Mostrando itens por marcador: governotrabalhando

O Governo do Estado anunciou durante coletiva de imprensa, no salão nobre do Palácio Senador Hélio Campos, como será executado o Plano Estadual de Imunização, contra a COVID-19, com foco na aplicação de 87.720 vacinas Coronavac, recebidas pelo MS (Ministério da Saúde). Nessa primeira etapa a proposta é imunizar a população indígena aldeada, idosos institucionalizados e os profissionais de saúde em Roraima.

A coletiva de imprensa contou com a presença do governador Antonio Denarium, o secretário titular de saúde, Marcelo Lopes, o secretário adjunto de saúde, Alexandre Salomão, a Coordenadora Geral de Vigilância Epidemiológica, Valdirene Oliveira.

“O Estado de Roraima sai na frente de outros estados brasileiros, com o recebimento de 87.720 mil doses do imunizante pelo Governo Federal. Vamos vacinar a nossa população e não tem quem não se emocione com um momento como esse, com o fato de que vamos vencer a guerra contra o Covid”, disse o governador Antonio Denarium.  Durante a coletiva o secretário de saúde, Marcelo Lopes, explicou como será a logística, que inclui o repasse a partir de hoje para todos os municípios e áreas indígenas.

“O trabalho de vacinação será coordenado pelo NEPNI (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização), e já inicia hoje com a distribuição das doses para o município de Boa Vista e os Distritos Leste e Yanomami, amanhã será feita a entrega simultânea para os demais municípios por meio do deslocamento de seis equipes”, complementou. Para a implementação do Plano Estadual a Sesau instituirá o Comitê Técnico Estadual para o Acompanhamento da Vacinação contra a COVID-19.

“O Estado de Roraima seguirá as recomendações do MS, com a vacinação destinada inicialmente aos grupos mais suscetíveis ao Coronavírus. É importante ressaltar que nesse primeiro momento nossa meta é imunizar cerca de 44.000 pessoas e seguir o quanto antes  com o planejamento da segunda etapa”, ressaltou o secretário.

Saiba quem são os primeiros vacinados

A índia Iolanda Pereira da Silva foi a primeira roraimense a ser vacinada contra a COVID-19. “Me sinto muito feliz de estar aqui e ter sido escolhida entre tantos indígenas dos dois distritos de Roraima. Espero que todos os meus parentes tomem a vacina e se protejam contra essa doença”, agradeceu.

A técnica de enfermagem Gilda Aparecida de Oliveira, 54 anos, foi a segunda pessoa vacinada em Roraima. Servidora efetiva, concursada há 16 anos, está há 10 meses na linha de frente do combate ao coronavírus, atuando no Hospital Geral de Roraima.

“Sempre trabalhei na área de infectologia, e nesse momento da pandemia, tenho trabalhado no Bloco de isolamento de pacientes com COVID-19, como técnica de enfermagem. Nestes 10 meses não tive COVID-19, mas tive medo, por isso, espero que todos se vacinem. Essa doença não é brincadeira, eu vi muitas pessoas se tornarem vítimas, pessoas novas, por isso peço que todos se imunizem”, ressalta.

José Ribeiro Pereira da Silva, 82 anos, foi o terceiro a tomar a vacina. Natural do Maranhão, ele veio para Boa Vista quando ainda era jovem, em busca de melhores condições de vida e encontrou em Roraima a acolhida que tanto buscava.

“Me sinto muito feliz de estar aqui hoje. Eu já tive COVID-19, mas graças  Deus não precisei ser internado e quando soube da vacina, fiz questão de ser um dos primeiros a tomar, me sinto mais seguro porque essa prevenção é muito boa”, disse.

Entenda o cronograma de vacinação

Nesse primeiro momento serão vacinadas pessoas com 60 anos institucionalizadas, população indígena e trabalhadores da saúde. A expectativa é concluir até a próxima sexta-feira a vacinação de todos os profissionais de saúde. Nas áreas indígenas a logística seguirá a entrega por via terrestre, aérea e fluvial, de acordo com a necessidade de cada comunidade.

"Para a campanha nacional de vacinação contra a COVID-19, o registro da movimentação das vacinas recebidas e das doses aplicadas deverão ser feitos no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização. O Núcleo Estadual será responsável pela coordenação, recebimento, armazenamento, expedição e distribuição dos insumos”, ressaltou o secretário.

A primeira etapa consiste na aplicação da vacina e após 14 dias poderá ser iniciada a segunda etapa.

"Quero agradecer aqui governador, ao presidente da república, ao ministro Pazuello e ao assessor do Governo Federal Airton Cascavel. Não é fácil o combate dessa doença, temos trabalhado muito, por isso quero agradecer a cada profissional de saúde. Todos os municípios de Roraima receberão as vacinas a partir de hoje”, finalizou o secretário Marcelo Lopes.

 

Publicado em DESTAQUES
Segunda, 18 Janeiro 2021 23:37

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 155.002 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 71.232 foram confirmados, sendo 15.294 por RT-PCR e 55.938 por teste rápido, 83.770 descartados, sendo 17.133 por RT-PCR e 66.637 por teste rápido e 816 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 865 em Alto Alegre, 606 no Amajari, 53.696 casos foram notificados em Boa Vista, 1.344 em Bonfim, 1.448 no Cantá, 1.406 em Caracaraí, 1.253 em Caroebe, 679 em Iracema, 1.546 em Mucajaí, 414  em Normandia, 1.796 em Pacaraima, 2.013 em Rorainópolis, 942 em São João da Baliza, 288 em São Luiz e 1034   em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.198 em Alto Alegre, 816 em Amajari, 64.949 notificações ocorreram em Boa Vista, 2.141 em Bonfim, 964 no Cantá, 1.807 em Caracaraí, 1.399 em Caroebe, 891 em Iracema, 1.948 em Mucajaí, 411 em Normandia, 706 em Pacaraima, 2.822 em Rorainópolis, 1.043 em São João da Baliza, 455 em São Luís e 422 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 816 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 21 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 592 no município de Boa Vista, 15 no Bonfim, 16 no Cantá, 19 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 08 em Iracema, 20 em Mucajaí, 21 em Normandia, 29 em Pacaraima, 30 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 05 São Luiz e 06 em Uiramutã.

Além disso, 68.035 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados. Deste total, 820  em Alto Alegre, 579 em Amajari, 51.139 são de Boa Vista, 1.327 de Bonfim, 1.417 no Cantá, 1.379 em Caracaraí, 1.204 em Caroebe, 656 em Iracema, 1.507 em Mucajaí, 389 em Normandia, 1.753 em Pacaraima, 1.935 em Rorainópolis, 909 em São João da Baliza, 189 de São Luiz e 1023 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

Por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), o Governo de Roraima já está com o Plano Estadual de Imunização contra a COVID-19 pronto para ser executado. Seguindo o planejamento para que a vacinação contra a doença ocorra de acordo com o programado, a Sesau está trabalhando de forma integrada com os municípios.

A parceria inclui a capacitação dos profissionais que atuarão na vacinação contra a COVID-19. O trabalho é executado do Nepni (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização) e segue até a próxima quarta-feira, 20.

"Estamos com toda a equipe da Sesau empenhada para alcançar as mudanças que a saúde precisa. Todos incorporaram a proposta da gestão e estão envolvidos nesse trabalho. Nossa missão é realizar o trabalho da melhor maneira possível, seguindo a recomendação do governador Antonio Denarium”, esclareceu o secretário Marcelo Lopes.

De acordo com a gerente do Nepni, Alice Dantas, o MS (Ministério da Saúde) desenvolveu um módulo específico do Sipni (Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações) para campanha de vacinação contra a COVID-19.

A dinâmica de treinamento inclui todas as orientações sobre registro de vacinados, controle da distribuição de vacinas, monitoramento dos eventos adversos pós-vacinação, painel de visualização de informações para gestores, técnicos e público geral. Por isso, orientar os profissionais de saúde é um ponto estratégico para o sucesso da campanha na capital e no interior.

“Em Roraima, estamos com o trabalho bem avançado. Já estamos finalizando os últimos detalhes de orientações sobre cadastro e registro de vacinação, junto às coordenações municipais”, complementou.

Ainda conforme Alice, as atividades estão sendo voltadas para os profissionais que atuarão na vacinação contra o COVID-19, entre Dsei Leste e Dsei Yanomami, municípios de Boa Vista, Caracaraí, Caroebe, São João da Baliza, São Luiz e Rorainópolís.

“É um trabalho intenso, mas temos nos dedicado ao máximo para concluir todo o treinamento e deixar as coordenações municipais prontas para iniciar a vacinação”, enfatizou.

 

Publicado em DESTAQUES

A Seed (Secretaria de Educação e Desporto) divulga nesta segunda-feira, 18, o Edital N° 003/2021, referente ao processo seletivo simplificado para contratação temporária de 687 professores para a rede estadual de ensino. A contratação temporária busca suprir exclusivamente a demanda imediata de professores de sala de aula decorrente de vacâncias e afastamentos legais de servidores efetivos.

Segundo a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, o processo seletivo é para que a rede estadual possa dar continuidade às atividades letivas no ano de 2021 e, paralelamente, os trâmites para o concurso público também estão em andamento.

“É preciso ficar claro que o processo seletivo atenderá uma demanda mais urgente, pois precisamos de professores para continuar as atividades em 2021. O concurso público é uma outra ação, um compromisso do Governo do Estado e que também vai acontecer. A instituição já foi selecionada, será a IBFC e os trâmites estão em andamento para contratação”, esclareceu a secretária.

Conforme o Edital N° 003/2021, serão contratados agora 437 professores para atuação no interior do Estado e 250 para atender escolas da capital. A seleção será por meio de avaliação de títulos. Os docentes vão atender o Ensino Fundamental Maior (6° ao 9° ano), Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Os salários variam conforme a jornada de trabalho, sendo de R$ 1.483,45 (para jornada de 16 horas), R$ 2.317,90 (para 25 horas) e R$ 3.782,94 (para jornada de trabalho de 30 horas). O contrato de trabalho terá duração de 12 meses, a contar da data de homologação do certame, podendo ser prorrogado por igual período. Do total de vagas existentes por disciplina, 10% serão reservadas às pessoas com deficiência.

Como fazer a inscrição

As inscrições serão realizadas de 26 a 28 de janeiro, das 8h às 17h, nas escolas-polo em cada município, conforme especificado no edital, seguindo rigorosamente as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) para proteção da saúde e para evitar a disseminação da COVID-19.

O edital com especificação das escolas-polo de cada município, documentos necessários, cronograma completo das fases do seletivo, vagas por município, entre outras informações, está disponível no DOE-RR (Diário Oficial do Estado de Roraima) do dia 18 de janeiro, no site www.imprensaoficial.rr.gov.br, e ainda nos murais da Seed e das escolas-polo.

Cada professor só poderá se inscrever em uma disciplina e em um município. A inscrição deverá ser feita no município escolhido. Ou seja, se a vaga pleiteada for em Mucajaí, por exemplo, a inscrição deverá ser feita lá. Futuramente, o candidato, se aprovado, será lotado no município escolhido, não havendo possibilidade de transferência.

Também serão aceitas inscrições por procuração simples (original), desde que apresentada cópia do documento do procurador, limitado a um candidato por procurador. Confira abaixo algumas datas do cronograma do seletivo.

 

Atividade

Data

Divulgação do Edital

18/01/2021

Prazo para Interposição de Recurso (edital)

20 e 21/01/2021

Período de Inscrição

26, 27 e 28/01/2021

Prazo para Interposição de Recurso (inscrição)

04/02/2021

Divulgação Resultado Preliminar

08/02/2021

Divulgação Resultado Final

19/02/2021

Convocação Interior

22,23,24,25 e 26/02/2021

Convocação Capital

01, 02 e 03/03/2021

 

Publicado em DESTAQUES

O Corpo de Bombeiros Militar de Roraima (CBMRR) realizou na manhã desta segunda-feira (18) a formatura de ingresso de 40 bombeiros no Curso de Formação de Sargentos (CFS). Os militares foram aprovados em seletivo interno realizado em parceria com a UERR e depois foram submetidos à Junta de Inspeção de Saúde e um teste de aptidão física.

O CFS tem previsão para durar seis meses em período integral. As instruções serão realizadas no Centro de Ensino e Instrução de Bombeiros (CEIB) em parceria com a Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago (APICS).

Pela primeira vez a Corporação realiza um curso com 40 alunos sargentos. Conforme explicou o diretor de Ensino, Instrução e Pesquisa (Deip), coronel Gewrly Batista, os alunos foram divididos em dois pelotões com 20 bombeiros cada.

“A nossa preocupação é com a qualidade da formação desses profissionais que vamos entregar à sociedade. Por isso nós optamos por dividi-los em dois pelotões e isso demanda mais recursos financeiros, de equipamentos e profissionais qualificados para trabalhar na formação dos novos sargentos”, disse.

Especialistas em operações de combate a incêndio

O curso terá ao todo 1.675 horas/aulas divididas em cinco módulos e um total de 26 disciplinas. Os concludentes do curso sairão especialistas em operações de combate a incêndio.

O comandante geral do CBMRR, coronel Jean Cláudio, ressaltou a importância do CFS para a ascensão funcional dos profissionais bombeiros militares. Ele também destacou a necessidade dos cuidados necessários, em razão do momento atípico vivido pela sociedade, mas destacou que as atividades não podem parar.

“Estamos numa solenidade atípica do que seria por conta da situação que voltamos a vivenciar em nosso estado, porém não podemos parar completamente, e graças ao empenho do deputado federal Jhonatan de Jesus e a sensibilidade do governador Antonio Denarium estamos dando início a mais esse curso”, finalizou.

Após a solenidade de início do CFS, o coronel Gewrly Batista ministrou a aula inaugural abordando a “História do CBMRR”.

 

Publicado em DESTAQUES
Segunda, 18 Janeiro 2021 01:20

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 154.422 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 71.065 foram confirmados, sendo 15.208 por RT-PCR e 55.857 por teste rápido, 83.357 descartados, sendo 16.931 por RT-PCR e 66.426 por teste rápido e 811 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 863 em Alto Alegre, 603 no Amajari, 53.558 casos foram notificados em Boa Vista, 1.344 em Bonfim, 1.446 no Cantá, 1.404 em Caracaraí, 1.249 em Caroebe, 678 em Iracema, 1.545 em Mucajaí, 414  em Normandia, 1.791 em Pacaraima, 2.013 em Rorainópolis, 942 em São João da Baliza, 288 em São Luiz e 1034   em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.198 em Alto Alegre, 816 em Amajari, 64.555 notificações ocorreram em Boa Vista, 2.139 em Bonfim, 960 no Cantá, 1.805 em Caracaraí, 1.399 em Caroebe, 891 em Iracema, 1.948 em Mucajaí, 411 em Normandia, 705 em Pacaraima, 2.821 em Rorainópolis, 1.042 em São João da Baliza, 455 em São Luís e 422 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 811 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 21 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 588 no município de Boa Vista, 15 no Bonfim, 16 no Cantá, 19 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 08 em Iracema, 20 em Mucajaí, 21 em Normandia, 29 em Pacaraima, 30 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 05 São Luiz e 06 em Uiramutã.

Além disso, 67.781 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 820  em Alto Alegre, 579 em Amajari, 50.934 são de Boa Vista, 1.325 de Bonfim, 1.417 no Cantá, 1.376 em Caracaraí, 1.202 em Caroebe, 640 em Iracema, 1.497 em Mucajaí, 389 em Normandia, 1.753 em Pacaraima, 1.935 em Rorainópolis, 905 em São João da Baliza, 189 de São Luiz e 1016 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Publicado em DESTAQUES

Roraima alcança mais uma conquista na consolidação do turismo de base comunitária em terras indígenas. Nesta semana, a comunidade Bananal do Alto São Marcos, situada nas imediações do município de Pacaraima, protocolou o seu plano de visitação turística junto à Funai (Fundação Nacional do Índio), tornando-se a próxima região a ofertar a atividade no Estado.

A iniciativa é fruto de trabalho do Detur (Departamento de Turismo) da Seplan (Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento) e do Sebrae Roraima, por meio do programa Investe Turismo do Governo Federal, além de parceiros.

Com o foco na promoção de ações que visam o desenvolvimento do Turismo, o Governo de Roraima tem implementado diversos projetos, dentre eles, a promoção do etnoturismo. Esta ação iniciou-se em setembro de 2019, quando a comunidade Raposa I, em Normandia, se tornou referência em Roraima e a primeira a abrir portas para turistas, proporcionando aos visitantes contato com recursos naturais antes restritos àquela região, além de atividades e atrativos que retratam a cultura e os costumes indígenas.

Bananal recebeu, durante 2020, uma série de capacitações visando ao fortalecimento do etnoturismo roraimense, com o intuito de oferecer aos interessados toda formação e assistência necessária para operar o turismo de forma sustentável. Conforme o diretor do Departamento de Turismo, Bruno Muniz, o projeto tem repercutido tão positivamente que já está sendo estendido para outras terras indígenas.

“Nova Esperança e Boca da Mata, também da região Alto São Marcos em Pacaraima; Guariba e Mangueira, no Amajari; e os Centros Regionais Flexal e Água Fria, no município de Uiramutã serão as próximas comunidades a serem regulamentadas para ofertar visitação turística. Nós já estamos trabalhando nestes planos”, frisou.

Para o secretário do Planejamento e Desenvolvimento, Diego Prandino, o turismo explorado de forma sustentável em terras indígenas fortalece a autonomia dos povos, valoriza os atrativos ecológicos, além de ser uma alternativa econômica para as comunidades.

"Antigamente a agricultura era a única atividade que movimentava a economia na região, mas hoje a visitação turística passou a ajudar as famílias e a beneficiar toda a comunidade que aposta na iniciativa. Este é o caminho: valorizar e fortalecer a cultura indígena, ao mesmo tempo em que promovemos o turismo do nosso Estado. Essa é uma das bandeiras do governador Antonio Denarium, potencializar os nossos atrativos, pois o turismo é peça importante dentro do Plano de Desenvolvimento para Roraima nos próximos anos”.

Publicado em DESTAQUES

Com o compromisso de reduzir os impactos da pandemia causada pelo Coronavírus (COVID-19) em Roraima, o Governo do Estado, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), vai contratar mais técnicos de enfermagem para fortalecer o trabalho nas Unidades Hospitalares, por meio da 6ª chamada do processo seletivo simplificado para a contratação direta temporária de profissionais de saúde.

A partir dessa segunda-feira, 18, serão convocados 35 técnicos de enfermagem. Os candidatos devem se apresentar na CGTES (Coordenadoria Geral de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde) localizada à Rua Madri, número 180, bairro Aeroporto, no horário das 9h às 17 horas.

“Os profissionais atuarão no combate à pandemia da COVID-19 e esse reforço é fundamental neste momento. Essa nova chamada de técnicos de enfermagem vai garantir o reforço das equipes no HGR (Hospital Geral de Roraima) que passará a atender apenas pacientes com COVID-19. Essa é mais uma das medidas estratégicas adotadas para enfrentar o cenário atual da pandemia”, esclareceu o secretário Marcelo Lopes.

De acordo com a coordenadora da CGTES, Liliana Alves, os candidatos não podem esquecer de estar com a documentação correta.

“Cada candidato deve estar de posse dos documentos necessários para a apresentação. A nossa equipe estará pronta para recebê-los e prestar todos os esclarecimentos necessários, com toda a segurança para evitar qualquer transtorno. Nós estaremos atendendo durante todo o dia para manter o cronograma de atividades", complementou.

"São medidas importantes e urgentes nesse momento, uma vez que é preciso dar atenção redobrada ao enfrentamento da COVID-19 para garantir que vidas sejam salvas e que a população receba um atendimento digno e de qualidade”, ressaltou o secretário Marcelo.

DOCUMENTAÇÃO - Os candidatos devem comparecer munidos dos seguintes documentos:

Carteira de Identidade ou outro documento oficial com foto;

PIS

CPF

Comprovante Bancário da Agência do Banco do Brasil;

Título de Eleitor  

Registro no Conselho de Registro Profissional;

Autodeclaração de aptidão física e de sanidade mental.

Comprovante de residência;

Declaração de não acúmulo de Cargo, em caso de acúmulo legal de cargos, declaração de compatibilidade de horário;

Comprovante de qualificação cadastral do e-Social

Todas as informações referentes à contratação dos profissionais podem ser obtidas através do site www.saude.rr.gov.br.

 

Publicado em DESTAQUES
Sábado, 16 Janeiro 2021 23:07

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 154.136 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 70.948 foram confirmados, sendo 15.091 por RT-PCR e 55.857 por teste rápido, 83.188 descartados, sendo 16.766 por RT-PCR e 66.422 por teste rápido e 811 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 858 em Alto Alegre, 603 no Amajari, 53.492 casos foram notificados em Boa Vista, 1.344 em Bonfim, 1.445 no Cantá, 1.404 em Caracaraí, 1.240 em Caroebe, 678 em Iracema, 1.544 em Mucajaí, 414  em Normandia, 1.790 em Pacaraima, 1.994 em Rorainópolis, 932 em São João da Baliza, 285 em São Luiz e 1034   em Uiramutã.

Já sobre os casos descartados, 1.193 em Alto Alegre, 816 em Amajari, 64.478 notificações ocorreram em Boa Vista, 2.133 em Bonfim, 953 no Cantá, 1.795 em Caracaraí, 1.376 em Caroebe, 891 em Iracema, 1.945 em Mucajaí, 411 em Normandia, 705 em Pacaraima, 2.807 em Rorainópolis, 1.028 em São João da Baliza, 451 em São Luís e 422 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 811 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 21 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 588 no município de Boa Vista, 15 no Bonfim, 16 no Cantá, 19 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 08 em Iracema, 20 em Mucajaí, 21 em Normandia, 29 em Pacaraima, 30 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 05 São Luiz e 06 em Uiramutã.

Além disso, 67.781 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 820  em Alto Alegre, 579 em Amajari, 50.934 são de Boa Vista, 1.325 de Bonfim, 1.417 no Cantá, 1.376 em Caracaraí, 1.202 em Caroebe, 640 em Iracema, 1.497 em Mucajaí, 389 em Normandia, 1.753 em Pacaraima, 1.935 em Rorainópolis, 905 em São João da Baliza, 189 de São Luiz e 1016 em Uiramutã.

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

 

Publicado em DESTAQUES

As inscrições para a 13ª ONHB (Olimpíada Nacional em História do Brasil) já estão abertas e seguem até o dia 23 de abril com uma novidade: as inscrições que forem realizadas até o dia 20 de janeiro terão 50% de desconto no valor da taxa.

Com o desconto, a taxa para as escolas públicas será de R$ 20,00 por equipe e para as escolas particulares, R$ 40,00. A ONHB é realizada pelo Departamento de História da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Podem participar da olimpíada professores e alunos do Ensino Fundamental (8° e 9° ano) e do Ensino Médio. Cada equipe deverá ser composta por um professor e três alunos e as inscrições devem ser realizadas pelo site www.olimpiadadehistoria.com.br.

A ONHB 2021 ocorrerá de forma online, no período de 3 de maio a 12 de junho com questões de múltipla escolha e realização de tarefas. Os estudantes vencedores recebem medalhas de ouro, prata e bronze conforme a classificação e também certificados. Em 2020, a olimpíada teve quase 70 mil inscritos.

Roraima se destacou na ONHB 2020

No ano passado, a equipe CSI-RR, da Escola Estadual Euclides da Cunha, se destacou na olimpíada sendo a única equipe da Região Norte a conquistar medalha na competição. Coordenada pela professora Herika do Valle e formada pelos estudantes Ayla Yamille Tamaia da Rocha, Pedro Manoel Carneiro Timóteo e Hágatha Vitória Fernandes de Oliveira, a equipe conquistou medalha de bronze.

A professora Herika do Valle, que também é embaixadora da ONHB no Estado, convoca todos para participação. “O ano de 2021 mal começou e as inscrições para a ONHB já estão abertas e com preços promocionais. Contamos com a participação de todos, alunos e professores, para tentar garantir mais uma medalha para nosso Estado”, enfatizou.

 

Publicado em DESTAQUES