Quarta, 09 Outubro 2019 22:55

Festa do Peixe reúne seis escolas estaduais na comunidade indígena Vista Nova Destaque

Escrito por MÁGIDA AZULAY KHATAB
Evento fortalece a cultura e as práticas pedagógicas; durante dos festejos, acontecem competições esportivas e apresentações culturais Evento fortalece a cultura e as práticas pedagógicas; durante dos festejos, acontecem competições esportivas e apresentações culturais Ascom/Seed

Começou nesta quarta-feira, 09, a VIII Festa do Peixe, na comunidade indígena Vista Nova, zona rural de Boa Vista, localizada a 22km após a região do  Passarão. A Festa reúne seis escolas estaduais e oito escolas municipais de oito comunidades indígenas. Durante quatro dias, as comunidades se integram para festejar a atividade que sustenta a região: a pesca.                                                                                     

Durante os festejos, acontecem competições esportivas de arco e flecha, cabo de guerra, futebol e corrida com tora, além de apresentações culturais e uma noite de louvor de todas as crenças. As atividades são concentradas na Escola Estadual Indígena Davi de Souza.

A secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, prestigiou a festa na comunidade e disse que o evento é importante para manter a tradição dos povos indígenas.

"Esse festejo também faz parte da formação extracurricular dos alunos. A ação traz um sentimento de preservação e resgate da cultura, o que é importante para que as crianças e jovens mantenham vivas a sua cultura e a identidade do seu povo", destacou a secretária.

A Escola Estadual Indígena David de Souza estava toda decorada com a temática dos peixes. A gestora da unidade de ensino, que atende 90 estudantes do Ensino Fundamental (6° ao 9° ano), Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos), explicou que a festa fortalece a união entre as comunidades e também a prática pedagógica.

"É um intercâmbio entre as escolas que fortalece as comunidades e o ensino da prática de projetos na área das artes e da Educação Física. Uma vez por ano a gente se reúne com as escolas estaduais e municipais para nos conhecermos e para trocar experiências culturais", explicou Janira das Chagas Silva, gestora da Escola David de Souza.

O estudante Reginaldo Santana, 11 anos, da Escola Estadual Indígena Genival Tomé Macuxi, da comunidade Vista Alegre, participou das competições de arco e flecha.

"É a primeira vez que eu participo do arco e flecha. Treinei na minha escola e vim aqui para competir", disse Reginaldo. A Festa do Peixe segue na Comunidade Vista Alegre até o próximo dia 12.