estar em bom estado de saúde, não ter doença infecciosa ou incapacitante, além de não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.

 

Há também o método de doação chamado coleta por aférese, onde o doador faz uso de uma medicação por cinco dias com o objetivo de aumentar o número de células-tronco (células mais importantes para o transplante de medula óssea) circulantes no seu sangue.

 

Após esse período, a pessoa faz a doação por meio de uma máquina de aférese que colhe o sangue da veia do doador e não há necessidade de internação nem de anestesia, sendo todos os procedimentos feitos pela veia.

 

“No momento, o nosso cadastro [de doadores de medula] está suspenso, porque Roraima já atingiu a cota anual de 465 cadastros, e ela será retomada em 2023. Então, todas as pessoas que procuram a unidade, nós estamos repassando essa informação, elas deixam o número de telefone para que possamos entrar em contato no ano que vem”, completou.

 

O Hemoraima fica localizado na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento. O horário de funcionamento da unidade é de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e de 13h30 às 17h.

 

Outras informações ou até mesmo agendamento podem ser solicitadas no número (95) 98404-9593.

 

DIA MUNDIAL

 

Celebrado no terceiro sábado do mês de setembro, o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea será comemorado este ano neste sábado, 17. A data reafirma a importância da doação de medula óssea, sobretudo para pacientes com leucemia, que é o décimo tipo de câncer mais comum no país, principalmente entre os homens.

 

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), mais de dez brasileiros devem ser diagnosticados com a doença este ano. Até junho deste ano, apenas dois pacientes encontravam-se em tratamento contra a leucemia pela Unacon-RR (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima).

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima lançou nesta sexta-feira, 16, o edital do concurso público da Sefaz (Secretaria da Fazenda), que vai ofertar 54 novas vagas para convocação imediata, sendo 33 vagas para os cargos do Centro de Tecnologia da Informação Fazendária (Cetif) e 21 vagas para o cargo de Técnico de Tributos Estaduais. Também serão ofertadas 228 vagas para cadastro de reserva. As inscrições iniciam nesta sexta-feira e seguem até o dia 17 de outubro.

 

De acordo com o secretário adjunto da Sefaz, Cel. Manoel Sueide Freitas, a banca organizadora do certame, o Idecan (Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional), já disponibilizou em seu site o sistema de inscrição, para que os interessados possam fazer todo o processo online.

 

“Na semana passada nós assinamos o contrato com o Idecan, que prontamente agilizou o processo para que o edital fosse lançado o quanto antes, de modo que pudéssemos realizar a prova ainda este ano, como determinou o governador Antonio Denarium”, explicou o secretário.

 

As inscrições devem ser feitas diretamente no site do Idecan. A taxa de inscrição é de R$ 102,00 para os cargos de nível superior e R$ 64,00 para os cargos de nível médio.

 

O secretário destacou ainda que este é o segundo concurso que o Governo do Estado está realizando na Sefaz na atual gestão.

 

“Este ano já tivemos a posse de 37 novos auditores fiscais aprovados no concurso realizado no ano passado. Com mais esses 54 novos profissionais que entrarão neste novo concurso, teremos uma Sefaz ainda mais atuante e pronta para atender melhor nossos contribuintes, se convertendo também em mais arrecadação e, por consequência, mais recursos para investimentos em políticas públicas para Roraima”, pontuou Freitas.

 

VAGAS E REMUNERAÇÕES

 

O concurso vai ofertar 33 vagas para o Cetif, sendo 28 para nível superior, das quais 24 para ampla concorrência e 04 para Pessoas com Deficiência, nos cargos de Desenvolvedor de Software, Implementador de Software, Administrador de Banco de Dados e Administrador de Redes de Dados, com salário inicial de R$ 5.037,97. Também serão ofertadas 5 vagas para nível médio, das quais 04 para ampla concorrência e 01 para Pessoa com Deficiência, no cargo de Técnico em Infraestrutura de Tecnologia da Informação, com salário inicial de R$ 2.672,38.

 

Serão ofertadas 21 vagas para o cargo de Técnico de Tributos Estaduais, sendo 19 para ampla concorrência e 02 para pessoas com deficiência), com remuneração inicial de R$ 1.339,22 mais a GEP (Gratificação de Estímulo à Produtividade).

 

Para o secretário adjunto do Cetif, Kleber da Silva Lyra, o concurso tem a missão de modernizar a administração tributária do Estado de Roraima, o braço tecnológico da Sefaz, que proporciona soluções informatizadas e automatizadas para sustentar o crescimento econômico do Estado e do Fisco.

 

“É um concurso aguardado desde a criação do Cetif em 2010. A tecnologia da informação é um instrumento fundamental para o processo tributário do Estado e esse concurso vai trazer profissionais qualificados que vão fazer com que nós possamos desenvolver tecnologias para facilitar a vida do contribuinte e do cidadão e dar mais transparência no processo de arrecadação do Estado, afirmou Kleber Lyra.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) vai promover ações educativas em comemoração à Semana Nacional de Trânsito 2022, no período de 18 a 25 deste mês. O tema deste ano foi definido pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito): “Juntos salvamos vidas!”.

 

Nestes dias serão realizadas ações como palestras, blitze e trabalhos educativos. A iniciativa é direcionada a motoristas, motociclistas, ciclistas, pedestres e passageiros, com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a necessidade de um trânsito mais seguro.

 

O presidente do Detran-RR, Álvaro Duarte, informou que com a realização da Semana do Trânsito, a ideia é trazer questões e reflexões sobre comportamentos, além da importância do senso de coletividade no tráfego.

 

"Vamos ministrar palestras em escolas e empresas, mas já adiantamos essas atividades com uma palestra para motoristas de ambulância do HGR [Hospital Geral de Roraima]”, disse.

 

Duarte explicou ainda que estará no evento de motos de altas cilindradas, que ocorre nesta sexta (16) e sábado (17), distribuindo etilômetros para os próprios motoristas fazerem o teste e medirem a concentração de bebida alcoólica no sangue.  “Essa ação é de conscientização. Aliás, proteger a própria vida e a dos demais ao seu redor é fundamental”, declarou.

 

A Semana Nacional de Trânsito é realizada anualmente no mês de setembro, de acordo com o artigo 326 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), e tem como objetivo promover ações educativas e de conscientização para um trânsito mais seguro.

 

Uma das expectativas da campanha da Semana Nacional de Trânsito de 2022 é fazer com que as pessoas adotem novos comportamentos, valorizando a vida e, assim, seja possível reduzir o elevado número de lesões e de mortes causadas pelos acidentes de trânsito no Brasil.

 

TRANSPORTE DE PACIENTES

 

Nesta sexta-feira, 16, Detran-RR e Sesau (Secretaria de Saúde) organizaram uma palestra de orientação sobre condução segura e respeito às leis de trânsito voltada a motoristas de ambulâncias que prestam serviços para o Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento.

 

Os participantes puderam entender melhor as prerrogativas do CTB no tocante ao deslocamento de pacientes para unidades hospitalares e como os profissionais devem atuar nesta atividade.

Avalie este item
(0 votos)

Motoristas de ambulâncias que prestam serviços para o Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento participaram nesta sexta-feira, 16, de palestra de orientação sobre condução segura e respeito às leis de trânsito. A iniciativa é da Sesau (Secretaria de Saúde), em parceria com o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima).

 

Na ação, os participantes puderam entender melhor as prerrogativas do CTB (Código de Trânsito Brasileiro) no que diz respeito ao deslocamento de pacientes para unidades hospitalares, sobretudo, a atuação dos condutores de ambulâncias.

 

“Estivemos com os condutores de ambulância para trazer a importância do respeito à legislação, e ao cumprimento dessas regras que proporcionará segurança a eles e para as pessoas que estão sendo conduzidas dentro desse veículo”, afirmou o agente de fiscalização do Detran-RR, Vilmar Florêncio.

 

Segundo a diretora do DGES (Departamento de Gestão da Educação na Saúde), Márcia Máximo, a palestra surgiu com a demanda do HGR, onde viram a necessidade de capacitar os condutores de ambulância, uma vez que o serviço que prestam é essencial para a população.

 

“Nós articulamos com o Detran para nos ajudar e neste primeiro momento fizemos com os condutores de ambulância apenas do HGR. A ideia é ampliar isso para as outras unidades da capital e depois do interior do estado”, ressaltou.

 

Ao todo, 23 motoristas participaram da palestra, que aconteceu no auditório do HGR. Alex Nunes foi um dos condutores que estiveram presentes na palestra. Ele conta sobre o que mais absorveu da iniciativa.

 

“O que mais me chamou atenção no curso foram os vídeos educativos que mostram o que deve ser feito, a realidade dos dias atuais, nós nos colocamos na posição de condutor, pedestre e entre outros”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

Roraima vem ganhando destaque nas competições esportivas por conta do ótimo desempenho dos atletas do Estado. No dia 9 deste mês, a atleta Rafaela Silva, ganhou o Campeonato Brasileiro de Boxe Cadete e Juvenil, sediado em Foz do Iguaçu (PR), após derrotar a baiana Maria Eduarda de Jesus na categoria leve (até 60 kg).

 

Para comemorar a vitória da boxeadora de 17 anos, que é estudante do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Maria dos Prazeres Mota, o Governo de Roraima recepcionou a atleta no Palácio Senador Hélio Campos, onde foi promovido um encontro entre Rafaela e o governador Antonio Denarium.

 

“Fico feliz em podermos contribuir para o sucesso da Rafaela em um esporte tão importante como o boxe. O Governo de Roraima já enviou mais de 2 mil atletas para campeonatos regionais, nacionais, sul-americanos e mundiais. É um trabalho de valorização de todo o esporte no Estado”, declarou Denarium.

 

A paixão de Rafaela pelo boxe vem de berço, já que a principal influência no esporte é o pai, que também é boxeador há 30 anos. Por conta disso, ela é, agora, campeã brasileira de boxe e grande promessa do esporte brasileiro. E tudo com apoio do Compete Roraima, executado pelo Governo do Estado.

 

“A sensação é de gratidão, porque foi uma coisa que eu sonhei, trabalhei, lutei, e agora estou colhendo os frutos. Só tenho a agradecer a todo apoio que o Governo está dando. Estou muito feliz, porque só eu sei o quanto eu me esforcei, e quanto meu pai, minha irmã, família e amigos estavam treinando comigo e me apoiando. O esforço valeu a pena. Muito obrigada a todos”, ressaltou.

 

CAMPEÃ MUNDIAL

 

O pai de Rafaela, Ronaldo Silva, também é treinador e principal influência da carreira da atleta. Ele explicou que a jovem está atualmente no melhor momento da carreira. Além do brasileiro, ela também foi campeã mundial do campeonato de boxe Gymnasiade 2022, título conquistado em maio deste ano, na França.

 

“A Rafaela faz parte do círculo olímpico agora. Então, o Comitê Olímpico Brasileiro e a Confederação Brasileira de Boxe estão investindo nela, que viaja dia 2 para se preparar para o mundial na Europa. A Rafaela está agora com 17 anos e no topo da carreira”, relatou.

 

Silva detalhou que Rafaela se prepara para um campeonato que servirá como preparatório no dia 3 de outubro, na Espanha; depois, já em novembro, volta ao mesmo país para disputar a competição mundial.

 

Avalie este item
(0 votos)

Estão abertas as inscrições para o 1º Torneio de Xadrez Bia Cheres, do Cadah/S (Centro de Atividades e Desenvolvimento de Altas Habilidades/Superdotação), unidade vinculada à Seed (Secretaria de Educação e Desporto). Jogadores de 10 a 17 anos podem participar.

 

As inscrições seguem até o dia 20 de setembro. O evento ocorre no dia 24 deste mês, a partir das 8h, no Cadah/S, localizado na rua Profº Agnelo Bitencourt, 768, bairro São Francisco.

 

“O torneio é uma culminância para nossos alunos que já praticam o xadrez com o intuito de aprimorar suas potencialidades, além de divulgar e estimular a modalidade em Roraima e possuir um possível indicador de altas habilidades e superdotação”, disse o professor do domínio psicomotor do centro, Carlos Antonio Galiasso.

 

Os primeiros colocados das categorias masculina e feminina serão premiados com R$ 200,00. Os segundos e terceiros colocados receberão medalhas.

 

O CENTRO

 

O Cadah/S atende alunos com AEE (atendimento educacional especializado) que possuem indicadores de superdotação ou altas habilidades. Esses indicadores, de acordo com o psicólogo educacional americano Joseph Renzulli, são habilidades gerais ou específicas acima da média, elevados níveis de comprometimento com a tarefa e elevados níveis de criatividade.

 

Atualmente o Cadah/S de Roraima atende a oito alunos com domínio psicomotor que trabalham indicadores de altas habilidades, como é o caso dos enxadristas ou daqueles que se destacam em provas de raciocínio lógico. Ao todo, são 77 alunos matriculados no centro.

 

BIA CHERES

 

O torneio homenageia a aluna do centro que mais se destacou nos últimos anos, não só no xadrez. Bia é destaque a nível nacional, e coleciona 40 premiações a nível regional e nacional.

 

Avalie este item
(0 votos)

A tarde desta quinta-feira, 15, foi de fortes emoções para os roraimenses nos Jogos da Juventude em Aracaju (SE). O time de handebol masculino da Escola Monteiro Lobato entrou com tudo em quadra e venceu a equipe da Bahia em um jogo emocionante, garantindo vaga na semifinal.

 

A partida foi muito acirrada. A emoção estava à flor da pele tanto em quadra, quanto na  arquibancada, com a presença em massa da torcida dos dois times. Os roraimenses acertavam os passes, marcavam gols e a reação dos baianos era imediata.

 

Por várias vezes o placar ficou empatado. Em um momento, Roraima estava em vantagem, e no seguinte, estava atrás da Bahia, padrão que permaneceu durante toda a partida.

 

Posteriormente, a equipe roraimense conseguiu manter o ritmo, executando boas marcações. O destaque foi o goleiro Eduardo, que conseguiu fazer grandes defesas.

 

Segundo o ponteira direita da equipe, Lucas Gabriel, o time teve alguns erros, mas conseguiu fazer um jogo focado na estratégia.

 

"Foi um jogo muito duro, mas também muito tático. Nós estudamos a outra equipe, assim como eles também observaram o nosso jogo antes. Mas conseguimos avaliar os nossos erros em quadra e observar os deles e assim conseguimos sair na frente no placar", disse.

 

Roraima venceu Bahia com um placar com quatro pontos de diferença: 26 a 22. Agora, o time se prepara para enfrentar a equipe de Tocantins, no jogo da semifinal, nesta sexta-feira, 16.

 

"Foi um jogo muito difícil, com placar apertado, mas os meninos conseguiram virar o jogo, tiveram uma atuação maravilhosa. O goleiro pegou muitas bolas e foi emocionante do início ao fim. Estamos felizes, e agora vamos para a próxima", destacou Klyssia Sahdo, professora que acompanha a equipe e que conta também com o apoio do técnico e professor Elton Guedes.

 

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima formou nesta quinta-feira, 15, mais uma turma de 123 cabos da que concluíram o Curso Especial de Formação de Cabos do quadro especial de praças da Polícia Militar de Roraima do segundo semestre de 2022.

 

A cerimônia de promoção ocorreu no Estádio Flamarion Vasconcelos e teve a presença do general de brigada e comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, Marcelo Lorenzini Zucco.

 

O curso de qualificação iniciou no dia 15 de junho e teve duração de 3 meses. Foram ministradas 12 disciplinas nas áreas jurídica, administrativa e o estágio operacional, totalizando a carga horária de 450 horas-aulas na formação.

 

A formação continuada faz parte do programa de valorização da carreira dos policiais militares, política que tem sido desenvolvida pelo Governo do Estado. Ainda neste ano, mais 194 soldados estarão realizando o mesmo curso de Formação de Cabos e poderão ascender em suas carreiras.

 

Para o comandante da PM, coronel Francisco Xavier, o Governo de Roraima tem se preocupado com a qualificação e valorização de todos que compõem as forças de segurança estaduais.

 

“Além de todo o investimento na segurança que o Governo de Roraima tem feito, como reaparelhamento, reestruturação dos quartéis e delegacias, também temos preocupação em qualificar a tropa. Hoje formamos mais 123 cabos, e isso demonstra a valorização do profissional de segurança pública. Agora esses policiais se encontram prontos para contribuírem ainda mais a nossa sociedade”, disse Xavier.

 

Os novos cabos serão empregados, prioritariamente, na execução da atividade policial militar. Eles foram capacitados para desempenhar novas funções, que a partir de agora passam a atuar no comando de equipes de serviço e auxiliar sargentos e oficiais nas instruções e serviços diários da corporação.

 

Agora recém-formado, o segundo colocado da tropa, o cabo PM, Luan Storny, falou sobre o desempenho que teve no curso e atuação no serviço.

 

“O curso foi um desafio pessoal pra mim, onde tive que superar minhas dificuldades para conseguir avançar durante o curso e conseguir oficiar a colocação que tive, em ser o segundo colocado. Julgo que não foi fácil, entre 123 alunos poder conquistar e alcançar o objetivo, isso foi muito gratificante. A partir desse momento, pretendo aplicar o meu conhecimento no serviço do dia a dia”, declarou.

 

VALORIZAÇÃO DA TROPA

 

Desde de 2018, a gestão do Governo de Roraima trabalha para melhorar as forças estaduais de segurança pública com o aparelhamento, viaturas e cursos de qualificação profissional. Já foram mais de R$ 600 milhões na Polícia Militar de Roraima, em equipamentos, armamentos, munição, pistolas, rifles, fuzis e itens de proteção individual, como coletes balísticos.

 

No dia 12 de novembro de 2021, o Governo lançou o Polícia na Rua, o maior programa de segurança pública da história do Estado. São mais de 120 viaturas modernas e equipadas com sistema de inteligência para reforçar o policiamento ostensivo, tanto na capital, quanto no interior.

 

Além disso, o Executivo tem valorizado a tropa com promoções de policiais militares do quadro de praças e oficiais. Entre os anos de 2019 e 2021, foram promovidos 1.913 policiais militares, sendo 559 oficiais e 1.354 praças, o que totaliza, até o momento, 2.037 promoções. Investindo na qualificação dos profissionais, 678 policiais militares fizeram cursos de formação e aperfeiçoamento.

 

Também realizou concurso público para a PMRR com 400 vagas. No entanto, após todas as etapas finalizadas, 423 aprovados foram convocados para o curso de formação, e todos já estão trabalhando.

 

Também foram chamados 137 policiais da segunda turma para fazer o curso de formação, totalizando 559 novos policiais que passaram a fazer parte da corporação militar.

 

No início do mês de abril de 2022, o Governo convocou 334 da terceira turma para o curso de formação. Posteriormente, em junho, foram convocados mais 120 classificados do cadastro de reserva.

Avalie este item
(0 votos)

Desde 2021, o CRSM (Centro de Referência de Saúde Mulher Maria Luíza Castro Perin), unidade da Sesau (Secretaria da Saúde), recebe as servidoras estaduais para atendimento noturno. A iniciativa do Governo de Roraima tem como foco a valorização contínua da mulher.

 

Sabendo da dificuldade de muitas funcionárias em acessar alguns serviços médicos devido ao horário de trabalho, a Sesau estendeu os atendimentos para o período da noite, especialmente para que as servidoras pudessem usufruir dos benefícios do centro.

 

“É uma grande conquista estender o atendimento para as servidoras estaduais, não importa se ela é seletivada, concursada ou comissionada, inclusive funcionárias de empresas terceirizadas têm acesso aos serviços que o Centro de Referência oferece que são dirigidos a elas”, afirmou a diretora da unidade, Marília Pinto.

 

A servidora Cyane Barros é uma das mulheres que procurou o atendimento estendido para as funcionárias. Ela conta como soube da novidade.

 

“Faz um tempo que procurava um dermatologista e uma colega mandou uma mensagem falando do atendimento para as servidoras. Achei maravilhoso, porque eu nem sabia que tinha esse serviço disponível aqui [no CRSM]. E foi super fácil conseguir uma consulta, agendei em um horário ótimo e estou amando”, relatou.

 

SERVIÇOS

 

As servidoras estaduais têm acesso em horário estendido do CRSM a partir das 18h, de segunda a quinta-feira. A unidade fica localizada na avenida Capitão Júlio Bezerra, nº 1632, Aparecida.

 

Integram os serviços noturnos ginecologia geral, mastologia geral, nutrição, dermatologia, fisioterapia, pilates, coleta de preventivo, e havendo a necessidade é feito o exame de ultrassonografia, e fisioterapia em uroginecologia.

 

Para abrir o prontuário, é preciso comparecer ao SAME (Serviço de Arquivo Médico e Estatística) da unidade durante o dia, das 7h às 18h, com os documentos em mãos, incluindo o cartão do SUS, RG, CPF, comprovante de residência, e também um crachá ou declaração do RH (Recursos Humanos) constatando que se trata de uma servidora.

 

Avalie este item
(0 votos)

Para melhorar a gestão de recursos nas escolas da rede estadual, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e o Cecampe Norte/Roraima (Centro Colaborador de Apoio ao Monitoramento e à Gestão de Programas Educacionais) aplicam, entre os dias 15 e 30 de setembro, um curso de capacitação para equipes gestoras de 58 escolas da capital.

 

Podem participar gestores das unidades escolares, coordenadores pedagógicos, presidentes e tesoureiros das APMs (Associações de Pais e Mestres). Caso os participantes não puderem participar, terão que escolher um membro comum da associação para representá-los.

 

“Geralmente as equipes gestoras sabem das necessidades de material para as escolas e as associações executam a compra desses materiais” Explicou o chefe da Diconv (Divisão de Convênio) da Seed, Edmilson da Silva Júnior.

 

As escolas foram divididas em três grupos com dias alternados de capacitações. O primeiro grupo, com 18 escolas, termina nesta sexta-feira, 16. O segundo grupo, com mais 18 escolas, inicia no dia 22 e segue até o dia 23 deste mês. O último grupo, com 22 escolas, recebe a capacitação entre os dias 29 e 30 de setembro.

 

O curso acontece no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional Antônio de Pinho Lima, localizado na rua Hungria, 926, bairro Cauamé.

 

“A inscrição é feita via link enviada por memorando para as escolas. Caso não tenha se inscrito pelo link, no dia do evento pode se inscrever no ato da capacitação”, destacou Júnior.

 

A inscrição pode ser realizada por meio presencial, de acordo com o cronograma em que a escola está inserida, ou ainda por meio do link do Google Formulários.

 

CENTROS COLABORADORES

 

Os centros colaboradores são universidades parceiras do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) que realizam atividade de assistência técnica e monitoramento para apoiar Estados, municípios e escolas que aprimorarem a execução e o desempenho do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola) e suas ações integradas, além dos Programas Caminhos da Escola e o Pnate (Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar).

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quinta-feira, 15, é celebrado o Dia Mundial de Conscientização sobre o Linfoma, um tipo de câncer que se caracteriza pelo crescimento acelerado das células não saudáveis no sistema linfático.

 

Mais de 14 mil casos são diagnosticados anualmente no Brasil, segundo dados o INCA (Instituto Nacional do Câncer). Em Roraima, oito pacientes passaram por tratamento contra a doença na Unacon-RR (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Roraima).

 

“A data é interessante como forma de promover para o público a importância de verificar, através da palpação [método que consiste em usar as pontas dos dedos ou as palmas das mãos para examinar o corpo], se tem algum linfonodo que realmente mereça uma atenção especial”, explicou a médica hematologista da Unacon-RR, Rinilza Felizola.

 

Conforme a especialista, o linfoma pode se manifestar em forma de inchaços nos linfonodos, geralmente na região do pescoço, axila e virilha, além de outros sintomas como suor noturno, aumento do baço, perda de peso sem motivo aparente, febre, coceira na pele e fadiga.

 

Apesar de ser detectável por meio da palpação, Rinilza ressalta que a busca por um especialista é essencial para o diagnóstico precoce. O tratamento pode ser feito por quimioterapia, radioterapia e transplante de medula óssea.

 

“O linfoma tem alguns outros sintomas. Além do caroço, que está associado à febre, perda de peso e suor noturno, a partir disso, a suspeita da doença se torna maior. Com o diagnóstico, é necessário melhorar os hábitos de alimentação, diminuição do estresse e outros elementos que favorecem o acometimento”, destacou.

 

Vale ressaltar ainda que o rastreamento da doença é feito em qualquer UBS (Unidade Básica de Saúde), que pode encaminhar o paciente para uma unidade da rede especializada de saúde, como a Clínica Médica Especializada Coronel Mota, caso haja a necessidade de uma avaliação mais detalhada.

 

A unidade dispõe de uma equipe multidisciplinar, com cerca de 80 profissionais, oferecendo 31 diferentes serviços em diversas especialidades, desde o tratamento médico ao atendimento psicológico e terapêutico, atendendo assim a todas as necessidades do paciente.

 

Com a apresentação de exames, um especialista passa a fazer o acompanhamento do paciente, conforme o tipo de câncer que ele precisará tratar. Feito a análise do caso, o mesmo contará com toda a estrutura necessária para garantir o melhor tratamento para a doença.

 

Até o momento, a unidade contabilizou 645 procedimentos voltados para a hematologia oncológica.

 

“Muitos nem sabem ou ignoram. E tendo um diagnóstico precoce de um câncer, a probabilidade de cura é maior”, concluiu Rizilda.

Avalie este item
(0 votos)

Finalizando mais uma importante etapa de regularização fundiária urbana em Boa Vista, a Codesaima está atendendo moradores do conjunto habitacional Cambará até sábado, 17 de setembro. A ação teve início na segunda-feira, 12. 

 

O atendimento aos moradores é realizado na Escola Estadual Militarizada Pedro Elias Albuquerque, na rua Ametista, nº 631, no bairro Jóquei Clube, das 14h às 18h30. No sábado, último dia da campanha, o horário será das 8h às 12h.

 

Os documentos que os mutuários devem providenciar são: RG, CPF, comprovante de residência, certidão de casamento e matrícula do imóvel, além de carteira de vacinação contra a covid-19 para isenção de tarifas.

 

O conjunto Cambará possui 620 imóveis. Até agora 190 pessoas foram à escola para iniciar o processo de regularização.

 

A moradora Elizete Januário espera há oito anos para receber o documento de transferência da residência para o seu nome. “Sou a quarta proprietária, tenho os recibos de compra e espero poder conseguir regularizar. Sem documento da casa é ruim, você fica com receio”, disse.

 

Já a moradora da rua Melo Junior, Sandra Maria Castro, disse que foi uma das primeiras moradoras do conjunto, há 32 anos. “Já tentamos regularizar, veio a pandemia e não conseguimos. Agora vai dar certo”, declarou.

 

A coordenadora da ação, Jaira Monteiro, disse que o atendimento irá até sábado e não está previsto nenhuma prorrogação dos trabalhos na escola. “Iremos atender até sábado. Mas de qualquer forma, as pessoas que precisarem do serviço podem buscar informações na própria sede da Codesaima”, disse.

 

A sede da Codesaima fica na avenida Mário Homem de Melo, 1489, no bairro Mecejana e funciona de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

 

OUTROS CONJUNTOS

 

Em agosto a ação foi realizada para os conjuntos Caimbé l e ll. O atendimento aos moradores aconteceu na Escola Estadual Major Alcides, no bairro Asa Branca. De 631 casas, 229 mutuários procuraram o serviço. A campanha para esses conjuntos deve retornar, provavelmente, entre os dias 26 a 30 de setembro.

 

Avalie este item
(0 votos)

Servidores do PACS (Pronto Atendimento Cosme e Silva) celebraram na manhã desta
quinta-feira, 15, o aniversário de 28 anos da unidade, completados na segunda-feira, 12.
A ação contou ainda com um café da manhã servido aos funcionários do local.

Situada na rua Delman Veras, no Pintolândia, em Boa Vista, o Cosme e Silva acolhe as
demandas de grande parte da população que reside na zona oeste da capital,
registrando uma média de 16 mil atendimentos por mês.

Por ser uma unidade de pronto atendimento, a unidade é o destino de pacientes que
procuram acolhimento com maior celeridade, funcionando 24 horas por dia para os
casos de urgência e emergência médica, com oito clínicos de prontidão.

Servidora da unidade desde 2005, Rozires Souto Maior atua como coordenadora do
SAME (Serviço de Arquivo Médico Estatístico). Ela lembra com carinho o crescimento da
unidade, que hoje é tida como uma das referências do Estado.

“Já trabalhei em vários outros setores como forma de aprendizado e contribuição. Desde
2005 a população do Estado cresce e o PACS tem acompanhado esse fenômeno, com
laboratório, raio X e vários consultórios médicos que foram sendo acrescentados à
unidade”, destacou.

A assessora da direção-geral da unidade, Romina Carvalho, afirmou que a data foi
comemorada com um café da manhã oferecido aos servidores como forma especial de

agradecimento à equipe que presta serviço de qualidade para a população que procura
o Cosme e Silva.

“Nós não deixamos de atender nenhum usuário que vem a nossa unidade. Temos uma
equipe de triagem para fazer a classificação de risco e com isso ela é direcionada aos
médicos”, completou Romina.

 
Avalie este item
(0 votos)

As feiras de ciências de escolas estaduais da capital e interior são atividades que
servem para estimular a prática de atividades científicas dentro das escolas e escolher
previamente trabalhos de relevância para serem exibidos na 29ª edição da Fecirr (Feira
Estadual de Ciências de Roraima), que vai ocorrer nos dias 10 e 11 de novembro, no
Parque Anauá.

Nesta sexta-feira, 16, a Escola Estadual Hildebrando Ferro Bitencourt realiza, durante
toda a manhã, a 13ª Feira de Ciências da instituição, com temática sobre a tecnologia e
inovação da ciência nos 200 anos de Independência do Brasil.

O evento é aberto a toda a comunidade escolar, com apresentações de brinquedos
antigos, trabalhos sobre a presença de povos de outras nacionalidades e o impacto da
migração no processo educativo, conceito e prática sobre a arborização e reciclagem na
escola, apresentação de estudos de casos, fatos e opiniões sobre o garimpo no Estado
e diferentes fontes de energia em Roraima.

“Nós temos um tema central na escola sobre a questão ambiental, partindo do eixo ‘do
descarte à arte’ com o intuito de divulgar os trabalhos desenvolvidos pelos alunos e
identificar os diversos fatores que contribuem para a bioeconomia de Roraima
explorando a curiosidade dos alunos”, disse a gestora da escola, Hilda Maria Freire
Montysuma.

O evento inicia às 7h30 com a organização dos projetos, seguindo para a abertura com
a palavra da gestora, exposição dos trabalhos e visitação encerrando às 11h45.

FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS

O período de inscrições para a tradicional Fecirr está aberto. Após a pandemia de covid-
19, o evento, que já está na 29ª edição, acontecerá de forma presencial no Parque
Anauá nos dias 10 e 11 de novembro. Este ano, o tema será “Roraima: 33 anos de
Ciência, Tecnologia e Inovação”.

As inscrições devem ser efetuadas pelo professor-orientador, gestor escolar ou
coordenador pedagógico da escola, por meio do preenchimento de um formulário
eletrônico oficial, encontrado no edital da feira.

Para participar da feira, é importante que cada trabalho inscrito esteja composto por no
máximo três estudantes além do professor-orientador. Cada professor-orientador poderá
orientar um único projeto por turma e por escola. Cada instituição poderá inscrever até
três projetos por etapa de ensino.

 
Avalie este item
(0 votos)

Policiais militares de Roraima concluíram na terça-feira, dia 14, no estado do Amazonas, curso de negociadores de crises. Os militares passaram por treinamento de 30 dias no estado vizinho e agora estão capacitados para atuarem em ocorrências típicas de crises.

 

O I Curso de Negociação Policial foi promovido pela Polícia Militar do Amazonas (PMAM), em Manaus. Iniciado no dia 15 de agosto teve a duração de quatro semanas. Entre os participantes estavam a 2° Tenente PMRR Cristiane de Sousa Levino e o 2° Tenente PMRR Jefferson da Silva Santos.

 

Segundo o comandante Geral da PMRR, coronel Francisco Xavier, a presença dos policiais militares de Roraima em mais este curso representa o investimento que o Governo de Roraima faz na Polícia Militar de Roraima, promovendo, ao logo de dois anos, a todo seu efetivo, proporcionado a oportunidade da formação técnica, capacitação continuada e treinamento da tropa na busca do melhor atendimento ao cidadão roraimense.

 

A 2° Ten Levino, agradeceu a Polícia Militar de Roraima pelo privilégio de ter ido fazer o curso no Amazonas. “Foi uma oportunidade impar de se obter uma gama ampla de conhecimentos”, complementou.

 

E acrescentou: “Tivemos contato com instrutores do Amazonas, Minas Gerais, Alagoas, Pernambuco, Espírito Santo, Paraná, Ceará, São Paulo e Amapá. Alem disto tivemos instrutores renomados de âmbito internacional como de Portugal, Equador e Peru, foi um momento de muito aprendizado, fomos muito bem capacitados”, destacou a tenente.

       

O CURSO

 

O curso durou 30 dias e teve 260 horas-aulas, contando com a participação de 22 policiais, sendo 18 da PMAM, um da PMPA, um da PRF e dois da PMRR, englobando 16 disciplinas, das quais: Doutrina de Gerenciamento de Crises, Psicologia aplicada à negociação em crises, Primeira intervenção em crise, Técnicas e táticas de negociação, Crise em estabelecimentos prisionais, Negociação com suicidas, Terrorismo, Tiro de comprometimento, Primeira intervenção em ocorrência com artefatos explosivos, entre outras.

 

O curso capacitou os profissionais da segurança pública para atuarem em ocorrências como rebeliões, assaltos com reféns, terrorismo e tentativas de suicídios, baseado em uma série de treinamentos, estudos de casos e além de exercícios práticos.

Avalie este item
(0 votos)

A equipe de handebol masculina da Escola Monteiro Lobato estreou com o pé direito nos Jogos da Juventude. Os roraimenses estavam muito centrados no jogo. Depois de vencido o nervosismo inicial, partiram pra cima dos adversários.

 

O time estava bem, conseguiu armar jogadas de ataque rápido. A defesa também funcionou e o resultado foi a marcação de muitos gols, balançando a rede adversária.

 

Roraima conseguiu manter o ritmo da partida e ficou sempre à frente no placar. O Acre tentou uma reação, acertou passes e marcou pontos em busca de empatar e virar a partida. Mas, os acreanos não conseguiram e a vitória foi de Roraima por 29 a 21.

 

"Todo jogo é muito difícil. É uma guerra. Mas a gente tava psicologicamente e fisicamente preparado. No primeiro tempo, o time estava nervoso, porque era nossa estreia no campeonato. Mas tivemos um bom resultado.  Conseguimos colocar a cabeça no lugar e isso foi importante para a vitória", explicou Luciano Firmiano, pivô do time.

 

Para a professora que acompanha a equipe, Klyssia Sahdo, o time conseguiu realizar bem a marcação.

 

"Foi uma partida difícil, várias vezes mudaram a marcação. Mas eles conseguiram se adaptar e colocar em prática o que treinaram lá em Roraima. Agora precisamos pensar no próximo jogo", disse.

 

Os roraimenses enfrentam na tarde desta quinta-feira, 15, a equipe da Bahia. No handebol feminino, o time da Fametro jogou contra o Amazonas e não alcançou a vitória. No Basquetebol feminino, as meninas do IBR (Instituto Batista de Roraima) enfrentaram o Ceará e também perderam a partida.

 

No masculino, a equipe de basquetebol, que também é do IBR jogou contra Sergipe. Foi um bom jogo, os roraimenses foram pra cima dos sergipanos e começaram vencendo a partida com a diferença de sete pontos.

 

Mas, o time da casa reagiu, conseguiu virar o placar, e acabou vencendo por por 36 a 29.

 

 

JUDÔ E GINÁSTICA RÍTMICA

 

 

Nesta quinta-feira, 15, começam as disputas no judô e na ginástica rítmica.

 

Para este quarto e último bloco de competições dos Jogos da Juventude, Roraima conta com uma representante na ginástica, a atleta Andrea Fontes do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Irmã Maria Teresa Parodi, acompanhada da professora Soraya Souza.

 

Na manhã de hoje será o treinamento obrigatório oficial de pódio da ginástica, onde as atletas podem treinar a série com e sem música no tapete. A competição começa na sexta-feira, 16.

 

E no judô, 13 atletas representam o Estado e estão acompanhados dos professores Paulo Cézar e Eudenio Matias. As lutas já começam nesta quinta-feira, 15.

Avalie este item
(0 votos)

Alunos e professores das escolas estaduais de ensino médio em Boa Vista que receberam tablets educacionais agora podem contar com cartões SIM (chips) de 20 GB de internet móvel.

 

A entrega dos dispositivos ocorreu na manhã desta quarta-feira, 14, no auditório da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) aos gestores da capital. A ação é mais um investimento do Governo de Roraima por meio da secretaria na área de tecnologia educacional.

 

A proposta prevê equipar as escolas para a recuperação do tempo perdido durante a pandemia de covid-19. Os cartões SIM servem para acesso à internet e não como ligação.

 

A previsão é que a partir da próxima semana, alunos das escolas do interior também sejam contemplados. As únicas restrições são para as localidades que não possuem qualquer tipo de acesso à internet.

 

“Houve uma lacuna na aprendizagem e o recurso tecnológico vem para fortalecer enquanto ferramenta pedagógica nessa recuperação. Foram entregues tablets para os alunos, notebooks para as escolas e agora vem os chips para otimizar o aprendizado do estudante dentro de sala de aula”, disse o secretário-adjunto de educação básica da Seed, Semaias Alexandre.

 

INVESTIMENTO

 

Até o momento, o Governo de Roraima já distribuiu 21.850 tablets para estudantes de escolas localizadas na capital, interior e comunidades indígenas. No caso dos cartões, caso o aluno saia da escola por quaisquer motivos, o chip será desativado.

 

“Esses materiais tecnológicos que os alunos estão recebendo ajudam no desenvolvimento cognitivo. A pandemia veio nos mostrar o que já tínhamos e não usávamos diariamente com os alunos. Também veio para aprimorar o conhecimento dos professores com oficinas e outros aplicativos e novas metodologias”, afirmou a gestora da Escola Estadual América Sarmento Bezerra, Luciana Bezerra.

 

NOVO PRAZO PARA AQUISIÇÃO

 

Os gestores das escolas do Ensino Médio em que foram entregues os tablets devem entregar, devidamente preenchida, uma planilha de dados de todos os alunos que receberam os equipamentos.

 

Uma equipe da GTIC (Gerência de Tecnologia da Informação e Comunicação) da Seed está fazendo a análise das planilhas enviadas pelas escolas, para que novos chips sejam liberados.

 

“Mesmo quem ainda não recebeu tablets vai receber os chips que podem ser colocados no celular ou outro equipamento. Os alunos e professores terão internet custeada pelo Governo de Roraima por um ano. Caso o aluno saia da escola, tanto o chip quanto o tablet vão ser devolvidos para serem utilizados por outro aluno”, detalhou Samuel.

 

No ato de recebimento do chip, os alunos ou responsáveis devem assinar um termo de compromisso, que será disponibilizado para as escolas assim que os dispositivos forem liberados para uso.

 

RECURSOS DO GOVERNO FEDERAL

 

A internet disponibilizada é da operadora Claro. Os recursos para aquisição dos chips de conectividade são oriundos do Governo Federal por meio do Piec (Programa de Inovação Educação Conectada), na ordem de R$ R$ 8,5 milhões. O objetivo do Programa é promover o uso da tecnologia como ferramenta de enriquecimento pedagógico do ensino público.

 

“A Seed dividiu esse recurso em dois projetos: um deles adquirindo 45 mil chips para que todos os alunos do Ensino Médio, professores e uma parcela de alunos do Ensino Fundamental, primeiramente do 9º ano, recebam o dispositivo para que possam ter internet”, explicou o gerente de Tecnologia da Informação e Comunicação da secretaria, Samuel Castro.

 

Ele destacou ainda que o outro projeto é a aquisição de tablets para atender os estudantes do Ensino Fundamental, e que o processo já está em andamento na Secretaria.

Avalie este item
(0 votos)

O Setembro Amarelo é o mês em que é realizada a campanha de sensibilização sobre a prevenção do suicídio. E nesta quarta-feira, 14, o DPSE (Departamento de Proteção Especial Social) da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), promoveu uma manhã de palestras e debates no auditório do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima.

 

O objetivo do evento é promover a reflexão e sensibilização dos trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), servidores e público geral sobre a temática da campanha, ressaltando a importância da valorização da vida e do cuidado com a saúde mental.

 

Segundo a psicóloga Priscila Amazonas, a escolha do tema “Seja Sol na Vida de Alguém” é uma forma de valorizar a vida da pessoa que está precisando de ajuda.

 

“Este ano a campanha Setembro Amarelo é direcionada para os servidores dos abrigos, do SUAS e unidades que integram a Setrabes, o tema em si busca trazer o conhecimento e a importância de a pessoa ser um Sol na vida de alguém, através de conversa, ajuda e proteção, demonstrando amor e cuidado ao próximo”, disse.

 

A secretária Tânia Soares relatou sobre o trabalho desenvolvido pela Setrabes, para ajudar quem mais precisa, mostrar que ninguém está só e que juntos podemos auxiliar a todos que estão passando por esse momento difícil.

 

“É fundamental falarmos sobre o tema e promover a prevenção e sensibilizar sobre a importância da vida para a população, neste caso os servidores, para os sintomas de um problema sério para a saúde mental que pode afetar a qualquer um no nosso entorno”, finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

Com o intuito de diminuir o tempo de espera e potencializar o número de doações, foi criada a campanha Setembro Verde, alusiva ao Dia Nacional da Doação de Órgãos, comemorado em 27 do mesmo mês, com ações em todo o país durante o mês de setembro. Em Roraima, o Governo do Estado promove uma série de ações para sensibilizar a população sobre a importância do ato.

 

A programação teve início nesta terça-feira, 13, com a promoção de uma passeata que mobilizou profissionais de saúde e moradores do município de Alto Alegre. Todas as atividades têm o apoio da CET-RR (Central Estadual de Transplantes de Roraima)

 

“Doar órgãos é um ato altruísta. Então, é sempre importante que a pessoa que tenha interesse em ser doadora converse com a família sobre o assunto, para que o desejo em vida seja respeitado e atendido em uma eventual ocasião de morte", destacou a coordenadora da CET, Patrícia Renovato. 

 

Além dos profissionais de saúde e população em geral, a classe acadêmica também receberá orientações sobre o tema, com um ciclo de palestras que será realizado no dia 26, na UFRR (Universidade Federal de Roraima).

 

“Além de levar conhecimento para os profissionais de saúde, esse ciclo de palestras também tem o intuito de conscientizar a população em geral sobre a importância de conversar com a família a possibilidade de ser um doador de órgãos, e de mesmo em um momento difícil você ter essa atitude benevolente ofertando uma chance de vida para quem está à espera de um órgão”, completou.

 

SOBRE A CET-RR

 

Inaugurada em 2015, a Central Estadual de Transplantes de Roraima está conectada às CETs de todo o Brasil. Como o Estado não realiza as cirurgias de transplantes, a unidade funciona como unidade de captação de possíveis doadores, a partir da autorização dos familiares.

 

“Quando um paciente tem uma lesão neurológica grave irreversível, que apesar das condutas e esforços médicos disponíveis vem a óbito, nós fazemos o diagnóstico de morte encefálica e então comunicamos a família sobre a possibilidade da doação e explicamos o processo”, explicou Renovato.

 

Com o consentimento da família, uma equipe cirúrgica de outro estado vem ao Estado para fazer a captação no Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento.  Os órgãos são ofertados na Central Nacional para que posteriormente um receptor seja beneficiado.

 

Em 2018, foi efetuada a primeira captação de órgãos no Estado e outras 05 captações foram realizadas ao longo de quatro anos.

 

“No Brasil existe uma fila enorme de receptores, são pacientes doentes em final de vida aguardando por um órgão, mas não a fila de doadores. Quem tem o interesse em ser um doador, é importante conversar com os parentes que caso aconteça de vir a falecer, que ele seja um possível doador”, concluiu Patrícia

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima deu início à implementação da Rami (Rede de Atenção Materna e Infantil) nas maternidades de Roraima. A iniciativa, executada pela Sesau (Secretaria de Saúde), tem a finalidade de garantir uma melhor prestação de serviço para gestantes e recém nascidos.

 

O secretário-adjunto da Sesau, Edson Castro, explicou que a Rami é uma rede que leva em consideração aspectos e diferenças culturais de cada região do Brasil. “Aqui em Roraima temos a questão da imigração, e anteriormente essa realidade não era vivenciada no âmbito da Rede Cegonha. Então os profissionais das maternidades foram ouvidos para reconhecimento e orientações, de forma a buscar o melhor atendimento possível”, destacou.

 

A Rede Cegonha é uma estratégia do MS (Ministério da Saúde) que trabalha uma cadeia de cuidados para gestantes e puérperas. Agora a Rami assume essas ações de forma estruturada para garantir às mulheres o direito ao planejamento familiar, à atenção segura, qualificada e humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.

 

A NOVA REDE

 

O início das ações de implementação da Rami em Roraima ocorreu com execução da quinta oficina da rede, que contou com a presença de técnicos do MS. O treinamento teve ainda com a participação de conselheiros de saúde, gestores e profissionais que atuam em unidades de saúde dos municípios e do Estado

 

A coordenadora-geral da Atenção Básica da Sesau, Helena Castelo Branco, ressaltou que a Rami é uma ferramenta de qualificação do cuidado às gestantes, puérperas e aos bebês, à medida que estabelece critérios de habilitações de serviços, recursos e objetivos da rede, além do estímulo para mais conhecimento da realidade local.

 

“A Rede de Atenção Materna e Infantil veio substituir a Rede Cegonha, e é uma estratégia que o Ministério da Saúde vem desenvolvendo para assegurar às mulheres o direito ao planejamento familiar, acolhimento, acesso ao cuidado humanizado no pré-natal, no parto e no puerpério, bem como garantir ao recém-nascido, o direito de um nascimento seguro, crescimento e desenvolvimento saudáveis”, reforçou.

 

A Rami é desenvolvida em cada Estado considerando critérios epidemiológicos, taxas de mortalidade infantil, razões de mortalidade materna e densidades populacionais.

 

Além da oficina, a equipe do ministério participou de visitas na Maternidade de Rorainópolis Thereza Monay Montessi e no Hospital Délio de Oliveira Tupinambá de Pacaraima, devidamente acompanhada por técnicos de referência da Sesau para o cuidado materno infantil.

 

As próximas unidades que serão visitadas são Centro de Referência de Saúde da Mulher Maria Luíza Perin Castro e o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth, uma vez que são as duas unidades de referência na realização dos serviços de pré-natal de alto risco e de parto no Estado.

Avalie este item
(0 votos)

A PCRR (Polícia Civil de Roraima) apresentou nesta quarta-feira, 14, o balanço da Operação Vetus 2022, realizada por meio de cooperação entre o MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública) e as polícias civis de todo o país.

 

De acordo com informações prestadas pelo Delegado Paulo Henrique Tomaz, titular da DPIPNE (Delegacia de Proteção ao Idoso e a Pessoa com Necessidade Especial), que coordenou pelo terceiro ano consecutivo as ações policiais no Estado, a Operação Vetus teve como objetivo o combate aos crimes de violência contra os idosos.

 

NÚMEROS

 

Conforme Tomaz, foram recebidas 59 denúncias de violência contra idosos, 57 vítimas atendidas e 251 diligências realizadas, além do cumprimento de um mandado de prisão, duas MPUs (medida protetiva de urgência) solicitadas, instauração de 17 inquéritos policiais, conclusão de 15 inquéritos e 11 TCOs (Termos Circunstanciados de Ocorrência) lavrados, com uma vítima resgatada.

 

“Foram 30 dias ininterruptos, fazendo levantamentos, visitas, apurando denúncias, instaurando inquéritos e realizando diligências de crimes contra idosos vítimas de violência”, disse o delegado.

 

CASO RECENTE

 

“Durante as diligências recebemos a denúncia de uma senhora de 74 anos que estava sendo vítima de agressão física. Prontamente prestamos auxílio e passamos a diligenciar no socorro da idosa, que foi levada ao Hospital Geral de Roraima”, disse Paulo Henrique.

 

 

Segundo o delegado, foram constatadas lesões graves, com dois dedos da mão quebrados, lesões nas costas, ombro, dentes quebrados e lábios machucados. Diante da situação da vítima, ela foi encaminhada para realização de exame de corpo de delito, e instaurado um inquérito policial para responsabilização da autora do crime, a filha da idosa, uma mulher de 38 anos, que morava com ela.

 

 

O caso foi registrado na sexta-feira, 9, e policiais realizaram diligências com intuito de localizar a acusada. Ela foi encontrada, mas, por não estar mais em situação de flagrante, a mesma foi indiciada e vai responder pelos crimes de lesão corporal grave, maus tratos e apropriação de bens ou proventos, uma vez que era ela a responsável por receber o pagamento da mãe e após desentendimentos agrediu a idosa.

 

 

“A denúncia é importante, essas informações são trazidas até o nosso conhecimento, onde é preservada a identidade de quem denuncia. Em função dessas denúncias, muitos inquéritos são iniciados e nós conseguimos combater esses crimes. E uma das nossas preocupações é que os familiares tenham consciência que os idosos precisam de uma atenção especial, cuidado especial e em função de abandono e maus tratos esses parentes são investigados e indiciados”, finalizou o delegado.

Avalie este item
(0 votos)

Na terça-feira, dia 13, começou em Aracaju, a terceira etapa da competição, com as modalidades de basquetebol e handebol. Para este bloco, desembarcaram na cidade sede dos Jogos da Juventude, 46 atletas da Delegação de Roraima.

 

E os roraimenses estrearam em quadra. Na terça-feira, 13, o time de handebol feminino da Fametro jogou contra a equipe da Bahia, dentro da categoria terceira divisão.

 

As meninas começaram vencendo, fazendo os primeiros gols da partida. Porém, o nervosismo da estreia do primeiro jogo pesou um pouco para as roraimenses, que apresentaram algumas falhas na defesa.

 

As baianas, exploraram um contra-ataque rápido e com esse tipo de jogada, começaram a fazer gols, abrindo uma boa diferença no placar. Esse ritmo se manteve durante a partida e a Bahia acabou levando a melhor, vencendo por 26x17.

 

"O nervosismo foi uma das causas principais delas não terem conseguido manter o ritmo de jogo, além do cansaço da viagem. Por isso, precisei fazer muitos revezamentos ao longo do jogo. Espero que hoje [quarta-feira] elas consigam suportar mais a carga do jogo", disse Elton Guedes, professor que acompanha a equipe. 

 

Hoje, 14, as meninas enfrentam o Amazonas e amanhã, 15, o jogo será contra Rondônia.

 

MASCULINO

 

O time de handebol masculino da Escola Monteiro Lobato, vai fazer o seu primeiro jogo na tarde de hoje, 14, e o adversário será o time do Acre. Na sequência, também jogam com a Bahia. 

 

Hoje é dia de estreia do basquetebol roraimense

 

Os times masculino e feminino de basquetebol do IBR (Instituto Batista de Roraima) estreiam nos Jogos da Juventude nesta quarta-feira, 14. As equipes estão na categoria da terceira divisão.

 

Pela manhã, as meninas enfrentam o time do Ceará e pela parte da tarde, os meninos jogam contra o time da casa, Sergipe.

 

"As meninas vêm treinando desde a época dos Jogos Escolares em Roraima. A chave que nós pegamos é tranquila, tem um nível equiparado. Vamos ver o que acontece no primeiro jogo. A equipe está preparada”, destacou João Bezerra, técnico do time feminino.

 

Atletas de judô e ginástica rítmica chegam nesta quarta-feira, 14, em Aracaju

 

O quarto e último bloco dos Jogos da Juventude começa amanhã, 15, com as lutas do judô e a competição de ginástica rítmica. Mais 15 atletas de Roraima chegam hoje, 14, para disputar um lugar no pódio nestas duas modalidades.

 

O Governo de Roraima disponibilizou todas as 170 passagens para a Delegação do Estado competir nos Jogos da Juventude.

 

O evento esportivo é organizado pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), responsável por toda a logística, que envolve alimentação, hospedagem, transporte, arbitragem, premiação e toda a parte técnica da competição, em cada uma das 16 modalidades.

 

Os atletas também têm a oportunidade de realizar testes físicos e participar de atividades lúdicas, culturais e integrativas no Centro de Convenções de Aracaju, local que concentra boa parte das atividades dos jogos, e onde também está localizado o refeitório.

 

Além de integrar estudantes de todo o país na faixa etária dos 15 aos 17 anos, os Jogos da Juventude também são uma oportunidade para revelar novos talentos do esporte nacional. Outras informações sobre o evento estão disponíveis no site www.cob.org.br.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta terça-feira, 13, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) iniciou a obra de implantação do sistema de abastecimento de água da Unicarvão (Cooperativa dos Carvoeiros de Roraima), localizada no Distrito Industrial Governador Aquilino Mota Duarte, em Boa Vista.

 

O novo sistema vai garantir água de qualidade para 64 famílias que trabalham na produção da Cooperativa. O investimento é de R$ 278 mil. A obra faz parte do programa Água Para Todos e inclui a perfuração de um poço artesiano, instalação de 727 metros de rede de distribuição de água com tubulação de 60 milímetros e a construção de um reservatório elevado com capacidade de armazenamento para dez mil litros de água.

 

Todo o sistema de abastecimento da Unicarvão deve estar em funcionamento no prazo de 30 dias.

 

“Cada produtor terá um ponto de distribuição de água potável para fomentar a produção. É um investimento do Governo de Roraima que beneficia a classe dos produtores de carvão, que desenvolvem uma atividade fundamental para a economia do Estado”, destacou o presidente da Caer, James Serrador.

 

Para a presidente da Uni carvão, Denize Vital, o sistema de água representa saúde e dignidade para o trabalho das famílias. “Agradecemos a essa parceria com o Governo do Estado que vem investindo muito no Distrito Industrial e isso colabora muito com o trabalho da cooperativa, seja com o próprio local e agora com o sistema de abastecimento de água”, disse.

 

O secretário estadual de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação, Emerson Baú, participou do evento e acrescentou que o Governo desenvolve políticas efetivas para a população. “Para a Unicarvão, que antes trabalhava em situação precária, o Estado fez a cessão de quatro lotes no Distrito Industrial, além da doação de tijolos e kits incineradores que eliminam 90% da fumaça gerada pelos fornos. É um trabalho que cuida das pessoas, valoriza os trabalhadores e se preocupa com o meio ambiente”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

Investindo na qualidade do atendimento ao público e na saúde do Estado, a Sesau (Secretaria de Saúde) adotará o Protocolo de Manchester no Pronto Socorro Dr. Airton Rocha, método utilizado pelos principais hospitais do mundo e que garante a prioridade de pacientes mais graves em relação a casos menos urgentes.

 

A triagem propõe a avaliação do quadro clínico logo na chegada do paciente na unidade e, a partir da identificação das reais necessidades da pessoa atendida, realiza a classificação de gravidade de cada caso a partir do sistema de cores.

 

“O Protocolo de Manchester vai priorizar a gravidade do quadro clínico do paciente: o vermelho é considerado com risco eminente de morte, e, portanto, deve ser atendido de imediato. O laranja significa urgente, mas ele tem um tempo razoável para o atendimento; o amarelo também é considerado de urgência, mas pode esperar em média de 30 a 60 minutos; e o verde é considerado pouco urgente e pode aguardar até 2 horas”, destacou a diretora do HGR, Patrícia Renovato.

 

A classificação também auxilia a organizar a unidade ao longo do dia, evitando superlotação no pronto socorro, além de contribuir para melhorar a eficiência de utilização de recursos de emergência, evitando o desperdício em condições onde não há agravamento do quadro clínico dos pacientes.

 

“A unidade vai funcionar como alta complexidade para atenção terciária àqueles pacientes em estado mais crítico e que precisem de médico intensivista”, afirmou o diretor do Pronto Socorro, Raphael Brunelli.

 

COMO FUNCIONA?

 

O método propõe uma avaliação do quadro clínico do paciente logo na chegada e, a partir da identificação das suas reais necessidades, realiza a classificação de gravidade de cada caso a partir sistema de cores:

 

Vermelho – Emergência – casos gravíssimos, com necessidade de atendimento imediato.

 

Laranja – Muito Urgente – Caso grave, com necessidade de atendimento o mais prontamente possível. Tempo máximo de espera: 10 minutos.

 

Amarelo – Urgente – O paciente precisa de avaliação. Não é considerada uma emergência, já que possui condições clínicas de aguardar. Tempo máximo de espera: 60 minutos.

 

Verde – Pouco urgente – Caso menos grave, que exige atendimento médico, mas pode ser assistido ambulatorialmente no consultório médico. Tempo máximo de espera: 120 minutos.

 

Azul – Não urgente – Caso de menor complexidade, sem problemas recentes. Este paciente deve ser acompanhado no consultório médico ambulatoriamente. Tempo máximo de espera: 240 minutos.  

Avalie este item
(0 votos)

O HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) recebeu o primeiro recém-nascido que ficará aos cuidados na nova UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neurológica Neonatal.

 

Implantado na segunda-feira, 12, o serviço vai monitorar as alterações cerebrais de bebês, dando um prognóstico mais preciso e diminuindo danos de problemas neurológicos ao paciente.

 

A diretora geral da unidade, Ana Brum, ressaltou que a implantação da UTI trará ainda segurança para as mães que recorrem à Maternidade para ter os seus bebês.

 

“A UTI neurológica veio para melhorar a qualidade de vida e os prognósticos dos recém-nascidos do estado. O nosso Hospital é o segundo da região norte a aderir ao sistema inovador”, disse.

 

Ao todo, a UTI Neurológica possui um leito voltado para o tratamento de asfixia perinatal. A equipe realiza exames clínicos, eletrográficos e de sangue que mostram o grau de oxigenação no cérebro do recém-nascido, controlando, assim, qualquer tipo de alteração. O treinamento dos profissionais foi encerrado nesta terça-feira, 13.

 

O primeiro paciente a ser beneficiado pela UTI neurológica foi o pequeno Willians Peres, de apenas 15 dias. Ele teve um comprometimento neurológico grave ao nascer e por essa razão, vai precisar dos cuidados da equipe do HMI.

 

“Estou com o sentimento de esperança, por causa desse novo exame que pode dar um ótimo prognóstico para o meu bebê. Podendo dar um tratamento a tempo e ter menos sequelas caso aconteça”, contou a mãe de Willians, Jackeline Albuquerque.

 

NEONATAL

 

Segundo dados do SAME (Serviço de Arquivo Médico Estatístico) do Hospital Materno Infantil, o mês de agosto registrou a maior taxa de ocupação do ano, com 99% dos leitos da UTI neonatal ocupados. Com a chegada da UTI Neurológica, será possível dar alta com mais celeridade aos bebês, tranquilizando as mães.

 

“A UTI neurológica é um ganho extraordinário para nossos bebês mais graves que precisam ser constantemente monitorados a nível cerebral. São crianças que em caso de qualquer alteração nós conseguimos intervir com segurança e fornecer a elas uma qualidade de vida melhor e principalmente tranquilizar os pais quanto a saúde do seu bebê”, pontuou a responsável pela coordenação de enfermagem, Gervana Soares.

Avalie este item
(0 votos)

A partir de 3 de outubro, a Central de Abastecimento Farmacêutico do Governo de Roraima, que atualmente funciona no bairro Caimbé, passará a atender o público em um novo endereço em Boa Vista. A mudança visa melhorar o acondicionamento dos medicamentos que fazem parte do componente especializado do Estado.

 

O novo espaço, localizado na avenida São Sebastião, nº 1485, no bairro Santa Tereza, tem aproximadamente 4 mil metros quadrados. A localização também facilita o acesso aos pacientes e uma melhora logística na distribuição de medicamentos para as unidades de saúde da capital e do interior de Roraima.

 

A Central de Abastecimento Farmacêutico realiza cerca de 2 mil atendimentos mensais. Por conta dos trâmites de mudança para a nova sede, os atendimentos ao público no prédio da avenida Mário Homem de Melo, no Caimbé, ficam suspensos no período de 26 a 30 deste mês.

 

“O objetivo da mudança é para armazenar e controle melhor os medicamentos e materiais médicos hospitalares adquiridos pela Sesau [Secretaria de Saúde], tudo dentro das normas sanitárias, climatizado ou refrigerado e com área de descarga e recebimento”, destacou o coordenador geral de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde, Charles Gonçalves.

 

Charles explicou ainda que os pacientes que sejam atendidos pela central tentem antecipar a retirada de medicamentos ou insumos na unidade. “Vale ressaltar que esse período de 26 a 30 [a central] vai estar suspensa, mas a gente retorna às atividades a partir do dia 3 de outubro, na nova sede no Santa Tereza”, completou.

Avalie este item
(0 votos)

Na manhã desta terça-feira, 13, a Faperr (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima) participou de um encontro com docentes do Centro de Ciências Agrárias da UFRR (Universidade Federal de Roraima) para conhecer os cursos e núcleos de pesquisas científicas da divisão.

 

Mediado pelo diretor do Centro, professor Beethoven Barbosa, foram apresentados os grupos e linhas de pesquisas dos cursos das graduações que fazem parte das ciências agrárias, como medicina veterinária, zootecnia, agronomia, além do Posagro (Programa de Pós-graduação em Agronomia).

 

O objetivo do encontro foi conhecer os projetos já desenvolvidos pelos diversos cursos do Centro de Ciências Agrárias e firmar uma parceria entre a Faperr e a UFRR para a execução de programas de pesquisa que serão realizados a partir de 2023.

 

Para o diretor do Centro de Ciências Agrárias, Beethoven Barbosa, a Fundação irá contribuir ainda mais para a ciência. “Além de fortalecer nossa mão de obra em linhas de pesquisa, a Faperr vai ajudar muitos estudantes de diversas áreas. Estamos aqui para apoiar e sermos apoiados”, afirmou.

 

O presidente da Faperr, Pedro Cerino, apresentou no encontro as principais metas da Faperr ao corpo docente. Para ele, a parceria vai incentivar ainda mais a produção de pesquisas. “Uma oportunidade única para nós estarmos aqui. Um ambiente que só tem a crescer mais com a parceria entre a Faperr e a UFRR”, relatou.

 

De acordo com o diretor técnico da Faperr, Carlos Borges, o momento foi importante para apresentar os programas também desenvolvidos da Faperr. “Foi importante para nós sabermos das diversas dissertações e teses apresentadas pelo centro. Nosso fomento sem dúvida vai potencializar ainda mais esses trabalhos científicos”, ressaltou Borges.

 

O reitor da UFRR, Geraldo Ticianelli, lembrou ainda que o passo dado pela fundação, ainda inicial, significa uma grande conquista para a ciência produzida em Roraima. “Fico muito feliz. É um momento histórico para o Estado. Sempre falamos desta necessidade, e hoje temos uma fundação de amparo. É uma grande e importante instituição para Roraima”, destacou Ticianelli.

Avalie este item
(0 votos)

Como um mês dedicado à sensibilização e ao cuidado, o Setembro Amarelo é voltado para campanhas de alerta sobre transtornos relativos à saúde mental para a prevenção ao suicídio. Pensando nisso, os estudantes da Escola Ana Libória, realizam neste período uma série de visitas com blitzeeducativas. Na manhã desta terça-feira, 13, os alunos estiveram na sede da Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) para apresentar o projeto aos gestores da pasta.

 

A iniciativa tem como finalidade chamar atenção das pessoas para a prevenção do suicídio e valorização da vida, e disseminar a importância dos cuidados com a saúde mental, contando com a participação dos alunos do ensino médio, os quais estão motivados a incentivar outros jovens a ampliarem este importante diálogo de valorização da vida, de acordo com a gestora da escola, Adriana do Vale.

 

“Esta conscientização deve ser efetivada continuamente. Nós temos campanha durante todo o ano para prevenir o suicídio. E no Setembro Amarelo nós intensificamos as ações, nas ruas, unidades, rodas de conversa, e com panfletagem no sentido de informar as pessoas que não conhecem os sinais e sintomas, como buscar ajuda e auxiliar as pessoas a encontrarem um suporte para minimizar este problema”, comentou.

 

Na avaliação da titular da Setrabes, Tânia Soares, é importante esta iniciativa da juventude e dos gestores que integram a escola Ana Libória, para ampliar e promover esta valorização da vida.

 

“Fico entusiasmada com esta ação, pois com a iniciativa destes jovens em sensibilizar toda a sociedade para que possam escolher abraçar essa causa, e trabalhar em prol da promoção da saúde e da vida, é algo que merece nosso reconhecimento”, disse.

 

BEM-ESTAR SOCIAL

 

A secretária-adjunta da Setrabes, Isadora Braga, recepcionou a equipe de gestores da escola e os alunos, oportunidade em que detalhou as políticas públicas que são executadas pela secretaria e o suporte que é oferecido pelas unidades descentralizadas no acolhimento e auxílios às pessoas em vulnerabilidade social.

 

“Executamos diversas ações sociais divididas em gestões que integram a pasta na Setrabes, como a coordenação de Esporte, Enfrentamento às Drogas, Proteção Especial, Proteção Social, Juventude e recentemente estamos alinhando um trabalho na recente Política de Igualdade Racial. Contamos com a parceria em ações como essa para integrarmos ações importantes na valorização da vida e no bem-estar das pessoas”, ressaltou.

 

Avalie este item
(0 votos)

A tão aguardada obra de pavimentação asfáltica na estrada da Vila São Silvestre, no município de Alto Alegre está a todo vapor. Ao todo, serão recuperados 29 quilômetros, divididos em dois lotes: o primeiro, de 18 km, e o segundo, que será de 11 km.

 

A pavimentação da via é realizada por meio da Seinf(Secretaria da Infraestrutura), com investimento de mais de R$ 13 milhões de emenda parlamentar do deputado federal Ottaci Nascimento e contrapartida do governo.

 

“Nosso objetivo é levar o atendimento a toda população de Roraima. O Governo do Estado trabalha em parceria com as prefeituras para que os benefícios cheguem com mais rapidez e em um volume maior de serviços”, destacou o governador Antonio Denarium.

 

Segundo o secretário de Infraestrutura, Emerson de Paula, o projeto inclui asfalto com cinco centímetros de espessura e seis metros de largura, sinalização vertical e horizontal, drenagem e outros serviços. “O investimento vai facilitar o trânsito, evitar transtornos em períodos chuvosos e diminuir os gastos com veículos por causa de manutenção”, disse.

 

A novidade é que a região também receberá uma ponte mista de concreto e aço com 8 metros de largura. As vigas já estão em construção para o início da obra.

 

Maior projeto de asfaltamento de Roraima

 

Outras estradas importantes estão passando por serviços de pavimentação no interior do Estado, como a Vicinal Tronco, que dá acesso à comunidade Malacacheta, no Cantá.

 

A ordem de serviço para a pavimentação da vicinal 26, já segue em ritmo acelerado. Essa estrada vai de São João da Baliza até a vila Nova Colina, em Rorainópolis, e a vicinal 28, também segue com obras de terraplanagem para execução do asfaltamento. As vicinais 7 e 12, que interligam as vilas Martins Pereira e Moderna, em Rorainópolis, também serão asfaltadas em breve, os trabalhos já iniciaram.

Avalie este item
(0 votos)

Suspensas desde 2017, as cirurgias bariátricas voltam a ser realizadas com força total no HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento). A retomada foi possível graças aos investimentos em infraestrutura realizados pelo Governo do Estado.

 

O procedimento que marcou o retorno da especialidade ocorreu na noite desta segunda-feira, 12, no HGR, sendo uma realização da Sesau(Secretaria de Saúde), que tem melhorado o fluxo de atendimento das unidades da rede pública estadual.

 

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, destacou o fato como uma vitória, uma vez que a volta da especialidade reforça não só o comprometimento da atual gestão em melhorar a qualidade da saúde em Roraima, mas sinaliza ainda um avanço na retomada de procedimentos eletivos que haviam sido impactados pela pandemia da covid-19.  

 

“Isso é mais uma demonstração de cuidado da gestão com a população. Passando o nosso marco de 21 mil cirurgias em 2022, os procedimentos bariátricos complementam o sucesso do esforço que o Governo está fazendo para que operemos todos os pacientes que necessitam”, afirmou,

 

A diretora do HGR, Patrícia Renovato, falou sobre a importância de o procedimento voltar a ser feito no estado.

 

“O HGR é o único hospital do estado especializado para realizar o atendimento bariátrico pelo Sistema Único de Saúde (SUS), e a expectativa é de que sejam atendidos os pacientes com obesidade grau 3, provenientes do ambulatório do Coronel Mota”, disse.

 

O PROCEDIMENTO

 

De acordo com o coordenador do serviço de cirurgia bariátrica do HGR, Gláucio Carneiro, a cirurgia foi realizada por meio de videolaparoscopia, método moderno e com eficácia comprovada cientificamente.

 

“Estamos voltando a fazer o procedimento, com material e equipamento de ponta, oferecendo o melhor para os pacientes. É uma alegria imensa para todo mundo, não só para o paciente, como para toda a equipe, porque agora sabemos que vamos começar a tratar essa complexa doença”, frisou.

 

O cirurgião ressalta sobre os cuidados que o paciente deverá ter antes e após o procedimento.

 

“De forma geral, o paciente crê que a cirurgia bariátrica é uma pílula mágica que vai solucionar todos os problemas da vida dele. Infelizmente não é só isso. Ele [paciente] tem que aderir a um processo para estar apto ao procedimento. Após a cirurgia, os cuidados são eternos, precisa seguir o protocolo dietético, aderir a exercícios físicos e ter ciência que a obesidade não tem cura, e seus cuidados após a cirurgias são eternos”, completou.

 

O primeiro paciente a ser atendido na retomada deste tipo de procedimento foi o professor Helder Barros, de 57 anos. Ele relatou como foi a espera pela cirurgia.

 

“Para mim, essa cirurgia vai ser libertação e uma segunda chance, porque vou deixar de ser diabético, ter pressão alta e voltar a ter mobilidade, uma coisa que me restringi um pouco, pela obesidade”, declarou.

 

O professor relatou ainda que, com a realização do procedimento, a vontade agora é voltar a ter uma rotina mais tranquila e com qualidade de vida.

 

“Vou voltar a dar minhas aulas com bastante dinâmica, retornar a dar aulas de judô para crianças especiais. Estar realizando essa cirurgia hoje, é uma segunda oportunidade que Deus está me dando”, enfatizou Barros.

 

INVESTIMENTOS

 

O Governo de Roraima investiu na compra de medicamentos, insumos, aparelhos de sistema de vídeo laparoscópico, bombas de infusão, colposcópiocom braço pantográfico, oxicapnógrafo, capnógrafos, aspirador de vapores, garrote pneumaticoeletrônico/manual, bombas de infusão, monitores multiparâmetro, litotriptor intracorpóreo, mesas cirúrgicas, camas para obesos.

 

Também adquiriu 170 escadas com dois degraus, 120 colchões hospitalares, 60 poltronas para acompanhantes, 15 carros de emergência e nove balanças hospitalares, além de sete guindastes para auxiliar na locomoção de pacientes com problemas de obesidade.

Avalie este item
(0 votos)

O HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) deu início nesta segunda-feira, 12, ao processo de habilitação da primeira UTI (Unidade de Terapia Intensiva) neurológica para recém-nascidos na unidade. A implantação do serviço faz parte das medidas de modernização do sistema de saúde executadas pelo Governo de Roraima.

 

“Esse é mais um passo que fortalece não somente os cuidados com nossos recém-nascidos, mas que também garante o processo de modernização que nossa saúde precisa. Esse sempre foi um dos objetivos do Governo e vamos continuar firmes e fortes nessa missão”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

 

Pela manhã, a gerência técnica da Maternidade promoveu um treinamento para as equipes médicas e de enfermagem. A atividade será encerrada nesta terça-feira, 13, com a finalização da montagem da UTI.  

 

“Estamos fazendo a implantação do serviço de UTI Neurológica Neonatal, que utilizará um leito monitorado 24h pela equipe de enfermagem e médica de Boa Vista e outra de São Paulo, que são os responsáveis pelo treinamento e instalação do equipamento”, explicou a gerente técnica da unidade, Larissa Wandemberg

 

A nova UTI terá um leito, inteiramente voltado ao tratamento de asfixia perinatal. Por lá, serão feitos exames clínicos, eletrográficos e de sangue, que demonstrarão o grau de oxigenação no cérebro do recém-nascido, a fim de diminuir os riscos de complicações na saúde neurológica.

 

O neonatologista Alexandre Netto é um dos fundadores da PBSF (Protecting Brains & SavingFutures), organização que atuará na implantação da nova UTI. Ele revelou que a novidade deve trazer diagnósticos mais rápidos, precisos e eficazes para a Maternidade.

 

“Estamos em Roraima para implementar a UTI neonatal neurológica na maternidade, a ideia é trazer um conceito novo de neuromonitorização de recém-nascidos com alto risco de lesão cerebral, com chances de ter alguma sequela no futuro. Uma central a distância em São Paulo estará em tempo real junto do Hospital para fazer um diagnóstico mais rápido dessas crianças, para evitar ou diminuir os danos neurológicos dessas crianças”, destacou.

 

SEGUNDA DA REGIÃO NORTE

 

Com o início do processo de implantação, parte de um investimento constante na área de saúde para recém-nascidos, o Hospital Materno Infantil de Roraima passa a ser segunda unidade da Região Norte a dispor de UTI neurológica neonatal.

 

“Temos muitas expectativas, visto que somos a única UTI neonatal no Estado, portanto todos os bebês que necessitam de assistência são encaminhados para a maternidade Nossa Senhora de Nazareth. A UTI neurológica qualifica mais o nosso atendimento e dá mais qualidade de vida para os recém-nascidos, evitando as sequelas permanentes”, ressaltou a responsável técnica da UTI neonatal, Débora Maia.

Avalie este item
(0 votos)

Para fortalecer o setor pecuário em Roraima, o Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural) vem executando, junto aos produtores rurais do Estado, o trabalho de IATF (Inseminação Artificial em Tempo Fixo). A técnica aumenta a produtividade de bovinos de maneira organizada, por sincronização de fêmeas em dias predeterminados e possibilita o melhoramento genético de bezerros nascidos.

 

O projeto é executado há mais de um ano pelo Governo de Roraima, ainda na época da extinta Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), agora levado adiante pelo Iater desde a criação do órgão.

 

Atualmente, dez propriedades rurais de Pacaraima, Bonfim, Boa Vista, Cantá, Iracema, Rorainópolis e Mucajaí são atendidas pela iniciativa.

 

Os resultados da execução da ação são animadores: no último fim de semana, na comunidade Santa Rosa, em Pacaraima, nasceram nove bezerros gerados por meio do IATF. E há ainda mais dez bovinos prestes a serem gerados por conta do procedimento.

 

O PROCESSO

 

O coordenador de Assuntos Estratégicos do Iater, Guilherme Cavalcante, explicou que, para participar do projeto, o produtor pode ir até a unidade local do órgão nos municípios e fazer uma solicitação. Em seguida, o proprietário é encaminhado ao setor responsável para ser feito o agendamento de uma visita na propriedade.

 

“Nessa visita faz-se um diagnóstico da propriedade, levando em conta a situação dos animais, a parte nutricional e a estrutura existente no local. Se tudo estiver certo, marcamos o dia para os primeiros procedimentos e preparo dos animais, chamado D0, para continuar os próximos. O D8, é quando aplicamos hormônios, e o D10 é o dia exato em que os animais estão no ápice do cio, onde é feita a inseminação”, disse.

 

O plano do Iater é expandir ainda mais a iniciativa em todo o Estado. Para isso, o instituto está com um processo aberto para adquirir cerca de 5 mil procedimentos de IATF para serem realizados nas produções pecuárias de Roraima. Os protocolos consistem em hormônios que são utilizados no IATF e a parte de sêmen do animal.

 

“A principal consequência é o melhoramento genético do rebanho bovino do estado de Roraima. Você vai conseguir bezerros que vão ter ganho mais rápido, diminuindo o tempo em campo, no caso de gado de corte e para a parte leiteira, ter vacas com média maior de produtividade de leite, aumentando o setor de laticínio do Estado”, ressaltou Guilherme.

 

O QUE É O IATF?

 

A técnica consiste na promoção da ovulação de fêmeas bovinas posterior a administração de medicamentos em dias pré-determinados.

 

O IATF dá a possibilidade de aumento na lucratividade da propriedade, já que, além de poder utilizar o material genético de touros europeus, há também a possibilidade de incremento genético dos bezerros, melhoria dos índices reprodutivos, a redução do intervalo entre partos e aumento do número de bezerros nascidos.

 

Dentre as vantagens do IATF, estão:

 

•    Viabilização da Inseminação Artificial, principalmente em vacas paridas;

•    Promoção do Melhoramento Genético do rebanho;

•    Aumento da taxa de prenhez ao final da Estação de Monta;

•    Redução do intervalo entre partos do rebanho;

•    Antecipação da concepção dos lotes e correção gradativa da Estação de Monta;

•    Concentração dos nascimentos e do desmame nas melhores épocas do ano;

•    Aumento do peso ao desmame;

•    Redução da idade ao abate;

•    Melhora da Padronização do rebanho e das carcaças.

•    Melhora do controle e direcionamento do Rebanho;

 

Avalie este item
(0 votos)

Setembro é o mês dedicado à sensibilização e cuidados sobre a saúde mental e prevenção ao suicídio. Em alusão ao mês simbolizado pela cor amarela, a Dipse (Divisão de Desenvolvimento Psicossocial Escolar) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) realiza o “dia D” da campanha com o tema “Cuidando de Quem Cuida”.

 

O evento ocorre nesta quinta-feira, 15, no auditório do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), das 8h às 11h. O público-alvo são gestores, coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais. 

 

O psicólogo André Lamano fará um acolhimento aos participantes. Em seguida, técnicos da Seed farão palestras sobre causas, prevenção e combate ao suicídio e dados estatísticos da secretaria.

 

Para completar a programação, as escolas estão com amplas atividades com palestras, rodas de conversas com pais, alunos, servidores, concursos de frases e cartazes, filmes educativos, panfletagem e sensibilização da comunidade até o final do mês.

 

O tema traz a reflexão de casos recentes de suicídio que ocorreram em Roraima, estado em destaque nos casos após a pandemia de Covid-19. Entre 2020 e 2021 centenas de famílias perderam parentes e amigos para a doença em todo o país prejudicando a saúde mental, principalmente dos adolescentes, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) devido aos inúmeros casos de ansiedade e depressão ocorridos após o surto de coronavírus.

 

DIPSE

 

A Divisão de Desenvolvimento Psicossocial Escolar da Seed orienta, acompanha as ações da Campanha Setembro Amarelo e participa de reuniões de planejamento junto ao Ministério Público. Além disso, disponibiliza psicólogos e técnicos da divisão para realização de palestras, rodas de conversas nas escolas sobre a temática. 

 

Vale lembrar que nos últimos três anos, houve a promoção e ampliação da equipe psicossocial da Seed na capital e no interior por meio da contratação de psicólogos e assistentes sociais para atuar nas escolas da rede estadual.

 

Os orientadores educacionais são capacitados por esta equipe para atuar diretamente com os alunos em situação de vulnerabilidade emocional por meio de assessoramento que dispõe de um acompanhamento das ações de combate ao bullyng, às drogas, violência familiar e ao suicídio.

 

No 1º semestre de 2022 mais de 9 mil alunos e suas famílias foram atendidos pelos orientadores educacionais nas escolas devido a problemas familiares, maus tratos, autolesão, tentativas ao suicídio, problemas emocionais, abuso sexual e uso de álcool e outras drogas.

 

O MÊS

 

A campanha do ‘Setembro Amarelo’ começou no Brasil no ano de 2015, promovido pelo CVV (Centro de Valorização da Vida) CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). No dia 10 de setembro é lembrado como o dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

 

“O principal objetivo da campanha é a conscientização e prevenção ao suicídio buscando alertar pessoas a respeito da realidade da prática no Brasil e no mundo e a melhor forma de alertar sobre o suicídio é através do diálogo”, diz a chefe da Dipse Maria de Nazaré Sicsú.  

 

O suicídio é o ato de tirar a própria vida intencionalmente. Também fazem parte deste comportamento pensamentos suicidas, planos e tentativas, assim como demais transtornos relacionados.

 

O suicídio continua sendo uma das principais causas de mortes em todo o mundo, ainda segundo a OMS. Na faixa etária de 12 a 29 anos, é a 4ª causa, ficando atrás de acidentes de trânsito, violência interpessoal e doenças como a tuberculose.

 

No Brasil, o DataSus (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde) indica que nos últimos vinte anos, os casos subiram de 7 mil para 14 mil, sem contar os casos que não foram notificados.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, através do DPSM (Departamento de Políticas de Saúde Mental) da Sesau (Secretaria de Saúde), promoverá no dia 25, um passeio ciclístico em alusão ao Setembro Amarelo, mês da campanha de sensibilização e cuidados sobre a saúde mental e prevenção do suicídio.

 

O passeio ciclístico Todos Pela Vida, ocorre no dia 25, a partir das 15h. A concentração dos participantes será na Praça Fábio Paracat, em frente ao 6° BEC (Batalhão de Engenharia de Construção), no bairro São Francisco.

 

O evento é uma ação conjunta entre CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial Edna Macellaro Marques de Souza) com o CAPS-AD III (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas III) e o Núcleo de Educação Permanente do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

 

O diretor geral do CAPS III, Maurício Caldart, explica ainda que o passeio ciclístico foi a forma encontrada de fazer com que a população adote hábitos saudáveis por meio da adoção de exercício físico, ajudando a complementar os cuidados com a saúde mental.

 

“Novos estudos apontam que atividade física regular diminui os riscos de depressão, assim como a redução da perda cognitiva em pacientes com mal de Alzheimer por exemplo. A prática de caminhar, correr ou pedalar são fundamentais para manter uma capacidade neurológica saudável, mesmo com o avanço da idade”, declarou.

 

PROGRAMAÇÃO

 

15h – Concentração dos participantes na Praça Fábio Paracat;

16h – Início do percurso;

18h – Fim do percurso na Praça das Águas, em frente ao Portal do Milênio.

Avalie este item
(0 votos)

O voleibol segue fazendo história nos Jogos da Juventude. Neste domingo, 11, a equipe feminina da Escola Tancredo Neves comandada pelo professor Roberval Mendonça, conquistou a medalha de prata para Roraima.

 

As roraimenses chegaram à grande final invictas, vencendo todos os quatro jogos anteriores. A partida final foi contra Pernambuco. Os dois times começaram a jogar de forma intensa e o placar ficou muito apertado.

 

As pernambucanas não estavam brincando, e utilizaram um ataque potente. O time de Roraima teve alguns erros e não conseguiu fazer boas defesas. Pernambuco levou a melhor, vencendo a partida por 3 x 0 (parciais 25x23, 25x16 e 25x19).

 

“Tivemos alguns erros na equipe e deixamos escapar o ouro. Duas das principais atletas da equipe estão vindo do vôlei de praia e já estavam bem cansadas da competição, o que comprometeu um pouco o rendimento. Mas estamos levando a prata para Roraima e subimos de categoria”, explicou Mendonça.

 

Com a conquista do segundo lugar dentro da terceira divisão, as meninas conseguiram subir de categoria dentro do desporto escolar e colocaram Roraima na segunda divisão.

 

Voleibol masculino é o quarto melhor time do desporto escolar brasileiro

 

No masculino, a equipe da Escola Estadual Monteiro Lobato disputou neste domingo, a medalha de bronze, dentro da categoria primeira divisão, considerada a elite do voleibol escolar.

 

A partida foi contra o time do Rio de Janeiro, que Roraima encarou e venceu na semifinal. O jogo foi muito duro, foram duas potências brigando por um lugar no pódio. O placar ficou apertado, com empates e viradas o tempo todo e qualquer pequena falha das equipes fazia a diferença na partida.

 

Nessa rodada, os cariocas levaram a melhor e alcançaram a tão disputada medalha de bronze após vencer o jogo por 2x0, com as parciais 25x20 nos dois sets. O primeiro lugar ficou para o time do Paraná, e o segundo, com São Paulo.

 

4º MELHOR DO BRASIL

 

Com o quarto lugar, o time da Escola Monteiro Lobato torna-se o quarto melhor time do Brasil dentro do desporto escolar, deixando para trás grandes times como Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Ceará. O líbero da equipe, Erick Oliveira, avaliou como boa a participação do time no campeonato.

 

“Roraima não tem muita tradição no voleibol, ainda mais na primeira divisão, onde tem times muito bons, preparados, com atletas de clubes. Então nós chegarmos ao quarto lugar, estarmos entre as melhores equipes do Brasil é algo incrível e muito gratificante”, declarou.

Avalie este item
(0 votos)

Mais um feito inédito para o desporto escolar de Roraima: pela primeira vez, o Estado tem representante da modalidade ciclismo. É o atleta Dheyvid Barros, do Colégio Estadual Militarizado Wanda David Aguiar. Ele está acompanhado do professor Emilangelo Medeiros.

 

“É da base que começa nosso esporte, então é um incentivo muito grande trazer essa molecada no ciclismo. Teremos representantes não só aqui nos Jogos da Juventude, mas também nos Jogos Escolares Brasieliros em novembro, no Rio de Janeiro. Isso é muito gratificante”, disse Emilangelo.

 

Ele destacou que o ciclismo vem crescendo não só em Roraima, mas em todo o país. O que impulsionou o crescimento foi o brasileiro campeão mundial de Mountain Bike, Henrique Avancini.

 

“O fato de termos um campeão mundial alavancou demais a modalidade no Brasil e o ciclismo vem crescendo muito. Mas a base é que é importante, assim como as crianças praticam o futebol desde pequenos, é preciso que elas pratiquem também o ciclismo”, destacou.

 

A COMPETIÇÃO

 

O atleta Dheyvid Barros vai competir em três provas: velocidade (circuito de 500m), prova por pontos (percurso de 15 a 18 km/no máximo 10 sprints) e prova de estrada (50 minutos, mais uma volta).

 

Para Dheyvid, é uma honra ser o pioneiro do Estado e poder abrir portas e estimular outros atletas a praticarem o ciclismo.

 

“Estar representando o Estado de Roraima é uma honra para mim. Tive alguns contratempos na viagem, cheguei muito em cima do horário da prova, não deu para recuperar o cansaço ainda, mas amanhã é outro dia. Quero agradecer a Deus, minha família, minha equipe e a todos que acreditam em meu potencial”.

Avalie este item
(0 votos)

A Fazenda Savana, no município de Bonfim, sediou a Abertura Oficial da Colheita da Soja no Cerrado de Roraima, Safra 2022, neste sábado, 10.  A grande festa contou com a presença de produtores rurais, investidores, técnicos, acadêmicos e autoridades.

O evento foi uma iniciativa da Aprosoja Roraima e teve o apoio do Sistema OCB-RR, Banco da Amazônia, Faerr (Federação de Agricultura e Pecuária), Senarr (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e Governo do Estado. “Essa é a nona vez que realizamos tamanha celebração da produção agrícola em nosso Estado. E nesse intuito, me sinto muito contente, pois iremos colher uma excelente safra de soja”, destacou o produtor Paulo Wolbert.

Para o presidente da Aprosoja em Roraima, Geraldo Falavinha, a estimativa até 2030 é que o Estado possa atingir uma área plantada em torno de 500 mil hectares de soja, totalizando enorme renda para Roraima, e reforçou. “A soja vem desenvolvendo as regiões em diversos setores, dentre eles a revenda de máquinas agrícolas, caminhões, indústria, comércio e as demandas da pecuária”, comentou.

Na oportunidade, o presidente também destacou as pendências do setor produtivo. “Atualmente, enfrentamos grandes dificuldades com as rodovias federais em Roraima para escoar a produção até o Amazonas, fator que encarece a logística de transportes de insumos: calcário, fertilizantes e demais produtos essenciais para o desenvolvimento e sucesso da agricultura no Estado. Ainda enfrentamos dificuldades também com a reposição de peças, enquanto muita coisa tem que ser trazida de avião, além da burocracia. Contudo, a Aprosoja possui hoje 70 associados e conseguimos credenciar a entidade como signatários da Lei 215, fator que nos garante mais competitividade para que possamos chegar de fato aos 500 mil hectares de soja até 2030”, enfatizou.

Representando o governador Antonio Denarium, o secretário estadual Emerson Baú destacou a atuação do Poder Executivo fomentando a infraestrutura na agricultura. “Com a adição de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento de Roraima no setor primário, o Governo do Estado tem multiplicado a produção de grãos nos últimos anos, favorecendo o cenário de quem trabalha e produz com o agronegócio. Com isso, novas empresas têm investido na nossa região impulsionando pesquisa, melhoramento genético, inovação e tecnologia, beneficiando mais qualidade produtiva, reforçando também novas representações comerciais com os países fronteiriços”, observou o titular da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação).

Baú ainda reforçou que Roraima possui a maior taxa de crescimento em uma fronteira agrícola nacional. “Nos anos de 2018, 2019 e 2020, o Estado totalizou uma área de plantio de soja de aproximadamente 38.200, 40.000 e 49.800 hectares, respectivamente. Com a adoção de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento do Estado a partir de 2019, trabalhamos a regularização fundiária e ambiental, além de diversos incentivos e melhoria da infraestrutura ligada ao setor primário com a atual gestão”, concluiu.

 

A SOJA E O AGRONEGÓCIO

 

Em Roraima, mais de 160 propriedades produzem soja e juntas totalizaram mais de 100 mil hectares do grão com uma produtividade média de 57,8 saca/ha, numa projeção de crescimento para 2023 de 40% da área produtiva, considerado este indicativo uma independência econômica e política para os Estados que trilha a economia do agronegócio.

Considerando ainda a produção das culturas de arroz, milho, milheto, sorgo e gergelim, a expectativa é que Roraima também supere os 140.000 hectares de área cultivada ainda em 2022. Dessa forma, o cenário econômico do agronegócio no Estado se mostra otimista para os anos seguintes, destacando os agricultores e pecuaristas roraimenses como protagonistas dessa história.

Na atual gestão ainda são destaques: o fortalecimento das cadeias produtivas com a instalação de indústrias de beneficiamento de soja para produção de óleo refinado e outros produtos; instalação de empresas prestadoras de serviços técnicos e de consultoria; crescimento e abertura de indústrias especializadas em suplementação e alimentação animal; estímulo na produção de proteína animal pela maior oferta de matéria prima para fabricação de rações.

O avanço da produtividade em Roraima também se deve às parcerias com o Banco do Brasil, Banco da Amazônia e as Cooperativas de Crédito incentivando a melhoria dos processos de gestão. Com isso, muito dinheiro vem circulando na economia roraimense.

 

ESTÍMULO PRODUTIVO

 

O Governo de Roraima tem efetivado renda ao povo do campo, possibilitando linhas de crédito, incentivos fiscais, manejo, gerenciamento, tecnologia, fluxo das colheitas, valorização e expansão dos negócios – ampliando o desenvolvimento econômico das famílias rurais de pequeno e grande porte do Estado.

Nesta consolidação, a Seadi vem organizando as categorias produtivas a partir do diagnóstico de produções e da avaliação logística em todo o Estado, elaborando políticas públicas que atendam às necessidades específicas dos produtores e suas localidades, apoiando as comunidades com a entrega de patrulhas mecanizadas, segurança jurídica e demais necessidades dos produtores para a efetivação criteriosa e ávida da produção.

O fomento à agricultura familiar e familiar indígena pela ampliação do projeto de grãos, totaliza em 2022 três mil hectares sendo plantados, sendo 1.500 hectares na Agricultura Familiar e outros 1.500 hectares na Agricultura Familiar Indígena.

O Governo do Estado investiu ainda R$ 49.856.345,00 na compra de equipamentos agrícolas como tratores, grades aradoras e niveladoras, distribuidor de calcário, plantadeira de grãos, caixas individuais para sementes, pulverizadores, roçadeiras acopladas no trator, carretas agrícolas, perfurador de solo, enxadas rotativas e trilhadeiras de cereais. Além da aquisição desses equipamentos, o Governo tem oferecido toda a logística, além dos insumos e assistência técnica especializada.

 

Avalie este item
(0 votos)

Mais uma vez o voleibol de Roraima brilha no cenário nacional do desporto escolar. A equipe da Escola Tancredo Neves vai disputar a medalha de ouro neste domingo, 11, contra o time de Sergipe, pela categoria da terceira divisão.

A vaga na final veio após Roraima vencer a equipe de Rondônia na semifinal que ocorreu nesse sábado, 10, pela manhã.

As meninas de Roraima impuseram o ritmo de jogo, com ataques certeiros e boas defesas. O time jogou de forma integrada, o que foi elogiado pelo técnico que acompanha a equipe, professor Roberval Mendonça.

"Agradeço a Deus por mais essa vitória. O jogo teve a participação de todas. O trabalho é coletivo. O time do Tancredo é completo, uma ajuda a outra e o jogo segue. Agora vamos pra grande final e vamos pra cima", disse Roberval.

Se Roraima vencer e conquistar o ouro, eleva também o Estado para a segunda divisão.

 

Medalha de Bronze

 

E neste domingo, 11, Roraima também vai brigar pela medalha de bronze dentro da categoria da primeira divisão, a elite do voleibol escolar.

O time da Escola Monteiro Lobato jogou a semifinal contra a equipe de São Paulo na tarde deste sábado, 10. O jogo foi muito acirrado e os roraimenses deram trabalho para os atuais campeões da categoria.

Com jogadas rápidas e defesa alta na rede, o São Paulo abriu grande diferença no placar. O time de Roraima foi guerreiro e lutou bastante pela vitória. A partida foi definida no quarto set. O placar final ficou em 3x1 para o time paulista.

Agora, os meninos vão buscar a medalha de bronze, e a disputa será contra o time do Rio de Janeiro.

Para o chefe da Delegação de Roraima, Dinaildo Barreto, as equipes estão representando muito bem o Estado e estão de parabéns pelo desempenho até aqui.

"O voleibol masculino evoluiu muito. Os meninos deixaram para trás grandes times como Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Eles continuam na primeira divisão, e isso é um excelente resultado. Parabenizo todos os atletas e técnicos pelo belo trabalho desenvolvido dentro dessa modalidade em nosso Estado. Estão todos de parabéns", finalizou.

Avalie este item
(0 votos)

Buscando fomentar cada vez mais o esporte em todas as suas vertentes, o Governo de Roraima inova e, por meio da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), realizará a I Seletiva de Badminton, voltada para estudantes entre 12 a 14 anos.

O evento é organizado pelo IDR (Instituto do Desporto de Roraima), em parceria com a Federr (Federação de Desporto Escolar de Roraima), FRBd (Federação Roraimense de Badminton) e Uerr (Universidade Estadual de Roraima).

As inscrições para a seletiva serão de 12 a 20 de setembro, no Estádio Canarinho (Avenida Ville Roy, 4.596, Canarinho), das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Para a inscrição, é necessário preencher uma ficha, apresentar documentos pessoais como RG e CPF (original e cópia) dos atletas, além de um comprovante de residência. A inscrição deve ser efetuada pela escola do estudante.

O campeonato de Badminton ocorrerá entre os dias 23 a 25, também no Canarinho. Antes disso, no dia 21 de setembro, será o congresso técnico.

Os estudantes que vencerem a seletiva garantem vaga para representar Roraima nos JEBS (Jogos Escolares Brasileiros), que ocorrerão de 31 de outubro a 15 de novembro, no Rio de Janeiro, e sãoorganizados pela CBDE (Confederação Brasileira de Desporto Escolar).

"Nós sabemos como o esporte é uma importante ferramenta de transformação na vida de crianças e adolescentes e estamos felizes em agregar mais uma modalidade no desporto escolar de Roraima e já de cara selecionar representantes para os Jogos Escolares Brasileiros", destacou Lucas Guilherme, servidor do IDR.

 

Parabadminton

 

 

Em parceria com a Uerr, durante a seletiva, haverá ainda um momento especial do paradesporto, com a apresentação e vivência do parabadminton, envolvendo estudantes de 13 a 17 anos. A ação é promovida pelo Centro Paralímpico da Uerr.

 

O Badminton

 

Badminton é um esporte dinâmico praticado entre dois ou quatro jogadores. É parecido com o tênis, que usa raquetes e tem a quadra dividida ao meio por uma rede, porém, ao invés de uma bola, ele é jogado com uma espécie de peteca.

A modalidade exige grande treinamento físico, além de agilidade, coordenação e reflexo dos jogadores. O Badminton é considerado o esporte de raquete mais rápido do mundo. No início da década de 90, ele foi incluído nas modalidades olímpicas, sendo disputado pela primeira vez nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992.

E neste ano de 2022, a modalidade começa a ser implementada em Roraima, com a fundação da Federação Roraimense de Badminton e a realização da primeira seletiva no Estado.

"Nós do IDR participamos recentemente de um curso sobre badminton e parabadminton, ministrado por meio da Uerr, e pudemos aprender e trocar experiências. É um sentimento especial começar a agregar essa modalidade nas fases estaduais dos jogos escolares. Agradecemos ao Governo por estar apoiando e investindo sempre para que mais jovens e adolescentes possam ser alcançados por meio do esporte", finalizou Lucas Guilherme.

 

Avalie este item
(0 votos)

Devido à grande demanda, a ação do Governo Sem Parar, que envolve várias instituições estaduais e tem o objetivo de facilitar o acesso da população a projetos sociais e serviços do Governo, foi realizada novamente no bairro Raiar do Sol, na Escola Militarizada Professora Wanda David de Aguiar, neste sábado, dia 10.

A secretária de Saúde, Cecília Lorenzon, ressaltou que a população tem procurado, além dos atendimentos de saúde, outros serviços que são disponibilizados durante a ação.

“Hoje foram atendidas mais de 800 pessoas. Foram oferecidas consultas com especialistas e clínicos, emissão de Carteiras de Identidade, além de todos os serviços ofertados pelas outras secretarias. A procura está sendo grande. A população está buscando não apenas a saúde, mas os demais serviços, que não conseguem realizar durante a semana”, afirmou a secretária.

O diretor do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Secretaria de Saúde, Rafael Sena, disse que é gratificante ver que a população tem buscado os atendimentos durante a ação Governo Sem Parar, que ocorre todos os sábados em um bairro da capital Boa Vista.

“Identificamos uma demanda muito grande na ação passada e viemos hoje, com cardiologista, dermatologista, pediatra, ginecologista e os oftalmologistas. Além dos atendimentos de saúde,tivemos os serviços da Defensoria Pública, com a emissão de Registro Geral, da Codesaima(Companhia de Desenvolvimento de Roraima) e da Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima),resolvendo os problemas da população. Então, foi bastante satisfatório, bem organizado. O povo ficou muito satisfeito”, frisou.

O diretor do Departamento de Vigilância Epidemiológica da CVGS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), José Vieira Filho, destacou os serviços oferecidos para a população na ação Governo Sem Parar.

“A CGVS está acompanhando todas as semanas a ação do Governo. Hoje estamos trazendo a testagem para detecção de HIV, sífilis, hepatite B, hepatite C, covid+19 e também a vacinação. Estamos ofertando a vacina contra a covid-19, hepatite, febre amarela, tríplice viral e tétano, ressaltou.

A estudante do Curso Técnico de Enfermagem, Lorena Lucena, de 25 anos, mora no bairro Raiar do Sol e foi à Escola Wanda Aguiar para se vacinar. Elafalou que é muito bom ter esse tipo de atendimento nofim de semana.

“Eu soube por pessoas próximas a mim e vim procurar pela sala de vacina. Achei o atendimento muito bom para a sociedade, principalmente porque tem pessoas que moram longe, que não têm tempo de ir ao posto de saúde durante a semana.  Achei muito legal essa proposta”, disse.

O pedreiro Aldair José Brito do Nascimento, de 47 anos, que mora no município de São João da Baliza, ficou sabendo da ação em uma fila da Caixa Econômica e resolveu ir para fazer uma consulta com o oftalmologista.

“Eu vim procurar o atendimento com o oftalmologista e fui bem atendido, graças a Deus. É bom esse atendimento no final de semana, pois a gente, às vezes, não tem tempo no meio da semana, porque trabalha e, no final da semana, é ótimo”, afirmou.

Avalie este item
(0 votos)

 

A Secretaria de Saúde, por meio do Núcleo de Processos da CGA (Coordenadoria Geral de Administração) e CSL (Comissão Setorial de Licitação), realizou neste sábado, 10, na ETSUS-RR (Escola Técnica do SUS em Roraima), a 3ª oficina de capacitação de servidores da saúde.

O curso tem como principal foco o aprimoramento das atividades de elaboração de licitações, dando maior celeridade aos serviços executados pela pasta.

“As oficinas de fluxo licitatório têm o objetivo de capacitar o servidor, trazendo mais informações para os requisitantes, e hoje tivemos uma aula baseada em pesquisa de preço. Nós já tivemos uma oficina de ETP, que é o Estudo Técnico Preliminar, outra foi sobre o documento de formalização de demanda das unidades hospitalares, e hoje o curso é voltado para a pesquisa de preço”, explicou o coordenador do Núcleo de Processos da Sesau, Jonathan Amaral.

O diretor de Cotação da pasta, Francinei Pereira, foi responsável pela palestra do dia. Na ocasião, ele apresentou um trabalho sobre pesquisa de preços dentro do Estudo Técnico Preliminar e do Termo de Referência.

“Nessa palestra, nós explicamos o assunto com foco nas normativas relacionadas a pesquisa de preço, demos orientações e tiramos as dúvidas que surgiram na atividade. Esse é um estudo técnico para facilitar a rotina do servidor na realização da cotação oficial para o processo”, destacou.

Assistente administrativa da Coordenadoria Geral de Urgência e Emergência, Sâmara de Souza, está pouco tempo no setor. Ela acredita que o curso facilitará nas pesquisas de preço de materiais para as unidades hospitalares, algo que demanda agilidade e atenção às normativas da Secretaria.

“Esse curso é importante visto a dificuldade quanto a pesquisa de preços nos grandes sites, e muitas vezes as cotações realizadas em outros processos já estão defasadas. Por essa razão, é difícil obter os preços com a agilidade que precisamos, pois os processos são de caráter emergencial”, pontuou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Sesau(Secretaria de Saúde), não tem medido esforços para melhorar a qualidade do atendimento prestado à população roraimense.

Nos oito meses deste ano, foram realizados 20.783procedimentos cirúrgicos nas unidades hospitalares estaduais, um número que vem crescendo a cada dia, principalmente por conta da execução de estratégias para diminuir a fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde), além de investimentos na contratação de profissionais e aquisição de novos equipamentos.

“Estamos trabalhando com responsabilidade e compromisso, mantendo insumos e o fluxo necessário de medicamentos para realização das cirurgias e dando condições de trabalho aos profissionais para que os procedimentos sejam bem executados”, destacou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

Levando em consideração somente as cirurgias eletivas, o Estado já realizou 10.549 procedimentos. Esse resultado expressivo foi possível graças ao retorno de cirurgia de vesícula, correção de hérnias e cirurgias ortopédicas.

“Existe uma gama de cirurgias que estão sendo contempladas, como vesícula, cirurgias ortopédicas, pequenas cirurgias, cabeça e pescoço, otorrino, urologia, herniorrafia, restabelecendo, assim, a qualidade de vida dos roraimenses”, completou a diretora do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento), Patrícia Renovato.

Outros 10.234 atendimentos estão incluídos entre os procedimentos emergenciais, partos normais e cesarianas.

Bacharel em Direito, Cássia Mariana Nunes, de 25 anos, é mãe do pequeno Tomaz, de 30 dias. Ela falou sobre a experiência que teve quando precisou recorrer aos serviços do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth.

 

“Confesso que no início tive medo de ir para a Maternidade. Eu estava com 40 semanas de gravidez, e a qualquer momento meu filho poderia nascer. O atendimento foi excelente, foi super rápido. Assim que cheguei uma equipe já me levou para avaliação e fui encaminha para o Centro de Parto Normal. Tinha uma equipe disponível para mim, médicos, enfermeiros, pediatras e todos me deram atenção do início ao fim. Teve um momento que eu já estava sem forças, foi quando a equipe me incentivou e ficou na torcida para eu fazer força pelo meu filho e tudo deu certo”, relatou.

Cássia também ressaltou sobre as orientações que foram repassadas com relação à amamentação e vacinas.

“Eles ensinam a pega correta na hora da mamada e ressaltam a importância de tomar as vacinas, tanto o bebê como a mãe. Como sou mãe de primeira viagem, ensinaram a trocar fralda e limpar o umbigo.Eles também orientam sobre como carregar o bebê e a posição correta para dar de mamar e colocar para arrotar”, destacou.

 

NOVOS EQUIPAMENTOS

 

Para acelerar a realização das cirurgias no Estado, foram comprados para o HGR aparelhos de sistema de vídeo laparoscópico, bombas de infusão, colposcopia com braço pantográfico, oxicapnógrafo, capnógrafos, aspirador de vapores, garrote pneumático eletrônico/manual, bombas de infusão, monitores multiparâmetro, litotriptor intracorpóreo, mesas cirúrgicas, camas para obesos entre outros itens.

Também para cirurgias neurológicas foram adquiridos dois equipamentos de imagem tridimensional, os neuronavegadores, que possibilitam a realização de cirurgias com maior precisão e segurança, além de aparelhos de anestesia, ultrassonografia, torres de videolaparoscopia, monitores multiparâmetro, desfibriladores, coloscópios, ventiladores de transporte, camas elétricas, mesas cirúrgicas e focos auxiliares.

Em maio deste ano, também chegaram 170 escadas com dois degraus, 120 colchões hospitalares, 60 poltronas para acompanhantes, 15 carros de emergência e 9 balanças hospitalares, além de 7 guindastes para auxiliar na locomoção de pacientes com problemas de obesidade.

O Governo de Roraima também investiu na compra de medicamento indicado para o tratamento do infarto agudo do miocárdio e mantém o estoque abastecido.

Além disso, adquiriu 12 aparelhos de anestesia com monitorização de agentes anestésicos; dois desfibriladores cardioversor, com funções adulto; 10 eletrocardiogramas; 54 monitores multiparâmetro, dois microscópios cirúrgicos, para uso em neurocirurgia no HGR; dois sistemas de cirurgias guiadas por imagens, neuronavegador e 30 desfibriladores, totalizando 114 equipamentos

Avalie este item
(0 votos)

O fomento às programações e atrativos locais será o ponto-chave da I Semana do Turismo de Uiramutã, que ocorrerá entre os dias 12 a 16 de setembro no município.

 

O evento tem o apoio do Governo de Roraima, que participará de vários momentos da programação, por meio do Departamento de Turismo, da Secult (Secretaria de Cultura e Turismo).

 

Durante os cinco dias de evento haverá a realização de exposições fotográficas, ciclo de palestras e mesas redondas voltadas a temáticas turísticas e de mudanças climáticas, bem como a exibição do documentário “Fire On Ice”, dirigido por Leila Conners.

 

“O evento vem pra fortalecer esse nosso entendimento de podermos discutir e propor estratégia e planos, para que também possamos executar, de fato, a política de turismo em nosso município”, disse Elder Silva Marques, secretário municipal de Meio Ambiente e Turismo de Uiramutã.

 

No dia 15, a equipe da Secult participará de solenidade na Câmara Municipal de Uiramutã, onde será assinada a lei que regulamenta a atividade de condutor de turismo local nas terras indígenas localizadas no município. Após o ato, haverá ainda pela parte da manhã, debate sobre a política municipal de turismo. Pela tarde, uma mesa redonda sobre experiências em etnoturismo.

 

A LEI

 

O diretor do Departamento de Turismo da Secult, Bruno Muniz de Brito, explica que a discussão para a sanção da lei envolveu o Governo de Roraima e a prefeitura de Uiramutã, que fez a análise jurídica, uma vez que o município faz parte de terra indígena, além da câmara municipal e várias lideranças de organizações indígenas, protagonistas na nova lei.

 

“Principalmente porque os condutores locais desse turismo são os próprios indígenas das comunidades, que participam dos planos de visitação, tanto nas comunidades que fazem parte do Centro Regional Indígena Flexal, quanto em outras comunidades como aquelas do Centro Regional Água Fria e aquelas do entorno do município de Uiramutã que venham futuramente a compor seus planos de visitação turística daquelas comunidades”, disse.

 

De acordo com a coordenadora de Turismo de Uiramutã, Jane Lira Costa, com a sanção da lei, cerca de 200 condutores das comunidades e da sede, já capacitados e certificados, deverão ser beneficiados com liberação para atuação em, pelo menos, dez comunidades indígenas do município, que fazem parte do plano de visitação etnoturísticos dos polos Flexal e Água Fria.

 

“A secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Uiramutã convidou a todos, em especial os tuxauas e líderes de comunidades mais próximos da sede para participarem, principalmente no dia 15, onde teremos o debate sobre política municipal de turismo e a mesa redonda falando sobre a experiência do etnoturismo em terras indígenas”, explicou a coordenadora.

 

A Secult também estará presente no ciclo de palestras da Semana de Turismo. No dia 16, o diretor do Departamento de Turismo estará à frente da palestra “Educação Turística Interdisciplinar”, que ocorrerá na Escola Municipal Antônio Rodrigues a partir das 8h30.

 

“Durante a Semana do Turismo, o município também vai ser visitado pela operadora Criativa Turismo, que está conhecendo os nossos roteiros turísticos no Estado e, com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo, os técnicos do departamento e a equipe da Criativa estarão no município, nos dias 12 e 13, conhecendo os roteiros, algumas comunidades e estabelecendo parcerias para futuramente trazer os turistas residentes da região Nordeste para o Uiramutã”, complementou Bruno.

 

Confira abaixo a programação da I Semana do Turismo de Uiramutã:

 

Segunda-feira, dia 12:

 

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: Pontos turísticos do Plano de Visitação do Flexal

LOCAL: Prefeitura Municipal de Uiramutã

HORÁRIO: 8h às 17h

 

Terça-feira, dia 13:

 

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: Pontos turísticos do Plano de Visitação do Flexal

LOCAL: Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto

HORÁRIO: 8h às 17h

 

Quarta-feira, dia 14:

 

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: Pontos turísticos do Plano de Visitação do Flexal

LOCAL: Secretaria Municipal de Saúde

HORÁRIO: 8h às 17h

 

Exibição do documentário “Fire On Ice” / MESA REDONDA: Mudanças climáticas

PARTICIPANTES: Giovanni Sacramento – Articulador do Selo Unicef / Hueliton da Silveira – Chefe da Área Temática de Gestão Socioambiental

LOCAL: Câmara Municipal de Uiramutã

HORÁRIO: 14h às 17h

 

Quinta-feira, dia 15:

 

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: Pontos turísticos do Plano de Visitação do Flexal

LOCAL: Câmara Municipal de Uiramutã

HORÁRIO: 8h às 17h

 

ASSINATURA DA LEI DE CONDUTOR TURÍSTICO LOCAL

LOCAL: Câmara Municipal de Uiramutã

HORÁRIO: 8h30

 

DEBATE: Política Municipal de Turismo

AUTORIDADES CONVIDADAS: Benísio Roberto de Souza - Prefeito Municipal de Uiramutã / Magnun Cunha - Presidente da Câmara Municipal dos Vereadores / Elder Silva Marques - Secretario de meio Ambiente e Turismo / Osmar Tavares de Melo - Coordenador da Funai-RR / Bruno Dantas Muniz de Brito - Diretor do Departamento de Turismo de Roraima

LOCAL: Câmara Municipal de Uiramutã

HORÁRIO: 9h às 12h

 

MESA REDONDA: Experiências do Etnoturismo em Terras Indígenas

PARTICIPANTES: Havana Maduro – Analista Ambiental do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) / Geovane Oliveira - Secretário de Meio Ambiente e Turismo de Normandia / Enock Raposo - Consultor de etnoturismo do Plano de visitação da Raposa / Karina Stael - Secretária de Meio Ambiente e Turismo de Pacaraima / Clotildo Contrera de Lima - Coordenador do Plano de Visitação de etnoturismo do Bananal / Maria da providência Gonçalves da Silveira - Diretora Presidente da Fundação Municipal de Turismo e Cultura

LOCAL: Câmara Municipal de Uiramutã

HORÁRIO: 14h às 17h

 

Sexta-feira, dia 16:

 

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: Pontos turísticos do Plano de Visitação do Flexal

LOCAL: Escola Municipal Antônio Rodrigues

HORÁRIO: 8h às 12h

 

PALESTRA: Educação Turística Interdisciplinar

LOCAL: Escola Municipal Antônio Rodrigues

HORÁRIO: 8h30

 

PROJETO TURISMO E MEIO AMBIENTE NA ESCOLA: Palestra sobre bens arqueológicos com o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e trilha até o paredão das gravuras rupestres (Alunos da Escola Municipal Antônio Rodrigues)

LOCAL: Escola Municipal Antônio Rodrigues

HORÁRIO: 8h30

 

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: Pontos turísticos do Plano de Visitação do Flexal

LOCAL: Escola Estadual Joaquim Nabuco

HORÁRIO: 13h às 17h

 

PROJETO TURISMO E MEIO AMBIENTE NA ESCOLA: Palestra sobre bens arqueológicos com o Iphan e trilha até o paredão das gravuras rupestres (Alunos das Escolas Estaduais Joaquim Nabuco e Indígena Júlio Pereira)

LOCAL: Escola Municipal Antônio Rodrigues

HORÁRIO: 14h

Avalie este item
(0 votos)

Nesta segunda-feira, 12, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) entregará revitalizada a Escola Estadual Francisca Élzika de Souza Coelho, no bairro Mecejana, em Boa Vista. A ação será às 16h30 e toda a comunidade escolar está convidada a participar.

 

A escola foi criada em 1996 e há seis anos não passava por nenhuma revitalização, principalmente na parte elétrica, hidráulica e na pintura da escola. O investimento é do Tesouro Estadual e foi de R$ 1.967.701,53.

 

“Em 26 anos a escola só passou por pequenos reparos e pinturas. Agora temos o prazer de ver a unidade está revitalizada. É uma satisfação entre todos os servidores e a comunidade escolar. Sabemos que os alunos se beneficiam e isso melhora o processo de aprendizagem”, ressaltou a gestora Gilmarlene de Medeiros.

 

Entre os mobiliários novos que a escola recebeu estão 350 carteiras escolares, nove kits refeitório, 44 armários, 20 mesas para computador, 42 cadeiras para professor, freezer, geladeira, dois bebedouros, fogão, além de utensílios para copa e cozinha, 15 quadros brancos, uma TV Smart e um projetor. Todas as salas também estão climatizadas.

 

A Escola Francisca Élzika atende 307 estudantes no Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) e 32 professores. As aulas iniciam, em formato presencial, na terça-feira, 13.

 

Investimentos da gestão na recuperação de prédios escolares

 

O Governo de Roraima investe na reestruturação de prédios escolares. Até o momento, já foram reinauguradas 36 escolas revitalizadas e mobiliadas em todo o Estado.

 

Na Capital, das 17 escolas que passam por manutenção, nove já foram entregues para a comunidade escolar. O investimento com a revitalização é de R$ 9 milhões do Tesouro Estadual, beneficiando mais de 6.800 estudantes com ambientes revitalizados, equipados e propícios para o desenvolvimento do processo educacional.

 

As escolas na capital são: Lobo D’Almada, no Centro, Carlo Casadio, no bairro Centenário, Olavo Brasil no Jóquei Clube, Colégio Estadual Militarizado Wanda David de Aguiar, no bairro Raiar do Sol.

 

Além do Colégio Estadual Militarizado Maria de Lourdes Neves, no Pintolândia, Escola Estadual Fernando Grangeiro, no Caranã, Escola Estadual Ana Libória, no Mecejana, Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade, no Pricumã e Escola Estadual Dom José Nepote, no pricumã.

 

“A entrega da [escola] Francisca Élzika é a continuidade do trabalho do Governo de Rotina nas escolas. A comunidade escolar já recebeu a escola Dom José Nepote totalmente revitalizadas e nas próximas semanas, outras escolas serão entregues, um compromisso com a educação", afirmou o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita.

 

Avalie este item
(0 votos)

A Sesau (Secretaria de Saúde), promove na próxima semana, no auditório da CGVS (Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde), a 4ª Oficina de Planejamento e Nivelamento para a Realização da Campanha Antirrábica e Controle da Raiva.  

 

A atividade tem como objetivo equiparar o conhecimento e as técnicas de campanha de todos os municípios em relação a métodos, tipo de mobilização, forma de realização, técnicas de conservação, aplicação e uso consciente do imunobiológico.

 

No dia 12, a oficina será voltada para médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que atuam na rede de saúde e o tema discutido será a atualização do esquema profilático antirrábico humano de pré e pós exposição.

 

Já no dia 13, será a vez dos servidores que compõem as equipes de vigilância e controle de endemias e zoonoses dos municípios de Roraima. Na ocasião, será discutida a epidemiologia de agravo, definição de metas e nivelamento das ações que serão executadas na campanha deste ano.

 

“Estaremos levando para esse público as atualizações sobre vacinas e esperamos com isso alcançar o maior número de animais vacinados nos municípios, para podermos atingir a meta anual do Ministério da Saúde”, salientou a gerente do NCZ (Núcleo de Controle de Zoonoses), Ingrid Albuquerque.

 

Avalie este item
(0 votos)

Na próxima semana, a Codesaima irá realizar mais uma etapa de regularização fundiária urbana. Desta vez o serviço será para os moradores do conjunto habitacional Cambará e acontece de segunda-feira, 12, a sábado, 17.

 

O atendimento dos moradores será na Escola Estadual Militarizada Pedro Elias Albuquerque, na rua Ametista, nº 631, bairro Jóquei Clube, de segunda, 12, a sexta-feira, 16, no horário das 14h às 18h30. No sábado, 17, o horário será das 8h às 12 h.

 

Antes do início do trabalho na escola, os moradores serão informados sobre os documentos que devem providenciar. São eles: RG, CPF, Comprovante de Residência, Certidão de Casamento, Matrícula do imóvel e Carteira de Vacinação contra a Covid-19 para isenção de tarifas.

 

O conjunto Cambará possui 820 imóveis e espera-se que os residentes não percam a oportunidade para regularizar as moradias.

 

OUTROS CONJUNTOS

 

Em agosto a ação foi realizada para os conjuntos Caimbé l e ll. O atendimento aos moradores aconteceu na Escola Estadual Major Alcides, no bairro Asa Branca. De 631 casas, 229 mutuários procuraram o serviço. A campanha para esses conjuntos deve retornar, provavelmente, entre os dias 26 a 30 de setembro.

 

A presidente da Codesaima, Maria Dantas, destacou a importância de mais uma etapa de regularização urbana. “Essa ação dá voz e vez aos moradores desses conjuntos habitacionais que esperam há mais de 40 anos pela escritura pública de suas casas. Iniciamos com um levantamento das condições dos imóveis e daremos seguimento ao processo de maneira responsável e legal, com total segurança jurídica para os verdadeiros donos das residências”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

Para melhorar a qualidade de vida e facilitar a mobilidade urbana no Distrito Industrial, o Governo de Roraima está executando a obra de pavimentação das ruas da região, localizada no bairro Governador Aquilino Mota Duarte, em Boa Vista.

 

Ainda nesta etapa, será feita a duplicação do trecho da BR-174 da altura da Embrapa até o 5° Distrito Policial, que vai contar com calçada, ciclovia e serviço de drenagem.

 

O projeto consiste no asfaltamento de 3 km de vias, executados com investimentos de R$ 8.554.249,00 da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), referentes à emenda do deputado federal Hiran Gonçalves. O Governo também entra com contrapartida de R$ 84.406,00.

 

“O Distrito Industrial possui cerca de 150 empresas. O projeto vai trazer melhores condições para as empresas atuarem no local mais estruturado", ressaltou o governador Antonio Denarium.

 

A empresária Sandra Gama possui um empreendimento deste 2014 na região e destaca que a obra trará não apenas a melhoria na trafegabilidade, mas também na valorização dos imóveis da região.

 

“A transformação é muito importante, pois neste período aqui [no Distrito Industrial] era intrafegável. Sem dúvidas haverá uma valorização dos terrenos e das empresas, devido inclusive à titulação dos imóveis feita pelo Governo de Roraima”, afirmou a empresária.

 

Para o secretário estadual da infraestrutura, Emerson de Paula,  a obra é um salto para o desenvolvimento de Boa Vista e do Estado. “A pavimentação asfáltica é uma obra muito solicitada pelos empresários. Esses serviços beneficiam não apenas os moradores das ruas asfaltadas, mas também quem está nas vizinhanças. Em breve vamos iniciar a segunda etapa de pavimentação, que abrangerá todo o bairro [Aquilino Duarte Mota]”, enfatizou.

 

PRÓXIMA FASE

 

O valor aplicado na segunda etapa de pavimentação das ruas do polo industrial será de R$ 10.021.661,00 milhões, com contrapartida do Estado de R$ 21.661,00. Serão pavimentados 5 km de ruas que dão acesso às empresas instaladas no Distrito Industrial. Além da pavimentação, será feito todo O trabalho de urbanização com a implantação de meio-fio e calçadas.

Avalie este item
(0 votos)

A produção de citros em Roraima tem crescido ano após ano, resultado de incentivos do governo do Estado e do controle fitossanitário rigoroso executado pelos técnicos e fiscais agropecuários da Aderr(Agência de Defesa Agropecuária de Roraima).

 

Para continuar o trabalho em defesa da produção, será realizado de 13 a 16 de setembro, no auditório da Superintendência da Federal de Agricultura um curso para capacitar técnicos da Aderr sobre prevenção e controle do greening, ministrado pela instrutora doutora Suely Xavier de Brito Silva - Fiscal Estadual/Engenheira Agrônoma da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia-ADAB.

 

Popularmente conhecida como greening, a praga Huanglongbing (HLB) é causada pela bactéria Candidatus liberibacter spp e tem o poder de destruição de todo pomar, pois não há cura. Por essa razão, o curso tem objetivo de treinar os servidores do grupo de fiscalização da Aderr na detecção dos sintomas da doença.

 

“O curso é voltado para os técnicos em fiscalização agropecuária e engenheiros agrônomos. Estamos trazendo uma pesquisadora do greening para realizar o curso, que entre outros aprendizados será estudada as metodologias de implantações de armadilhas e monitoramento do vetor da doença”, ressaltou o presidente da Aderr, Marcelo Parisi

 

A praga, que não chegou a Roraima e está sob controle oficial nos Estados de Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Moto Grosso do Sul, vem causando vários danos à citricultura no mundo. O curso para técnicos da Aderr é uma medida preventiva realizada pelo Governo do Estado, visando contemplar as ações do Plano de Contigência do HLB.

 

O Plano de Contigência, elaborado pela Aderr, em atendimento ao Programa Nacional de Prevenção e Controle à Huanglongbing (HLB) – PNCHLB criado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é uma ação que tem como objetivo garantir a sanidade na produção de citros em Roraima, no caso da ocorrência da doença.

 

A PRAGA

O HLB é uma praga que acomete todos os tipos de citros e não há cura para as plantas doentes. As árvores novas afetadas não chegam a produzir e as adultas em produção sofrem uma grande queda prematura de frutos e definham ao longo do tempo.

 

A bactéria Candidatus Liberibacter asiaticus é a principal causadora da doença no Brasil, pois são transmitidas pelo psilídeo Diaphorina citri, inseto de coloração branca acinzentada e manchas escuras nas asas, com comprimento de 2 a 3 mm, e muito frequente nos pomares nas épocas de brotação.

Avalie este item
(0 votos)

Em atividade desde 1982, o Laper (Laboratório de Anatomia e Patologia de Roraima) é o único laboratório de patologia e biópsias de Roraima que atende todas as demandas da capital e do interior, sejam da rede pública ou particular. A relevância não é por acaso, e os números traduzem a importância do laboratório.

 

Somente em agosto deste ano, 850 exames de patologia cérvico-vaginal e 540 exames especializados foram analisados pela unidade, um quantitativo que cresceu expressivamente por conta do retorno das cirurgias eletivas.

 

“Temos uma média de exames de anatomia patológica de 400 a 600 mensais, atualmente estamos com uma demanda muito grande por conta do aumento no número de cirurgias. Por isso, as unidades que fazem essas cirurgias estão constantemente mandando materiais para fazer os exames anátomo patológicos”, afirmou a bióloga e diretora do Laper, Cleonice Barbosa.

 

Das peças cirúrgicas estudadas pela equipe do laboratório entre janeiro a julho de 2022, foram dadas como resultado positivo 250 neoplasias malignas no período. Os materiais geralmente ficam na unidade por até 10 anos, mas parte dos resultados aguardando o retorno dos pacientes.

 

“Um alerta que eu deixo para todos os usuários e pacientes que fazem exames anátomo patológico é que se você faz o exame é preciso vir buscar o resultado, para levar ao seu médico e dar uma continuação ao tratamento”, completou a diretora.

 

O LABORATÓRIO

 

Composta por um corpo multiprofissional especializado com quatro patologistas, um citopatologista e um patologista bucal, o Laper dispõe ainda de biólogos, bioquímicos, químicos, biomédicos e técnicos em laboratório.

 

A unidade está localizada na rua Amsterdã, 505, bairro Aeroporto, ao lado do HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento).

 

“Funcionamos de segunda a sexta, das 6h30 às 18h, e nossa equipe estará toda aqui para receber os exames e entregar os resultados”, disse Barbosa.

Avalie este item
(0 votos)

Com o objetivo de difundir o conhecimento aos produtores rurais, estudantes e toda sociedade, foi realizado na manhã desta quinta-feira, 8, o “Dia de Campo e Roda de Conversa: Vamos falar de Café?”, no município de Bonfim.

 

O evento contou com a participação da Faperr(Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Roraima), representada pelo presidente Pedro Cerino, e do assessor técnico da instituição, Josias Ferreira.

 

Com grande potencial para a cafeicultura, a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) divulgou os híbridos de café Robustas Amazônicos, no sítio do senhor Roque Sichinel, que participa do projeto de cultivo da planta. Os resultados foram apresentados pelo engenheiro e pesquisador da superintendência do órgão em Rondônia, Marcelo Curitiba.

 

De acordo com o pesquisador, o Brasil produz 35% do café que é distribuído pelo mundo, e a Região Norte é um forte produtor. “O tipo de café que está sendo produzido em Roraima é o café Canéfora, conhecido por conilon ou robusta, que se desenvolve em locais mais quentes. Aqui em Roraima é produzido um café com características da própria Amazônia, o que o torna 100% único”, afirmou.

 

Para o assessor técnico da Faperr, Josias Ferreira, o evento foi importante para também estimular a agricultura familiar. “Os agricultores e os pesquisadores também poderão obter fomento para auxiliar a alavancar as pesquisas e o desenvolvimento agrário em Roraima por meio da Faperr. Uma ação relevante para a agricultura do nosso estado”, declarou.

 

Para o secretário da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Emerson Baú, a Faperrpossui um papel fundamental neste contexto. “É de extrema relevância termos a fundação, porque não adianta termos uma pesquisa básica sem aplicação, e é nisto que ela atua, justamente para proporcionar estruturalmente a pesquisa”, ressaltou Baú.

 

Já o chefe da Embrapa Roraima, Edvan Chaves, afirmou que a produção do café trará retornos para Roraima. “Para obter êxito, precisamos de produção e tecnologia, que é justamente o que a Embrapa fornece, para trazer êxito aos produtores. Somos um Estado em crescimento e com forte agricultura, por isso precisamos destes atores. Vamos cada vez mais produzir e desenvolver”, afirmou Chaves.

Avalie este item
(0 votos)

Da região das Serras do Uiramutã, no extremo Norte do Brasil, para Aracaju, capital de Sergipe, na costa do mar nordestino. Foi o trajeto de nove atletas de futsal feminino da Escola Estadual Joaquim Nabuco, após serem campeãs na etapa estadual dos JER’s(Jogos Escolares de Roraima).

 

Com a vitória na seletiva estadual, as meninas de Uiramutã garantiram a vaga para representar o Estado nos Jogos da Juventude de 2022. Das nove atletas que formam o time, apenas duas já tinham saído do município. Para as demais, tudo está sendo novidade, até mesmo a viagem de avião.

 

A viagem de avião foi mais ou menos”, confessa a goleira Lara Ruana. Tive medo no começo, mas depois fiquei de boa. A gente veio para ganhar, dar o nosso melhor aqui”, completa a atleta. Lara veio da comunidade indígena Popó, no município que representou nas competições. Lara também está firme em relação à primeira competição fora do Estado.

 

A jogadora Thalissa Silva, que atua no time como pivô e central, veio da comunidade indígena Monte Moriá I. Ela diz ser estranho estar fora de casa, mas que também está sendo um momento de aprendizado. Esta também é a primeira viagem dela.

 

“É a primeira vez que participo, viemos na esperança de ganhar, de conquistar a vitória. Está sendo um aprendizado porque jogamos com times de outros Estados, vendo outras pessoas e adquirindo mais experiência”, diz Thalissa.

 

As meninas de Uiramutã tiveram dois jogos até o momento: o primeiro foi contra a equipe do Amazonas, que venceu por 6 a 3; o seguinte foi contra o time da casa, Sergipe. No segundo jogo, as meninas mantiveram o ritmo, comandaram a partida, chegaram a abrir o placar por 3 a 1. Mas bastou um descuido para Sergipe conseguir virar o placar e finalizar a partida por 7x3. O próximo desafio é contra Tocantins.

 

 

 

Jogos da Juventude, muito mais do que medalhas

 

Para a professora Gardênia Cavalcante, técnica que acompanha a equipe, a oportunidade que as meninas conquistaram de participar dos Jogos da Juventude, de viajar para outro Estado e conhecer coisas novas, vale mais do que a vitória dentro da quadra.

 

“Sair de Uiramutã para conhecer outras realidades é de grande valia para elas. Muitas nunca tinham saído do município. Conhecer outro mundo, outra cultura, ter essa vivência, é algo que ficará marcado e que elas vão levar para o resto da vida”, destaca.

 

Em relação à parte técnica do futsal, Gardênia disse que o campeonato está sendo importante para que elas possam avaliar o próprio desempenho.

 

“Elas estão percebendo o quanto os demais times têm capacidade técnica e tática e o quanto elas conseguem desenvolver na quadra. Isso faz com que percebam que precisam trabalhar ainda mais e se aperfeiçoar, para que no futuro possam estar competindo em pé de igualdade”, explica.

 

A professora cita ainda alguns fatores externos que também comprometem o desempenho das atletas. “A falta de uma quadra com as medidas oficiais para treinamento influencia no rendimento. Nossa quadra de treinamento é menor. Mas apesar de não termos vencido os jogos, a experiência para elas com toda certeza está sendo muito boa”, finaliza.

 

Avalie este item
(0 votos)

Os times de voleibol de Roraima estão dando um verdadeiro show nos Jogos da Juventude em Aracaju (SE). As equipes masculinas (Escola Monteiro Lobato) e feminina (Escola Tancredo Neves) seguem invictas e com as vitórias de hoje, 08, avançam na competição. 

 

Pela manhã, o time da Escola Tancredo Neves jogou contra a equipe da Bahia. O jogo foi tranquilo e a vitória veio fácil, com placar elástico: 25x04 e 25x09. Na próxima partida, as meninas, que estão na terceira divisão, encaram o time de Alagoas. 

 

Já o jogo da equipe masculina foi adrenalina pura. Roraima mostrou sua potência em quadra enfrentando o Rio de Janeiro, time forte e vice-campeão da primeira divisão. 

 

No primeiro set, o time da Escola Monteiro Lobato dominou o jogo, apesar do placar bem equilibrado. Os meninos acertaram muitas jogadas com bons levantamentos e venceram os cariocas por 25x20. 

 

Porém, no segundo set, o Rio de Janeiro acertou o ritmo dos ataques e acabou vencendo com o placar 25x20, o que levou o jogo para o tiebreak. No terceiro set, Roraima voltou a se encontrar na partida.

 

Com jogadas trabalhadas, ataques certeiros e bolas bem colocadas na quadra adversária, os roraimenses abriram o placar e conseguiram manter a concentração até o final,  vencendo por 15x10.

 

“A gente sabia que ia ser difícil, mas conseguimos alcançar um bom resultado e atingir a nossa meta que era vencer. Agora é bola pra frente, vamos dar o nosso melhor dentro da quadra e buscar o pódio”, disse, confiante Mizael Araújo Sampaio, central do time.

 

O técnico da equipe, Antônio Fidelis disse que está muito feliz com o resultado do grupo. Ele ressaltou a boa atuação e o crescimento da equipe, do primeiro jogo contra o Rio Grande do Sul para o segundo, contra o Rio de Janeiro.

 

“Fiquei emocionado com a atuação, eles estão em uma crescente, jogando muito bem. Começamos um pouco assustados, afinal é primeira divisão, times altos, mas conseguimos superar obstáculos. Nosso jogo técnico foi muito bom, com excelentes levantamentos. Só alegria para o grupo”, destacou Fidelis.

 

O próximo desafio de Roraima será o Ceará, nesta sexta-feira, dia 9.

 

Avalie este item
(0 votos)

Em alusão ao Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção ao suicídio, a Clínica Médica Especializada Coronel Mota vai promover nesta sexta-feira, 9, uma blitz educativa para os usuários do SUS. A programação inicia a partir das 10h, em frente ao setor de psiquiatria da unidade, na avenida Capitão Júlio Bezerra, no Centro de Boa Vista.

 

“A blitz consiste em chamar a atenção da população sobre a importância dos cuidados com a vida e a saúde mental”, destacou a responsável pelo setor da psiquiatria, Suely do Nascimento.

 

Conforme Suely, a blitz vai contar com o apoio de estudantes do curso de psicologia da Faculdade Cathedral. A ideia é prestar todo o suporte de acolhimento aos pacientes que aguardam pela realização da consulta com especialista.

 

“A equipe vai estar em uma sala fazendo acolhimento e psicoeducação para os pacientes. Nosso objetivo maior é alertar e sensibilizar sobre a prevenção do suicídio. Em outras palavras, é importante que a população entenda que a atenção à saúde mental é tão importante quanto a saúde física”, frisou.

 

A psiquiatra conta ainda que este é o terceiro ano que a unidade realiza a ação, que contará também com apresentações musicais, dança e entrega de brindes.

 

“Esse é o terceiro ano em que realizamos a ação de prevenção na unidade com palestras, atividades motivacionais com os pacientes, distribuição de livros, pirulitos, chocolates, picolés. Contamos ainda com o apoio da psicologia, que realiza tarefas não apenas para os pacientes, mas também para os funcionários”, concluiu.

 

VALORIZANDO A VIDA

 

Dentre as ações para o Setembro Amarelo, a Clínica Médica Especializada Coronel Mota ampliou a quantidade de vagas para os atendimentos com os psicólogos e psiquiatras, decorrente do alto número de consultas marcadas no mês de julho. No período, foram 1.573 atendimentos com psiquiatras e psicólogos.

 

Atualmente, a unidade conta com cinco profissionais especializados no atendimento à saúde mental. As marcações e consultas ocorrem regularmente na unidade, de segunda a sexta-feira.

Além das unidades de saúde, a população também pode contar com o suporte de orientação do CVC (Centro de Valorização da Vida), por meio do 188. Os profissionais dão todo o apoio emocional e preventivo contra o suicídio, de forma voluntária e gratuitamente.

 

VEJA A PROGRAMAÇÃO

 

9h - Abertura com apresentação de coreografia (grupo de dança da Igreja do Evangelho Quadrangular) e acolhimento feito pelos estudantes do curso de psicologia da Faculdade Cathedral.

 

10h – Blitz pela unidade com entrega de brindes.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima deu início nesta quinta-feira, 8, à 2ª Oficina Intersetorial de Programas Federais em Roraima. As atividades são voltadas a agentes que atuam nas áreas de saúde, educação e assistência social do Estado e municípios e seguem até sexta-feira, 9, no auditório da UERR (Universidade Estadual de Roraima).

 

Realizada entre Sesau (Secretaria de Saúde), Seed(Secretaria de Educação e Desportos) e Setrabes(Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social), o evento conta ainda com o apoio do Ministério da Saúde e tem como foco principal fortalecer a promoção e a articulação intersetorial pela qualidade de vida dos jovens e adolescentes em idade escolar.

 

De acordo com a gerente do NAPSJ (Núcleo de Ações Programáticas de Saúde do Adolescente e Jovem), Ilma Saraiva, o foco é somar forças para ampliar e reforçar a assistência de saúde, utilizando o PSE (Programa Saúde na Escola), o Crescer Saudável e o Auxílio Brasil, executados em Roraima.

 

“Essa discussão é importante para que os municípios, integrando saúde, educação e assistência social, desenvolvam ações de promoção por meio dos programas executados pelo Governo Federal”, destacou.

 

Como convidado do evento, o consultor técnico do Ministério da Saúde, Lucas Fernandes, disse que a oficina ajudará a melhorar o diálogo entre os setores envolvidos, mesmo que sejam de pastas distintas, uma da outra.

 

“A importância desse evento para o estado é fortalecer essa articulação intersetorial cotidianamente, as relações entre saúde e educação é uma maneira de manter vivo esse programa [o PSE]. Vamos dialogar sobre o que tem sido realizado até o momento e como podemos aperfeiçoar algumas dificuldades nesse processo”, frisou.

 

A assistente social e técnica responsável pelo PSE em Bonfim, Shaundessa Guimarães, está participando pela primeira vez da oficina. Ela pretende levar o aprendizado dos dois dias de evento para reforçar as ações de qualidade de vida junto às escolas de seu município.

 

“A expectativa para hoje é de levar conhecimento para o meu município e executar melhor o meu trabalho dentro do que o programa oferece”, declarou.

 

 

Escolas de Roraima são beneficiadas com ações de saúde do PSE

 

Executado em 93 escolas estaduais da capital e do interior de Roraima, o PSE (Programa Saúde na Escola) promove a atenção à saúde e previne doenças de estudantes e comunidades. São feitas ações de saúde bucal dos estudantes, combate ao mosquito aedes aegypti, atividades físicas e lazer nas escolas, além de métodos de prevenção à covid-19 no ambiente escolar.

 

O programa do Governo Federal é executado em Roraima por várias secretarias estaduais, incluindo a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), com a articulação de entidades municipais.

 

“São 290 escolas em todo o Estado, sendo 93 unidades só do Estado. Assumimos o compromisso de essas atividades chegarem para os estudantes, e isso foi possível graças à parceria entre as secretarias de Governo, grandes facilitadoras para desenvolver o projeto”, disse o titular da Seed, Nonato Mesquita.

 

Ainda segundo o gestor, a saúde bucal dos alunos é prioridade porque atinge diretamente o desenvolvimento escolar deles, pois o Estado busca um ensino de excelência e qualidade.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DA OFICINA

 

Quinta-feira, 8 de setembro:

 

- 8h – Credenciamento;

- 8h30 – Boas-vindas e abertura da oficina;

- 9h30 – Exposição Dialogada: Cenário Estadual – PSE na Saúde;

- 10h – Intervalo;

- 10h30 – PSE no Estado na perspectiva da Educação;

- 11h – PSE no Estado na perspectiva do Proadi-SUS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde);

- 11h30 – Dúvidas e discussão;

- 12h – Almoço;

- 14h – Gestão intersetorial: implementando o PSE;

- 15h30 – Intervalo;

- 16h – Diagnóstico situacional e planejamento do PSE no Estado;

- 18h Encerramento.  

Sexta-feira, 9 de setembro:

 

- 8h30 – Dinâmica de grupo;

- 9h – Orientações quanto ao preenchimento da ficha de atividade coletiva do e-SUS;

- 10h – Intervalo;

- 10h30 – A importância da articulação intersetorial do Programa da saúde na Escola e o Auxílio Brasil com as condicionalidades Educação e Saúde;

- 11h15 – Ações de alimentação e nutrição: Programa Crescer Saudável;

- 12h – Almoço;

- 14h – Ações de alimentação e nutrição: Programa Crescer Saudável (continuação);

- 15h – Intervalo;

- 15h15 – Debate;

- 17h – Encerramento.

Avalie este item
(0 votos)

Nos últimos sete dias, o Governo de Roraima realizou e participou das comemorações da Semana da Pátria. Na tarde desta quarta-feira, 7, foi realizado, na Esplanada do Palácio Senador Hélio Campos, o encerramento da programação, com o apagamento do fogo simbólico da Pátria e o arriamento das bandeiras.

 

O evento foi aberto ao público e contou com a participação de 50 policiais militares que realizaram as atividades da cerimônia. Representando a chefia da Casa Militar, o diretor do Departamento Administrativo da pasta, capitão Júlio Cesar, enfatizou a importância de retomar o momento patriótico após dois anos da pandemia da covid-19.

 

“Em razão da pandemia, foram suspensos os desfiles e outras comemorações. Mas sempre realizamos as solenidades de abertura e de encerramento da Semana da Pátria. É uma forma de enaltecer um período tão importante para a nossa Pátria”, disse.

 

CRONOGRAMA

 

As comemorações da Semana da Pátria tiveram início no dia 1º deste mês. Na primeira etapa, houve a cerimônia de acendimento do fogo simbólico. Antes, o fogo simbólico havia sido acendido em um porto no bairro São Pedro e percorreu algumas ruas de Boa Vista até chegar à Esplanada do Palácio do Governo.

 

Posteriormente, na quarta-feira, 7, foi realizado o tradicional desfile cívico-militar em alusão ao Dia da Independência, cujo bicentenário é comemorado em 2022. Como sempre, o evento ocorreu na avenida EneGarcez, em frente ao Portal do Milênio.

 

A solenidade contou com o desfile de forças de segurança das esferas Federal, Estadual e Municipal, como o Exército Brasileiro e a Polícia Militar. Houve ainda apresentação de quatro aviões da FAB (Força Aérea Brasileira), que cortaram os céus de Boa Vista.

 

Cerca de 1.500 alunos de 47 escolas, sendo 29 civis, 18 colégios militarizados, além do Colégio Estadual Militar Cel. PM Derly Luiz Vieira Borges também desfilaram na avenida Ene Garcez, além de várias instituições civis convidadas para o evento.

 

“Foi um desfile com a participação de todas as instituições militares do estado de Roraima, Forças Armadas, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, escolas e outras instituições roraimenses. Demonstramos apreço a essa data tão especial para o Brasil e nossa formação como cidadãos”, frisou o capitão Júlio Cesar.

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 7, teve início o segundo bloco de competições dos Jogos da Juventude, com disputas nas modalidades de voleibol, futsal, taekwondo e ginástica artística. Para esta fase da competição, desembarcaram em Aracaju mais 48 integrantes da delegação de Roraima.

 

E a estreia foi de vitórias para as equipes de voleibol. O time das meninas, formado por atletas da Escola Tancredo Neves, jogou contra o Ceará. A partida foi acirrada e cada ponto muito disputado pelos times. Roraima venceu o primeiro set, e o Ceará venceu o segundo, o que levou o jogo para o tiebreak.

 

No terceiro set, as roraimenses, que já têm experiência em competições nacionais, não deixaram espaço para as cearenses abrirem vantagem e Roraima levou a melhor, vencendo o set final por 15x12.

 

“Foi um pouco difícil por erro nosso mesmo, mas vamos treinar mais e botar pra ganhar”, declarou a levantadora da equipe roraimense, Yasmim Ribeiro,.

 

O técnico Roberval Mendonça, disse que o time vai buscar a vitória dentro da categoria, que é a terceira divisão. “Primeiramente agradeço a Deus pela vitória. Elas são as campeãs de Roraima e agora estamos tentando ganhar o nacional. É difícil, mas vamos em frente. Essa foi a primeira. Que venham mais vitórias”, disse.

 

O próximo jogo será contra a Bahia, nesta quinta-feira, 8.

 

MASCULINO

 

O time masculino, que está na primeira divisão, considerada a elite do voleibol escolar, também não deixou por menos no jogo de estreia. A equipe da Escola Monteiro Lobato, liderada pelo professor Antonio Fidelis, enfrentou o Rio Grande do Sul em um jogo muito equilibrado.

 

No final, Roraima conquistou a vitória. Parciais 25x20 e 25x21. O próximo desafio será contra a equipe do Rio de Janeiro.

 

OUTROS RESULTADOS

 

Também começaram as disputas de futsal nesta quarta-feira, 7 de setembro. O time masculino da Escola Ayrton Senna jogou contra o time do Acre. No início do primeiro tempo, os roraimenses comandaram o jogo, abrindo a diferença de 3x1 no placar.  Mas bastou um minuto de desconcentração e o Acre empatou e virou o jogo.

 

No segundo tempo, os roraimenses tentaram recuperar a vantagem, mas estava difícil marcar o gol no adversário. Porém, nos últimos instantes, os meninos conseguiram o empate e o placar final contra os acreanos foi de 5x5.

 

Agora eles vão enfrentar o time do Amazonas.

 

No futsal feminino, as atletas da Escola Joaquim Nabuco (Uiramutã) jogaram contra o Amazonas. As manauaras levaram a melhor vencendo a partida por 6x3. O próximo jogo será contra o time da casa, Sergipe.

 

Roraima estreou também no taekwondo. A equipe é formada por nove atletas de escolas de Boa Vista, Caracaraí, Cantá e Normandia. Na quarta-feira, 7, foram disputadas cinco lutas e nesta quinta, 8, segue a competição para os representantes roraimenses nesta modalidade.

 

JOGOS DA JUVENTUDE

 

Os Jogos da Juventude são organizados pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), que é responsável por toda a logística do evento como alimentação, hospedagem e transporte para locais de competição.

 

O Governo de Roraima disponibilizou todas as 170 passagens para os integrantes da Delegação do Estado. Até o momento, houveram disputas no atletismo, tênis de mesa, natação e vôlei de praia, com a conquista de duas medalhas de ouro, no masculino e feminino, feito que elevou Roraima para a primeira divisão do vôlei de praia escolar.

 

No próximo bloco da competição, chegam a Sergipe entre os dias 10 a 12, os atletas de judô, ginástica rítmica, ciclismo, basquetebol e handebol. Os Jogos da Juventude seguem até dia 18 de setembro.

 

Outras informações sobre a competição estão disponíveis no site do COB (www.cob.org.br). Os jogos também podem ser acompanhados ao vivo pelo site www.canalolimpicodobrasil.com.br.

Avalie este item
(0 votos)

Como parte das comemorações da Semana da Pátria, ocorreu na ensolarada manhã desta quarta-feira, 7, na Avenida Ene Garcez, o tradicional desfile cívico-militar,que não aconteceu nos últimos dois anos em razão da pandemia da Covid-19.

O evento, que neste ano comemora o bicentenário da Independência, teve início com a revista à tropa pelo governador Antônio Denarium.

Em seguida, servidores e usuários dos serviços ofertados pela Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-estar Social) desfilaram na avenida, entre os quais, o Centro de Apoio à Pessoa com Deficiência e o Centro de Equoterapia de Roraima.

O desfile também contou com a participação dos alunos da rede estadual de ensino. Foram 1500 estudantes de 47 escolas estaduais, sendo 29 civis, 18 colégios militarizados, além do Colégio Estadual Militar Cel. PM Derly Luiz Vieira Borges. Cada unidade escolar foi representada na avenida por um pelotão de 30 alunos.

Entre estes pelotões, 19 fanfarras abrilhantaram o desfile também com a participação de uma média de 30 integrantes cada. Os alunos da Escola Estadual Monteiro Lobato, a exemplo das outras unidades educacionais, abriram o desfile da escola com a banda marcial.

“A banda marcial, chamada de Villa Lobos, ensaiou desde fevereiro, porque, devido à pandemia, iniciamos os treinamentos do zero e muitos terminaram o ensino médio e saíram da escola”, explicou a gestora da Escola Monteiro Lobato, Rozmeri Assunção.

Após o desfile das unidades escolares, os servidores e organizadores educacionais da Seed (Secretaria de Educação e Desporto) entraram na avenida. Na sequência, desfilaram as instituições não governamentais.

“É uma emoção ver a alegria de centenas de estudantes das escolas estaduais desfilando. Após dois anos sem o desfile cívico-militar, devido à pandemia de covid-19, retornamos hoje, com uma grande festa da democracia, festa da Independência do Brasil”, ressaltou o governador Antonio Denarium.

“Há dois anos estávamos impossibilitados de realizar esta festa. É a oportunidade de a sociedade civil do nosso Estado demonstrar a organização, a disciplina e o respeito que os nossos alunos têm com os símbolos nacionais”, complementou o secretário de Educação e Desporto, Nonato Mesquita.

De visita a Roraima, a mineira Lorena Vaz assistiu ao desfile em Boa Vista pela primeira vez e disse que é uma alegria desfrutar deste momento em família.

“Meus familiares falaram que passamos dois anos sem desfile, devido a pandemia, mas agora estou feliz porque não só aqui no Estado como nos outros estamos comemorando nossa independência como nação”, disse empolgada. “É uma emoção ver a alegria de centenas de estudantes das escolas estaduais desfilando.

O desfile cívico-militar foi organizado pelo Governo do Estado de Roraima em parceria com as organizações da sociedade civil e militares.

 

Bicentenário da Independência do Brasil - o Brasil comemora, neste 7 de setembro, os 200 anos da Independência. O fato é um dos momentos mais importantes da história, uma vez que esse foi o dia em que teve início o processo de separação de Portugal.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), em parceria com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e as Prefeituras de Bonfim e Normandia, realiza nesta semana duas programações do Dia de Campo.

Nesta quinta-feira, 8, o Encontro: Vamos Falar de Café acontece no Sítio Pitaya Vermelha, localizado na BR-401, quilômetro 58, vicinal 1, região do Projeto de Assentamento Caju II, no município de Bonfim.

“Nesta oportunidade, contaremos com a palestra do Dr. Marcelo Espindula, pesquisador da Embrapa em Rondônia, um profissional que atua na produção de mudas, condução, nutrição e melhoramento genético. Também visitaremos algumas plantações e, em seguida, haverá o lançamento de um manual técnico para implementação de lavouras de café, pelo Iater(Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural)”, destacou Esther Brasil, zootecnista na Seadi.

Já na sexta-feira, 9, em Normandia, o Dia de Campo será dedicado ao Caju. Também haverá visita técnica às plantações e palestra com o chefe da Embrapa Agroindústria Tropical em Fortaleza, Dr. Gustavo Saavedra. O pesquisador atua no desenvolvimento de processos fermentativos; bioconversão de resíduos e coprodutos agroindustriais; maceração enzimática de polpas de frutas tropicais.

Para o titular da Seadi, Emerson Baú, o Dia de Campo objetiva o desenvolvimento das culturas agrícolas. “Fomentar a pesquisa no setor primário é fundamental para melhorar a produtividade e segurança econômica de quem trabalha e produz. Dessa forma, o Governo de Roraima, por meio da Seadi, vem promovendo um ambiente favorável aos negócios, com incentivo à produção, ao empreendedorismo e à inovação em bases sustentáveis”, concluiu.

O Dia de Campo conta com apoio do Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Femarh(Fundação do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária) e Faperr(Fundação de Amparo à Pesquisa).          

 

SERVIÇO:

 

Dia de Campo

Vamos Falar de Café

Dia 8, em Bonfim

Vamos Falar de Caju

Dia 9, em Normandia

 

Avalie este item
(0 votos)

Nesta quarta-feira, 7, com o desfile de 7 de Setembro, data em que é comemorada a Independência do Brasil, o Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) informa que haverá mudanças no trânsito da região central de Boa Vista.

 

O órgão detalha que ruas e avenidas permanecem interditadas para o evento, que começa a partir das 7h30, na avenida Ene Garcez. As vias serão liberadas para o trânsito de veículos após a finalização do desfile.

 

Além dos agentes de trânsito do Detran, a Polícia Militar e a Secretaria Municipal de Trânsito também estarão auxiliando os motoristas e pedestres sobre as alterações no trânsito durante o desfile.

 

“Devido às restrições, os motoristas devem trafegar com atenção nas proximidades dos trechos em que o trânsito estará interditado”, disse o diretor de Segurança do Trânsito do Detran-RR, GueresMesquita.

 

CONFIRA OS TRECHOS DE INTERDIÇÃO

 

Pontos sentido Centro:

 

- Terêncio Lima com Pedro Rodrigues;

- Cerejo Cruz com Vitor Maia;

- Cerejo Cruz com Capitão Ene Garcez;

- Ajuricaba com Capitão Ene Garcez;

- Ajuricaba com Vitor Maia;

- Cecília Brasil com Capitão Ene Garcez;

- Araújo Filho com Capitão Ene Gracez;

- Capitão Ene Gracez com Praça do Centro Cívico.

 

Pontos sentido bairros:

 

- Coronel Pinto com General Penha Brasil;

- Alfredo Cruz com General Penha Brasil;

- Barão do Rio Branco com Capitão Ene Garcez;

- Coronel Mota com Capitão Ene Garcez;

- Pedrinho Filho com Capitão Ene Garcez;

- José Ribeiro da Silva com Capitão Ene Garcez;

- Major Williams com major Manoel Corrêa;

- Terêncio Lima com Capitão Ene Garcez.

Avalie este item
(0 votos)

Estão abertas as inscrições para oficinas de formação do novo ensino médio promovidos pela Seed(Secretaria de Educação e Desporto), por meio do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima). As vagas são limitadas.

 

O público-alvo são professores e coordenadores pedagógicos de escolas que ofertam o ensino médio com o intuito de fortalecer os currículos escolares nas escolas estaduais de Roraima.

 

LÍNGUA PORTUGUESA

 

Para a oficina “Novo Ensino Médio: Planejamento de aulas nas áreas de conhecimento em língua portuguesa e suas tecnologias”, as inscrições estão abertas até o dia 8 de setembro. O curso tem carga horária de quatro horas e acontece no dia 15 de setembro, das 14h às 18h de forma presencial no Ceforr. Para se inscrever acesse o link: https://forms.gle/346tpLqnQKFYyQpv8.

 

CIÊNCIAS DA NATUREZA

 

Já a oficina “Novo Ensino Médio: Planejamento de aulas nas áreas de conhecimento em ciências da natureza e suas tecnologias”, também está com inscrições abertas até quinta-feira, dia 8. A capacitação será ministrada no dia 15 de setembro na Escola Estadual Senador Hélio Campos, com quatro horas de duração. A inscrição pode ser feita pelo link: https://forms.gle/j8RLpEoE1FzwqQkN8.

 

PROJETO DE VIDA

 

Também com inscrições até quinta-feira, dia 8, a oficina “Novo Ensino Médio: Projeto de vida no novo ensino médio”, é voltada para o mesmo público. Para se inscrever é necessário preencher o formulário no link https://forms.gle/nLzW13ywY9JTH88Q9. Esta oficina acontece no dia 16 de setembro, na Escola Estadual Maria das Neves Rezende de forma presencial e com carga horária de quatro horas.

 

“São oficinas voltadas às áreas do conhecimento para ajudar o professor no planejamento pedagógico das suas aulas. Os formadores do Ceforr que estão trabalhando com essas capacitações são das áreas de ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens e códigos”, salienta a coordenadora pedagógica do Ceforr, Maristela Pereira.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima realiza, a partir desta quinta-feira, 8, a 2ª Oficina Intersetorial de Programas Federais em Roraima em parceria com o Ministério da Saúde. O evento inicia às 8h, no auditório da UERR (Universidade Estadual de Roraima) e é voltado aos agentes que atuam nas áreas de saúde, educação e assistência social do Estado e dos municípios.

 

A Sesau (Secretaria de Saúde), a Seed (Secretaria de Educação e Desportos) e a Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) participam da oficina, que trabalha a articulação setorial em prol do desenvolvimento de jovens e adolescentes em Roraima.

 

A programação segue até a sexta-feira, 9. A ideia é fortalecer a articulação dos municípios na promoção da qualidade de vida de jovens e adolescentes em idade escolar, por meio da aplicação dos programas Saúde na Escola, Crescer Saudável e Auxílio Brasil, complementando assim as discussões da oficina anterior realizada no ano passado.

 

Segundo a gerente do NAPSJ (Núcleo de Ações Programáticas de Saúde do Adolescente), IlmaSaraiva, o objetivo é ampliar o entendimento das equipes de Atenção Básica de Saúde, de responsabilidade dos municípios, e a articulação com a educação, promovendo ações intersetoriais nos setores em conjunto com a assistência social.

 

“A oficina vem para mudar a perspectiva do comportamento e do autocuidado do público adolescente e jovem, focando nas ações de alimentação saudável, saúde sexual, ambiental e bucal, além da prevenção da obesidade, do uso de drogas ilícitas e das DSTs [Doenças Sexualmente Transmissíveis]”, completou Ilma.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

 

Quinta-feira, 8 de setembro:

 

- 8h – Credenciamento;

- 8h30 – Boas-vindas e abertura da oficina;

- 9h30 – Exposição Dialogada: Cenário Estadual – PSE na Saúde;

- 10h – Intervalo;

- 10h30 – PSE no Estado na perspectiva da Educação;

- 11h – PSE no Estado na perspectiva do Proadi-SUS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde);

- 11h30 – Dúvidas e discussão;

- 12h – Almoço;

- 14h – Gestão intersetorial: implementando o PSE;

- 15h30 – Intervalo;

- 16h – Diagnóstico situacional e planejamento do PSE no Estado;

- 18h Encerramento. 

 

Sexta-feira, 9 de setembro:

 

- 8h30 – Dinâmica de grupo;

- 9h – Orientações quanto ao preenchimento da ficha de atividade coletiva do e-SUS;

- 10h – Intervalo;

- 10h30 – A importância da articulação intersetorial do Programa da saúde na Escola e o Auxílio Brasil com as condicionalidades Educação e Saúde;

- 11h15 – Ações de alimentação e nutrição: Programa Crescer Saudável;

- 12h – Almoço;

- 14h – Ações de alimentação e nutrição: Programa Crescer Saudável (continuação);

- 15h – Intervalo;

- 15h15 – Debate;

- 17h – Encerramento.

Avalie este item
(0 votos)

Para celebrar o Dia da Amazônia e voltar a atenção e cuidados da sociedade para a maior reserva natural do mundo, oito escolas estaduais realizaram ações de revitalização de áreas verdes em várias comunidades escolares de Boa Vista.

 

Na segunda-feira, 5, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto) e a Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) distribuíram mudas de plantas frutíferas e ornamentais para as escolas estaduais 13 de Setembro, Olavo Brasil Filho, Girassol, Presidente Tancredo Neves, Antônio Ferreira de Souza, Francisca Élzika, além do Colégio Militarizado Vitória Mota Cruz e o Colégio Cívico-Militar Fagundes Varela.

 

Devido à chuva ocorrida na segunda-feira, 5, dia referente à data, quatro das escolas transferiram o evento comemorativo de plantio de mudas para a manhã desta terça-feira, 6. A ação foi coordenada pelo Depe (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais) da Seed com a Femarh.

 

“Nós conseguimos 350 plantas que foram distribuídas nessa escola fortalecendo a discussão sobre o reflorestamento e a conscientização das pessoas”, salientou a diretora do Depe, Rosilda Garcia da Silva.

 

Os alunos da Escola Antônio Ferreira de Souza, no bairro Jardim Floresta, participaram plantando 40 mudas ao redor da unidade. Para a gestora Luzinete de Souza Mota Dias, o Dia da Amazônia não deve limitar-se a uma data simbólica, mas precisa ser lembrado durante todo o ano.

 

“Até por conta da consciência que devemos manter de conservar o verde. A floresta é sinônimo de vida, nosso bem maior. E a Amazônia representa essa vida não só para a gente aqui em Roraima ou na Região Norte, mas para o mundo inteiro”, destacou.

Avalie este item
(0 votos)

O Governo de Roraima avança com as obras de asfaltamento de vicinais em municípios na região sul do Estado. É o caso da Vicinal 26, em São João da Baliza, que vai receber 20 km de asfalto e pontes construídas ao longo do trecho.

 

A população que trafega no percurso que conecta a sede de São João da Baliza até a Vila Nova Colina terá mais conforto com um novo caminho sem buracos e totalmente pavimentado para escoar a produção e viajar com mais segurança.

 

A pavimentação do trecho de 45 km tem prazo de execução previsto para dezembro deste ano. O projeto foi viabilizado com recursos de emenda parlamentar do senador Telmário Mota e contrapartida do Governo do Estado de R$ 12 milhões.

 

Os moradores da Vicinal 28, em São João da Baliza, que dá acesso à BR-210 e a diversos assentamentos, também vão ganhar a terraplanagem da estrada e em breve, será totalmente asfaltada com recursos destinados pelo senador Mecias de Jesus.

 

O trecho terá a extensão de 18 km asfaltados, com recursos de R$ 26.196.841,74, destinados pelo parlamentar. O prazo de execução é de 12 meses.

 

“As vicinais ao sul do Estado são muito importantes para o tráfego dos moradores e da produção agrícola. Por isso depois do trabalho de terraplanagem, pavimentação e substituição de pontes, o Governo foca também em melhorar galerias e bueiros de vários trechos”, destacou o titular da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Emerson de Paula.

 

Outro trecho que também receberá asfalto é o que liga a Vila Martins Pereira, em Rorainópolis, à Vila Moderna, em São Luiz do Anauá. Serão pavimentados 24 quilômetros com emenda do senador Chico Rodrigues de R$ 28 milhões.

 

“Todas estas obras feitas em parceria com o Governo de Roraima significam um grande salto para a nossa região no sentido de darem mais segurança e auxiliarem no deslocamento da população, além do escoamento da produção de banana e madeira”, destacou a prefeita de São João da Baliza, Luiza Maura.

 

EDUCAÇÃO

 

A obra de reconstrução da Escola Estadual Henrique Dias, em São João do Baliza, também segue em ritmo acelerado. Os serviços são executados com recursos de mais de R$ 3 milhões de emendas do deputado federal Jhonatan de Jesus. A reforma teve início em fevereiro.

Avalie este item
(0 votos)

Foi das quadras de areia que saíram as primeiras medalhas de ouro para Roraima nos Jogos da Juventude. As duplas Jamile Santos e Cláudia Valente, da Escola Tancredo Neves, e Jorge Barros e Raylan Martins, da Escola Camilo Dias, conquistaram o lugar mais alto do pódio dentro da segunda divisão do vôlei de praia.

 

A dupla feminina jogou sete partidas e a disputa final foi contra Pernambuco, em um jogo tranquilo que teve parciais 21x09 e 21x14. As meninas chegaram à final da competição invictas, sem perder nenhum set e nenhum jogo. Com a vitória, Roraima passa para a primeira divisão da modalidade.

 

“Estou muito feliz com a vitória. É nosso último ano e a sensação é de dever cumprido. Deixamos um legado, colocando o Estado novamente na primeira divisão do vôlei de praia, para que os próximos possam dar continuidade”, disse Jamile.

 

Os meninos também cumpriram bem a missão e conseguiram chegar invictos à final disputando o ouro com a equipe do Amapá. Os roraimenses começaram bem o jogo, porém, os adversários reagiram e passaram na frente no placar.

 

Mas Roraima conseguiu novamente impor o ritmo de jogo com algumas defesas e ataques certeiros, e a vitória chegou. As parciais foram 21x14 e 21x16.

 

"O jogo foi bem equilibrado, eles estavam defendendo bem. Mas estávamos focados na medalha de ouro e deu certo. Esse é meu primeiro Jogos da Juventude e já estou saindo daqui com medalha. Estou muito feliz", disse Raylan.

 

Para o professor Wallace Souza, que acompanha as duplas, a vitória é consequência de muito trabalho. Ele destacou também o potencial dos atletas de Roraima.

 

“Essa competição foi um grande aprendizado e com certeza os atletas saem daqui mais fortes. Estamos felizes por ver Roraima voltar para a elite do vôlei de praia, na primeira divisão. Acredito que o Estado é hoje uma potência na modalidade. Só felicidade. Somos campeões, é Roraima no top”, ressaltou Wallace.

 

Segunda parte da delegação de Roraima começa a chegar em Sergipe

 

Nesta terça-feira, 6, começa a desembarcar em Aracaju a segunda parte da Delegação de Roraima, com 113 integrantes entre atletas e dirigentes das modalidades de basquetebol, voleibol, handebol, futsal, judô, taekwondo e ginástica rítmica.

 

O Governo de Roraima disponibilizou todas as passagens para os 170 integrantes da Delegação do Estado. Esta edição dos Jogos conta com a participação de 4.180 atletas representando 1.856 escolas de todo o Brasil. Os atletas disputam medalhas em 16 modalidades.

 

Os Jogos da Juventude, organizados pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro) seguem acontecendo até o próximo dia 18 de setembro.

 

O COB é responsável por toda a logística do evento, como alimentação, hospedagem (serão utilizados 20 hotéis) e transporte para locais de competição.

 

Outras informações sobre a competição estão disponíveis no site do COB (www.cob.org.br).

 

As competições também podem ser acompanhadas ao vivo pelo www.canalolimpicodobrasil.com.

Avalie este item
(0 votos)

O CRSM (Centro de Referência de Saúde da Mulher Maria Luiza Perin Castro) passa a contar com uma nova sala para atendimentos de fisioterapia para bebês nascidos de risco. O novo espaço é mais uma das ações do Governo de Roraima para melhorar a assistência em saúde aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) no Estado.

 

“Tivemos a felicidade de receber uma nova sala de terapia aqui no Centro de Referência da Saúde da Mulher. Um espaço lindo, adequado e com recursos necessários para seguir estimulando e acompanhando centenas de bebês que passam por aqui conosco”, afirmou a fisioterapeuta e coordenadora do setor de Terapia da unidade, Joelma Magalhães.

 

Conforme Joelma, o acompanhamento na unidade é feito por meio de encaminhamento pelo HMI (Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth) ou por outras unidades de saúde do Estado. No local, as crianças são avaliadas para receberem o tratamento adequado, de acordo com os parâmetros preconizados pelo método Follow-Up (acompanhamento e continuidade do cuidado ao paciente).

 

“É de extrema importância que eles passem aqui conosco para receber uma avaliação e orientação de qualidade, para que os bebês cresçam sem o risco de desenvolver sequelas por terem nascidos antes ou depois do tempo”, reforçou a fisioterapeuta.

 

Entre os pacientes atendidos está a pequena Melissa Cruz, de apenas um ano e três meses de idade. Por conta da prematuridade, ela acabou adquirindo alguns problemas de saúde, sendo necessário o acompanhamento especial pela equipe de profissionais da unidade.

 

O pai da menina, o autônomo Pedro Dean da Silva, conta que o método tem trazido benefícios que certamente darão autonomia à paciente no futuro.

 

“Nós temos trabalhado muito a parte motora dela, e a experiência que eu tive com a nova sala é que é um lugar completo e bem preparado para receber as crianças, tanto prematuras quanto as nascidas em tempo normal. Queremos a autonomia dela, para que ela possa comer, andar e poder tomar as próprias decisões dela”, ressaltou.

 

Além de fisioterapeutas, a equipe do Centro de Referência também conta com profissionais das áreas de neurologia, fonoaudiologia, pediatria, odontologia, nutrição, psicologia e oftalmologia. Somente no mês passado, foram contabilizados mais de 500 atendimentos a nascidos de risco com até os dois anos, um número que deve crescer até o fim do ano.

 

“Hoje temos um público mensal em torno de 500 bebês sendo acompanhados, seja da capital, de outros municípios ou de países vizinhos. E nossa equipe é composta por 5 fisioterapeutas e uma fonoaudióloga”, completou Joelma.

 

O pequeno Nicolas Kaleo Lopes, de 9 meses, é outro paciente assistido pelos profissionais da unidade. A mãe, a dona de casa Eliene Pereira Lopes, fala com orgulho dos progressos que o filho tem tido com o tratamento.

 

“Eu vim porque ele nasceu passando da hora e então ficou sem oxigênio, foi então que me encaminharam para fazer um acompanhamento até os dois anos para saber se não ficou sequelas. Agora trago ele todo mês para não prejudicar o desenvolvimento dele”, completou.

Avalie este item
(0 votos)

A prova da segunda fase da 17ª OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), que será realizada nesta quinta-feira, 8, terá representação de estudantes de escolas estaduais de todo o Estado. São 2.955 estudantes de 106 unidades da capital e interior, incluindo 22 escolas indígenas e 11 colégios militarizados.

Na segunda fase, os melhores colocados entre alunos, professores, escolas e secretaria de educação são premiados. Os alunos destaques, que são premiados com medalhas de ouro, prata ou bronze, também são convidados a participar do PicJr (Programa de Iniciação Científica) com incentivo e promoção do desenvolvimento acadêmico.

“É importante que o aluno participe da segunda fase porque, a partir dela, são escolhidos os vencedores. Caso o aluno seja medalhista, seja bronze, prata ou ouro, é agraciado com um ano de bolsa de estudos, acompanhado por um professor orientador”, destacou o coordenador da OBMEP em Roraima, Gilson Costa.

Pais e professores são essenciais no incentivo ao aluno, principalmente na fase que está por vir, pois, segundo o coordenador, é muito provável que, caso o aluno seja contemplado com a bolsa, os estudos sejam influentes para sua vida acadêmica e profissional.

O resultado final está previsto para sair no mês de dezembro. Para saber mais e acompanhar esta fase da Olimpíada, basta acessar o site oficial da competição.

SOBRE A OLIMPÍADA

A avaliação, a maior da América Latina, é realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada e é destinada aos estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, divididos em 3 níveis. Em Roraima, 73.956 estudantes de 211 escolas participaram da 1ª fase da Olimpíada.

A Olimpíada é dividida em duas fases: a primeira com questões objetivas, e a segunda com seis questões discursivas de acordo com o grau de escolaridade do aluno.

Avalie este item
(0 votos)

O domingo foi de vitórias para as duplas de Vôlei de Praia de Roraima. Depois de vencerem os jogos de hoje, 04, as duplas masculina e feminina conquistaram vaga para as semifinais dos Jogos da Juventude, em Aracaju (SE).

Jamily e Cláudia, atletas da Escola Estadual Tancredo Neves, enfrentaram no primeiro jogo da manhã a dupla do Maranhão. As parciais foram 21x15 e 21x09.

Pela parte da tarde, as roraimenses jogaram com o Pará e venceram com muita folga e placar elástico: 21x05 nos dois sets. Com o resultado, a dupla garantiu vaga na semifinal e enfrentará o Mato Grosso.

E a dupla masculina formada pelos atletas Raylam e Jorge, da Escola Camilo Dias, também não deixou barato. Os roraimenses venceram a partida das quartas de final contra os alagoanos e também estão na semifinal da competição. As parciais do jogo foram 21x06 e 21x12. Agora a dupla se prepara para enfrentar o Acre.

O técnico que acompanha as equipes, professor Wallace Souza, falou sobre os próximos desafios.

As nossas duas duplas estão muito bem preparadas, muito bem treinadas. As duplas de Mato Grosso sempre que podem estão disputando as etapas nacionais, mas eu acredito muito na dupla de Roraima. Se as meninas jogarem o que elas sabem, a vitória será consequência do trabalho", disse Wallace.

No atletismo, o atleta Enzo Watson, do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Aldébaro José Alcântara do Bonfim, foi destaque na prova de 800m rasos. Ele ficou em primeiro lugar na sua série.

No total, foram disputadas seis séries e, ao final, ele conquistou o oitavo melhor tempo, ficando então entre os oito melhores atletas da competição nesta prova.

JOGOS DA JUVENTUDE

Os Jogos da Juventude são organizados pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), que é responsável por toda a logística do evento, como alimentação, hospedagem (serão utilizados 20 hotéis) e transporte para locais de competição.

O Governo de Roraima disponibilizou todas as passagens para os 170 integrantes da Delegação do Estado. Esta edição dos Jogos conta com a participação de 4.180 atletas representando 1.856 escolas de todo o Brasil. Os atletas disputam medalhas em 16 modalidades.

No dia 06 de setembro, inicia a segunda fase da competição, com a chegada das delegações das modalidades coletivas. Os Jogos da Juventude em Aracaju seguem até o dia 18 de setembro. Outras informações e detalhes sobre a competição estão disponíveis no site do COB (www.cob.org.br).

As competições também podem ser acompanhadas ao vivo pelo www.canalolimpicodobrasil.com.

Avalie este item
(0 votos)

Uma solenidade, com a presença de autoridades civis e militares, realizada na manhã deste domingo, dia 3, no 6ªº BEC (Batalhão de Engenharia de Construção),local onde foi construída uma Réplica do Forte São Joaquim, marcou homenagem a esse importante monumento histórico brasileiro.

O evento foi organizado pela Comunidade Portuguesa Forte São Joaquim, criada em Roraima em 2018, e pelo Exército Brasileiro.

O governador Antonio Denarium participou da cerimônia e destacou a importância da manutenção das tradições da cultura portuguesa em Roraima. Ele disse que vai encaminhar para a ALE (Assembleia Legislativa do Estado) um Projeto de Lei que institui o Dia do Forte São Joaquim.

“Vou enviar para a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que institui o primeiro domingo de setembro como o Dia do Forte São Joaquim. Hoje somos este país gigantesco, graças à coragem e à determinação dos portugueses que, com bravura, entraram por todo o Brasil e chegaram aqui ao extremo norte.  A integração Brasil - Portugal é fundamental para preservar a cultura entre os dois países”, frisou.

O chefe do Executivo garantiu ainda que será feito um trabalho integrado com o Exército Brasileiro e a Comunidade Portuguesa para restauração do Forte ou a construção de uma réplica. Além da edição do livro que conta a história da colonização portuguesa na Amazônia e também a história do Forte São Joaquim.

Autoridades destacaram a importância do Forte São Joaquim 

O presidente da Comunidade Portuguesa em Roraima, Paulo Inácio, ressaltou a relevância da estrutura militar para a defesa do território brasileiro.

Esse é um dos 800 fortes e fortalezas construídos pelos portugueses desde o Brasil até Macau. É por causa dele que o Brasil tem hoje as dimensões continentais que tem. Esse Forte é que não deixou acontecer as invasões dos espanhóis pelo rio Uraricoera e dos ingleses e franceses pelo rio Tacutu, na junção dos dois rios onde foi construído”, afirmou.

O comandante da 1ª Brigada, general Marcelo Lorenzini Zucco, frisou a importância de preservar as tradições e a História.

“O Forte São Joaquim é um exemplo de como a História é importante. Se hoje estamos hasteando a bandeira do Brasil no Estado de Roraima, devemos muito ao Forte São Joaquim. Por isso, o Exército Brasileiro participa, com a colônia portuguesa e com ogoverno estadual, dessa celebração à memória daqueles que nos deixaram esse legado maravilhoso que é Roraima. Então, para nós é muito importante estar aqui hoje”, disse.

O professor doutor Alcir Gursen de Miranda fez uma breve palestra sobre o Forte São Joaquim e ressaltou que o povo de Roraima tem em seu território um monumento histórico que foi importante para defesa e segurança das fronteiras nacionais.

“A colonização de Roraima começou com o Forte São Joaquim, que foi importante na questão da delimitação das fronteiras e para a defesa, porque tivemos embates sérios com a Espanha, pelo rio Uraricoera, embates menores com os holandeses, pelo rio Rupununi e, depois, os ingleses acabaram ganhando a questão do Pirara e ficando com 19 mil quilômetros quadrados. Então, temos que olhar com carinho, estudar a nossa história, porque muitas famílias de Roraima têm sua ascendência lá nos comandantes do Forte São Joaquim”, concluiu.

Avalie este item
(0 votos)

O primeiro dia de competições nos Jogos da Juventude começou com vitórias para Roraima na modalidade Vôlei de Praia. A dupla feminina formada pelas atletas Jamily e Cláudia, da Escola Tancredo Neves, venceu os três primeiros jogos deste sábado, 03, e avança na competição.

As meninas jogaram contra as duplas do Pará, (parciais 21x05 e 21 a 05), Piauí (21x05 e 21x07) e Goiás (21x10 e 21x10). Os jogos acontecem na arena do Clube da Caixa. “Foi uma experiência muito boa hoje. Jogamos bem, erramos pouco e conseguimos um bom resultado”, disse Jamilly.

A dupla masculina, formada pelos atletas Raylan e Jorge da Escola Camilo Dias, também venceu o único jogo do dia contra o Piauí, com as parciais 21x13 e 21x07. O técnico da modalidade, Wallace Souza, destacou o bom desempenho das duplas.

“Quando eles jogam o que sabem, o jogo se torna fácil e foi isso que eles fizeram. Com dedicação e concentração, atingimos o objetivo de hoje que era ganhar os jogos classificatórios. Agora vamos caminhar em busca do que queremos que são as medalhas”, disse.

No atletismo, muita dedicação dos atletas de Roraima que competiram nas provas de arremesso de peso, lançamento de disco, 100m rasos, 400m rasos e salto em distância. Destaque para os atletas Vitor Uriel do CEM (Colégio Estadual Militarizado) Aldébaro José Alcântara do Bonfim,que chegou a disputar a semifinal dos 100m rasos, e Enzo Watson também do CEM Aldébaro José Alcântara, que conseguiu classificação para a semifinal do salto em distância, que será disputado neste domingo, 04.

Outros resultados

No tênis de mesa, a dupla masculina venceu o primeiro jogo contra o Sergipe por 3x2 e, na sequência, jogou com a dupla de São Paulo, perdendo a partida por 3x0. A dupla feminina também não seguiu na disputa, após perder a primeira partida para o Amapá por 3x0. Neste domingo,04, começam os jogos individuais.

E na natação, também disputaram em 10 provas entre 50m peito, 100m costa, 100m peito, 100m borboleta, 200m livre,além de revezamentos 4x100 medley e 4x200 livre. E hoje, 04 os atletas caem na piscina novamente em busca de medalhas.

JOGOS DA JUVENTUDE

Os Jogos da Juventude são organizados pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), que é responsável por toda a logística do evento, como alimentação, hospedagem (serão utilizados 20 hotéis) e transporte para locais de competição.

O Governo de Roraima disponibilizou todas as passagens para os 170 integrantes da Delegação do Estado. Esta edição dos Jogos conta com a participação de 4.180 atletas representando 1.856 escolas de todo o Brasil. Os atletas disputam medalhas em 16 modalidades.

No dia 06 de setembro, inicia a segunda fase da competição, com a chegada das delegações das modalidades coletivas. Os Jogos da Juventude em Aracaju seguem até o dia 18 de setembro. Outras informações e detalhes sobre a competição estão disponíveis no site do COB (www.cob.org.br).

As competições também podem ser acompanhadas ao vivo pelo www.canalolimpicodobrasil.com.br.

Avalie este item
(0 votos)

Em Roraima, o programa Agro em Campo tem fomentado desenvolvimento e sustentabilidade econômica para os pequenos produtores, disponibilizando o amparo de serviços técnicos rurais, assegurando logística, investimento, regularização fundiária, segurança jurídica, infraestrutura e demais avanços na produção primária. 

Nessa sexta-feira, 2, a população de Entre Rios, no município de Caroebe, recebeu o suporte do Governo do Estado, por meio da Seadi (Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento e Inovação), Iater (Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização), Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente) e Desenvolve Roraima.

A Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Bananas de Entre Rios conta com 30 famílias cadastradas e efetivamente organizadas com a produtividade desde 2009. Durante o Agro em Campo, os coordenadores das instituições do Governo conversaram com os populares e notificaram novas políticas públicas de ampliação rural.

Na Vicinal 15, as famílias rurais acolheram a comitiva do Agro em Campo com bastante entusiasmo. “O Governo do Estado não mede esforços para ampliar o desenvolvimento sustentável com a Agricultura Familiar abrangendo todas as regiões que fomentam economia com trabalho e produtividade”, destacou o coordenador-técnico da Seadi, Regis Monteiro.

Para o produtor Cisso Moreira, 70 anos, a esperança da assistência rural tornou-se realidade na localidade. “Sempre trabalhei com a agricultura e jamais presenciei um esforço contínuo e honesto do Governo do Estado com as famílias do campo recebendo incentivos para encontrarmos autonomia econômica. Nossa região tem como característica a pecuária e o plantio de bananas, mas de tudo um pouco conseguimos produzir e prosperar com esforço rural. Nessa oportunidade, os projetos do Governo também têm reforçado o escoamento de nossa produção, ampliando a logística das vicinais, e a cada ano conquistamos ainda mais evolução com o nosso trabalho”, comentou.

“Entender a relação do pequeno agricultor com o cliente também é um aspecto relevante para considerarmos, no que possamos melhorar o estudo e a discussão sobre a margem de lucro, competitividade e comércio importando no potencial técnico com o atravessador. Com isso, buscamos ampliar as necessidades administrativas destes empreendedores, mesmo diante do processo agroindustrial”, afirmou o coordenador-técnico da Seadi, Max Fraga.

De acordo com o secretário Emerson Baú, o Agro em Campo é um projeto essencial no fortalecimento da Agricultura Familiar. “O amparo técnico executado pelo programa disponibiliza orientação, legalização fundiária, crédito, entre outros serviços importantes que agregam, sobretudo, autonomia para o povo do campo”, ressaltou o titular da Seadi. 

Farinha de Banana e Chocolate

A produtora Zezinha Sousa, 62 anos, cria gado e cultiva hortifruti há 30 anos em Entre Rios, onde também empreende fazendo farinha de banana e chocolate em pó. “A minha satisfação com a produtividade é enorme. Aqui, eu adoro cuidar dos meus animais e plantação, mas ainda enfrentamos problemas com a logística, melhorar as vicinais é crucial para continuarmos evoluindo”, explicou. 

Milho para os frangos em Rorainópolis 

A caminho de Caroebe, a comitiva do Agro em Campo ainda visitou a Granja Mariana, em Rorainópolis, região Sudeste de RR, onde a paraense e pequena empreendedora Raquel Fontes, 40 anos, apresentou seu milharal de três hectares como resultado da Agricultura Familiar, já quase pronto para a colheita.

“Me sinto contente e muito confiante com o Projeto de Grãos ativo na minha propriedade. Hoje, somos abençoados com a economia prosperando nesta localidade, onde também oportunizamos contratos e renda para mais seis famílias que somam conosco esta realização”, destacou.

Com o abatedouro de frangos ativo em sua propriedade, Raquel supre com sobra as necessidades do mercado local. “Logo vamos expandir a comercialização de aves e atender todo o Estado. Nessas condições, estamos concluindo alguns detalhes para trabalharmos com afinco e alimentarmos Roraima”, ressaltou. 

Na Agricultura Familiar, a Prefeitura de Rorainópolis, em parceria com o Governo de Roraima, lançou um projeto de avicultura, onde cada família recebeu parte da ração e 300 pintos do tipo Kobe, um frango branco comumente comercializado por multinacionais.

“Com a iniciativa desse projeto, a absorção local foi grande nos supermercados e o consumo direto, assegurando o produto na cesta básica das famílias de Rorainópolis. Nesta proposta, a Seadi implementou a migração do frango branco para o caipirão, onde a qualidade visual também predominou, ressaltando mais pigmentação ao animal, condizendo até mesmo um melhor palato, acarretando em mais aceitabilidade e consumo tradicional, principalmente no aspecto da Agricultura Familiar”, concluiu o coordenador-técnico da Seadi, Marcelo Hentges.

Avalie este item
(0 votos)

O programa Governo Sem Parar, uma realização do Governo de Roraima, atendeu cerca de 1.500 moradores do bairro Raiar do Sol e circunvizinhos, neste sábado, dia 3. Os atendimentos ocorreram na Escola Militarizada Professora Wanda David Aguiar.

A ação envolve todos os órgãos públicos estaduais e tem como objetivo aproximar a população do acesso a projetos sociais e serviços de Governo.

Foram 540 atendimentos só em consultas com especialistas e a realização de testes rápidos de covid-19, HIV, sífilis, hepatite B e C, além de vacinação contra a covid-19, dupla adulto, hepatite B, febre amarela e tríplice.

O coordenador do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante da Sesau (Secretaria de Saúde), Rafael Sena, falou da importância da ação que leva vários atendimentos à população em um único dia e com rapidez.

“Neste sábado, na escola Wanda David de Aguiar, só os atendimentos de saúde foram 540, e a expectativa de público circulante foi em torno de 1.500 pessoas que buscaram os atendimentos não só de saúde, mas também dos demais órgãos que fazem parte do Governo Sem Parar”, disse.

Outro ponto destacado pelo coordenador foi com relação à demanda que existe no serviço público e que a ação do Governo Sem Parar diminui a procura por atendimentos.  

“A demanda é muito grande. O serviço itinerante é justamente para desafogar o sistema público de saúde, para que pessoas que, às vezes, ficam um mês numa fila esperando por atendimento possam ser atendidas mais rápido. Com relação à documentação,a gente sempre evidencia que em todo atendimento médico na rede pública o cartão do SUS (Serviço Único de Saúde), ou o CPF (Cadastro de Pessoa Física), e o comprovante de residência são documentos essenciais”, completou.

A atendente de farmácia Ellen Nathalia, que mora no bairro São Bento e foi atendida pelo oftalmologista, disse que soube da ação por meio do grupo de amigos do WhatsApp.

“O atendimento foi rápido. Eu ia para o Coronel Mota na semana que vem, mas como surgiu essa ação eu aproveitei, porque durante a semana a gente quase não tem tempo. No fim de semana facilita muito”, frisou.

Quem também aproveitou a ação do Governo Sem Parar deste sábado foi a diarista Gorete Pinto da Silva, que mora no bairro Equatorial. Ela disse que,durante a semana, a vida dela é bem corrida, então aproveitou a ação para solicitar a segunda via do RG e fazer um check-up com a equipe de enfermagem da Uerr (Universidade Estadual de Roraima).

“Estou achando ótima, porque tive a oportunidade de tirar a segunda via da minha Carteira de Identidade e aproveitei para fazer testes com o pessoal da Uerr,porque estava me sentindo mal. Foi muito bom. Que mais serviços como esses sejam oferecidos para a população, principalmente no fim de semana que é bastante tranquilo. Veio em boa hora”, agradeceu.

Avalie este item
(0 votos)

Os alunos do 9° ano do Colégio Militar Derly Luiz Vieira Borges, em Boa Vista, e do 5º ano da Escola Municipal Tia Ercilia, localizada no município do Cantá, realizam, nesta segunda-feira, 5, às 8h30, o plantio de mais de 300 mudas nativas da Amazônia, entres elas, o Pau-Brasil, Angico, Angelim, Ingá, Ipê, Itaúba e Jatobá.

A ação alusiva ao Dia da Amazônia, comemorado dia 5 de setembro, ocorre simultaneamente na capital Boa Vista, na sede da Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), e no Cantá, em uma área degradada, em parceria com a prefeitura do Cantá.

O presidente da Comissão de Educação Ambiental, o assessor técnico Richard Marcelo Silva Costa, destacou a importância da data comemorativa e chamou a atenção para a preservação e proteção da Amazônia.

“É importante que as pessoas se sensibilizem quanto ao uso correto do fogo, principalmente quando tiverem a licença para a queima controlada, e também quanto ao desmatamento. Nós sabemos que o solo, a partir do momento que fica descoberto, provoca consequências para o meio ambiente, como assoreamento dos rios, igarapés e lagos. E quando você realiza a queima da vegetação nativa, ocorre a emissão de gases poluentes para a atmosfera”, destacou.

A iniciativa conta com a participação do tenente José Alexandre Faustino, responsável pelo projeto e produção das mudas. Na solenidade, Faustino fará explanações aos alunos e convidados sobre como funciona o projeto Pau-Brasil desenvolvido por ele.

ATENDIMENTO A PRODUTORES

A CEA (Comissão de Educação Ambiental) da Femarhtambém realiza palestras e ações de cadastramento das pessoas que estão no campo. O órgão leva aos produtores da agricultura familiar ações de licenciamento ambiental e outorga de água para essesagricultores, além de outras demandas apresentadas nos municípios.

Neste sábado, 3, e no domingo, dia, 4, a partir das 9h, equipes do CEA estarão no município de Amajarirealizando esse cadastro com os produtores e associações dos projetos de assentamento Amajari, Vila Brasil, Ametista, Bom Jesus, Vila do Trairão e Tepequém.

O objetivo é realizar o cadastro para uma futura ação conjunta com todas as divisões da Femarh, como a Licença Ambiental Simplificada, com o acompanhamento da prefeitura de Amajari, para o licenciamento de uso alternativo do solo e também a licença de uso da água que é a outorga.

A CEA vai levar à população palestras sobre a sensibilização a respeito de queimadas, com a chegada do verão, uso correto da queima controlada. Levará também orientações a respeito de educação ambiental, descarte correto das embalagens de agrotóxicos; como evitar a poluição do solo e da água;uso correto de pesticida, veneno que é usado muito na agricultura familiar, entre outras.

Avalie este item
(0 votos)

Durante a manhã desta sexta-feira, 2, engenheiros florestais e técnicos da Femarh (Fundação Estadual do Meio e Recursos Hídricos) participaram da abertura do 1º Festival Agroindígena, na comunidade Juraci, localizada no município de Amajari. O evento é uma iniciativa do Governo de Roraima, por meio da SEI (Secretaria do Índio) e apoio de parceiros. 

O festival faz parte do plano de desenvolvimento sustentável para os próximos dez anos, o Roraima 2030, e propõe rodas de conversas sobre o desenvolvimento dos projetos que estão contemplando a comunidade, entre eles o Projeto de Grãos, da SEI, e o Programa Roraima Verde, implementado pela Femarh, que trabalha o sistema ILPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta).

O objetivo foi ouvir as organizações, representantes dos povos indígenas no direcionamento do planejamento e das políticas públicas do Governo do Estado, além de sanar dúvidas sobre o plantio de eucaliptos que será iniciado na segunda-feira, 5, e que fará parte da integração de diferentes sistemas produtivos dentro de uma mesma área.

O programa vai suprir as necessidades dos povos indígenas, uma vez que a ILPF eleva a produtividade e amplia o uso da terra em uma mesma área, otimizando o uso de insumos e diversifica a produção, gerando mais renda.

De acordo com o engenheiro florestal, Eclair Moraes que também é um dos coordenadores do Programa Roraima Verde, a implantação do projeto irá trazer diversos benefícios para a comunidade, entre eles o econômico, uma vez que poderão comercializar, fortalecendo a agricultura familiar, além dos benefícios que serão gerados ao solo.

“O projeto vai contribuir para o alcance da sustentabilidade e propiciará elevação na renda da comunidade indígena, já que o eucalipto é uma espécie de rápido crescimento e que logo poderá ser comercializado, pois com cinco anos alcança 12 metros de altura. Dele podem ser retirados diversos materiais comercializáveis”, destacou.

Eclair ressaltou, que o programa Roraima Verde foi criado com objetivo em apoiar o desenvolvimento e iniciativas que adotem sistemas de produção com foco em sustentabilidade ambiental que é o caso da ILPF, cujo benefícios ambientais são gerados pela maior eficiência do uso da terra com o incremento de várias atividades no mesmo local, bem como a possibilidade de grãos, carne, leite e madeira.

“A integração aumenta a disponibilidade de madeira para as comunidades indígenas utilizarem de diversas formas, como construção, e ainda preserva a floresta nativa que na região de cerrado amazônico [lavrado] são chamadas de ilhas, que são poucas”, disse.

O sistema de produção também traz sustentabilidade do solo com maior sequestro de carbono, aumento da matéria orgânica do solo, redução da erosão, assim como a melhoria do bem-estar animal.

SISTEMA

ILPF é a sigla de integração-lavoura-pecuária-floresta. Trata-se de uma estratégia de produção agropecuária que integra diferentes sistemas produtivos, agrícolas, pecuários e florestais dentro de uma mesma área. Pode ser feita em cultivo consorciado, em sucessão ou em rotação, de forma que haja benefício mútuo para todas as atividades. 

A forma de sistema integrado otimiza o uso da terra, elevando os patamares de produtividade em uma mesma área, usando melhor os insumos, diversificando a produção e gerando mais renda e emprego. Tudo isso, de maneira ambientalmente correta, com baixa emissão de gases causadores de efeito estufa ou mesmo com a mitigação desses gases.

Diferentes culturas agrícolas, visando alimentação, produção de fibras ou energia podem ser utilizadas na ILPF. Da mesma forma, o componente pecuário pode ser feito com bovinos de corte ou leite, bubalinos, caprinos, ovinos e, em alguns casos, até suínos e aves podem compor o sistema. Já em relação às árvores, podem ser usadas espécies para fins madeireiros e não madeireiros, nativas ou exóticas.

Devido a essa grande variedade de culturas, os sistemas ILPF podem ser adaptados para pequenas, médias e grandes propriedades em todos os biomas brasileiros. As definições sobre as características do sistema adotado dependerão de condições edafoclimáticas da região, logística, relevo, mercado, aptidão do produtor, disponibilidade de mão-de-obra, de assistência técnica, entre outros fatores.

Avalie este item
(0 votos)

Principal referência hospitalar de Roraima, que atende tanto à população local quanto cidadãos de outros países, o HGR (Hospital Geral de Roraima Rubens de Souza Bento) comemora 31 anos de fundação nesta sexta-feira, 2, com apresentação de músicas e programação alusiva à comunidade de servidores.  

O hall de entrada do hospital foi onde se concentrou parte das ações culturais preparadas pela direção da unidade, um momento único de confraternização que reuniu servidores e pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde).

“Esse é um momento lúdico para todos nós, pois é uma forma que encontramos de agradecer ao empenho de toda a equipe, de abraçar e de emocionar a todos que fazem ou já fizeram parte da história do HGR”, destacou a diretora geral da unidade, Patrícia Renovato.

O HGR é composto por uma comunidade de 3 mil servidores, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, corpo administrativo, profissionais de serviços gerais, entre outros.

Com uma área de 23 mil metros quadrados, o HGR evoluiu com o passar das décadas, mas a sua transformação mais notável vem ocorrendo nos últimos três anos, com o melhoramento de sua estrutura física e investimentos em equipamentos de ponta.

Dentre os servidores que contribuíram com a programação do evento estava o funcionário público Fabrício Cavalcante. Ele integrou a equipe administrativa do hospital por 11 anos e hoje fala com carinho sobre o que a unidade representou para o seu crescimento profissional. 

“Fui funcionário do HGR e hoje estou como servidor da CGUE [Coordenadoria Geral de Urgência e Emergência]. Tenho um carinho muito especial pela unidade e fiquei muito grato por ter sido convidado pela segunda vez, para participar do aniversário do Hospital, e contribuir para programação musical do evento”, disse. 

Outra que também enalteceu os avanços do HGR foi a atual diretora de enfermagem da unidade, Joelma Rebouças, que lembrou que o hospital foi o primeiro a dispor de um centro cirúrgico em todo o Estado.

“Entrei para a equipe do HGR em 1998, e naquela época era a única unidade com centro cirúrgico do Estado. Foi a minha primeira escola, onde aprendi tudo o que eu sei hoje de centro cirúrgico, de gestão [em saúde], passei por várias funções e hoje estou como diretora de enfermagem pela quarta vez. Posso dizer [por experiência própria] que o HGR evoluiu muito e a cada ano estamos mais próximos do atendimento ideal”, relatou.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

18h30 – Apresentação do grupo Vocal Masculino, no salão do térreo do anexo José de Anchieta Júnior;

18h35 – Palestra sobre espiritualidade com Wesley Queiroz (Igreja Adventista), diácono Ozarias Silva Conceição e padre Josimar Lobo (Catedral Cristo Redentor);

18h40 – Canto de entrada com o Coral Celestial;

18h45 – Momento de louvor com Wesley Queiroz (Igreja Adventista);

19h05 - Canto de reflexão com Maristela Gomes (Sonda-Me);

19H10 – Palavra e mensagem do diácono Ozarias Silva;

19h20 –Benção do padre Josimar Lobo;

19h25 – Canto de encerramento com o grupo vocal Doce Melodia.

 

Avalie este item
(0 votos)

Aperfeiçoar a gestão territorial do estado de Roraima é o principal objetivo da Riderr (Rede de Integração de Dados Espaciais de Roraima) que foi discutida durante um workshop, realizado na manhã desta sexta-feira, 2, na sede do Iteraima (Instituto de Terras e Colonização de Roraima).

Avalie este item
(0 votos)

A primeira parte da delegação de Roraima, formada por 57 integrantes, já está em Aracaju (SE) para participar dos Jogos da Juventude 2022. A competição, organizada pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), é para estudantes da categoria infantil (15 a 17 anos). A cerimônia de abertura ocorre nesta sexta-feira, 2, às 18h, no Ginásio de Esportes Constâncio Vieira.

O Governo de Roraima disponibilizou todas as passagens para os 170 integrantes da Delegação. Nesta primeira fase da competição, haverá disputas nas modalidades de atletismo, tênis de mesa, natação, vôlei de praia e badminton. Os congressos técnicos das modalidades ocorrem ao longo desta sexta-feira, 02.

E no sábado, 3, os 4.180 atletas iniciam uma verdadeira jornada esportiva, competindo em 16 modalidades em 15 locais de competição. Para incentivar ainda mais os jovens atletas, Embaixadores dos Jogos vão circular nos locais de competição.

São grandes nomes do esporte nacional como Rebeca Andrade (ginástica artística), Ana Marcela Cunha (águas abertas), Sarah Menezes (judô), Natália Falavigna (taekwondo), Letícia Oro (atletismo), Virna Dias (voleibol), entre outros.

Os atletas terão oportunidade de conversar, tirar fotos e estar perto de grandes ícones do esporte nacional.

“O Governo do Estado trabalha para proporcionar essa vivência para os estudantes. Tudo começa com os Jogos Escolares, com as regionais que realizamos em Roraima, e hoje os atletas classificados estão aqui. Todos bem acomodados nos hotéis, alimentados e mais tarde participarão da cerimônia de abertura. É uma experiência maravilhosa para todos,”, destacou Dinaildo Barreto, chefe da Delegação de Roraima.

A atleta de tênis de mesa Ana Rita Castro é estudante da Escola Estadual José de Alecar, de Rorainópolis. Ela participa pela primeira vez dos Jogos da Juventude e conta como está sendo a experiência até aqui.

“Está sendo incrível. Nunca imaginei que teria essa oportunidade que o esporte me trouxe. Estou nervosa, mas muito animada. Quero fazer o meu melhor”, disse Ana, empolgada.

JOGOS DA JUVENTUDE

Os Jogos da Juventude são organizados pelo COB, responsável por toda a logística do evento, como alimentação, hospedagem (serão utilizados 20 hotéis) e transporte para locais de competição.

Nesta edição, está prevista a participação de cinco mil pessoas entre atletas, técnicos e dirigentes de 1.856 escolas de todo o Brasil representadas.

O Centro de Convenções de Aracaju concentra boa parte das atividades dos Jogos da Juventude, além de ser palco de disputas em algumas modalidades, como tênis de mesa. No local também está o refeitório e um centro de convivência com jogos, espaço para leitura, atividades culturais e esportivas.

No dia 6 de setembro inicia a segunda fase da competição, com a chegada das delegações das modalidades coletivas e realização dos congressos técnicos.

Os jogos das coletivas iniciam no dia 07 seguindo até o dia 18 de setembro. Outras informações e detalhes sobre a competição estão disponíveis no site do COB (http://www.cob.org.br).

Página 1 de 11