Terça, 14 Setembro 2021 15:15

Governo vai revitalizar sede da Junta Comercial Destaque

Escrito por Maria Fernanda Azevedo
Governo vai revitalizar sede da Junta Comercial Ederson Brito

O governador Antonio Denarium assinou, na manhã desta terça-feira, dia 14, a ordem de serviço que autoriza o início dos trabalhos de reforma do prédio da Junta Comercial do Estado de Roraima. O órgão funciona há mais de 20 anos na Avenida Jaime Brasil, no Centro e durante todo o período nunca recebeu nenhum reparo.

De acordo com o governador Antonio Denarium, a obra custará R$ 2,5 milhões, recursos próprios do Estado. A previsão é que seja concluída em até 180 dias.

“Será feita a revitalização total do prédio, o que proporcionará mais conforto aos nossos contribuintes e empresas, além dos servidores, que atuam diariamente no atendimento ao público. Estamos reconstruindo Roraima e diversas outras instituições também estão passando por reformas e melhorias”, comentou o governador. 

A presidente da Junta Comercial, Mariana Poltronieri, destacou que o órgão oferece todos os serviços de prontuário das empresas, como registro e alterações. Na oportunidade ela pontuou os avanços da instituição, frisando que Roraima ocupa hoje o 2º lugar no ranking nacional em abertura de empresas.

“Nós temos a Junta Comercial mais eficiente do Brasil. Em 2015 o tempo médio para se abrir uma empresa no nosso Estado era de 7 dias ou até mais. Atualmente conseguimos reduzir esse tempo para apenas duas horas. Só este ano, nós constituímos 965 empresas”, observou.

A presidente também ressaltou que a revitalização do prédio era um sonho antigo e muito esperado por todos.

“Esse momento é histórico para todos os servidores e tenho certeza que para os nossos usuários também e graças ao governador Antonio Denarium esse sonho e projeto será concretizado”, concluiu.

MAIS MELHORIAS

Além da revitalização da Jucerr, os prédios do Iteraima (Instituto de Terras de Roraima), Femarh (Fundação do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e Seplan (Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento) também estão passando por obras de reforma ou reconstrução.