Quinta, 07 Janeiro 2021 00:49

INVESTIMENTO DE R$ 250 MIL | PAA/Roraima é finalizado com entrega de 90 toneladas de alimentos Destaque

Escrito por Cacau Bastos
INVESTIMENTO DE R$ 250 MIL | PAA/Roraima é finalizado com entrega de 90 toneladas de alimentos Ascom/Seapa

O PAA/Roraima (Programa Estadual de Aquisição de Alimentos), na modalidade compra com doação simultânea, foi executado conforme o planejado ao longo de 2020, com investimento de R$ 250.205,80 e entrega de 89.949 quilos de alimentos para as entidades que ajudam famílias em vulnerabilidade e insegurança alimentar.

Executado pelo Governo de Roraima, por meio da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), o PAA/Roraima foi lançado em 2020 pela primeira vez no Estado com a previsão de investimento na ordem de R$ 300 mil até o final do ano.

Conforme a coordenadora do PAA/Roraima, Yoná Sampaio, o programa alcançou seu objetivo com sucesso. “Demos início ao PAA/Roraima em 2020 com recursos do Estado, inicialmente com valor previsto de R$ 300 mil. Foram contempladas duas associações e duas cooperativas, por meio de chamada pública. As entregas foram realizadas no município de Boa Vista”, explicou.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Emerson Baú, também comemorou o sucesso do PAA/Roraima. “Em um curto período, conseguimos realizar 100 entregas e quase 90 toneladas de alimentos. Ao mesmo tempo que fortalecemos a agricultura familiar, o PAA/Roraima realizou a doação destes alimentos, atendendo às famílias com vulnerabilidade alimentar no Estado”, afirmou.

Programa fortalece agricultura familiar e beneficia entidades filantrópicas

O governador Antonio Denarium enfatizou o cuidado em sua gestão aos agricultores familiares. “Em minha gestão, o Governo operacionalizou pela primeira vez o PAA/Roraima e, com isso, investimos mais de R$ 250 mil. O PAA foi executado com êxito pela Seapa e todo o Estado tem a ganhar com o fortalecimento da nossa agricultura”, frisou.

Segundo o presidente da CoopeHorta Roraima, Odacir Henz, 39 produtores foram beneficiados com a participação da cooperativa no PAA/Roraima. “É sempre bom participar e auxiliar os produtores da cooperativa. É uma forma de fazer o aproveitamento do produto por cota do excesso de produção, que acabava se perdendo. A experiência foi boa”, disse.

Maria da Dores, presidente da Associação Anjos de Luz (outra entidade beneficiada), disse que os alimentos recebidos ajudaram muito as pessoas atendidas pela entidade, principalmente quanto à questão da desnutrição. “Aqui no Anjos de Luz a gente acompanha, só em Boa Vista, cerca de 5 mil famílias. Esta pandemia gerou uma condição financeira bem precária e, com os alimentos, vamos atender com verdura e melhor qualidade da alimentação dessas pessoas, pois muitos dos filhos apresentam desnutrição”, informou.

A presidente da Associação Anjos de Luz agradeceu a parceria com o Governo do Estado e aproveitou para afirmar que a entidade continua aberta às doações da sociedade. “Esta parceria é maravilhosa e veio atender às nossas pessoas com deficiência. Quem quiser fazer doação aqui no Anjos de Luz, a gente sempre convida para que venham, conheçam nosso trabalho. Estamos na Avenida Soldado PM João Alves Brasil, 115, no Caranã”, contou Maria das Dores.

Outra cooperativa que participou do PAA/Roraima foi a Coopercinco (Cooperativa Agropecuária dos Cinco Polos). Conforme o diretor financeiro da instituição, Joenilton de Souza, o programa foi uma conquista. “Em nosso quadro de sócios, temos mais de 600 cooperados no Estado de Roraima. Uma das últimas conquistas foi acessar o PAA/Roraima, trazendo a oportunidade de comercialização para os nossos cooperados com preços mais justos”, observou.

Luiza Santos de Azevedo, da Associação Hortifrutigranjeiro de Bonfim, também comemorou a participação no programa. “A gente viu no edital que estava aberta a inscrição do PAA do Estado, fizemos a proposta e graças a Deus a gente ganhou e corremos para entregar. Foram beneficiados cinco produtores e a gente conseguiu fazer a entrega. Estamos felizes com o resultado”, disse.

O PAA/Roraima

O PAA/Roraima é diferente do PAA do Governo Federal, embora com a mesma finalidade. O PAA/Roraima foi realizado com recursos próprios do Estado e contemplou, mediante chamada pública, a contratação de duas cooperativas e duas associações de produtores rurais da agricultura familiar para a aquisição de gêneros alimentícios, na modalidade compra com doação simultânea, respeitando o limite financeiro disponível, com execução do valor de R$ 250.205,80.

De acordo com a coordenadora do PAA/Roraima, Yoná Sampaio, mesmo com o curto período para executar o programa, a sua realização foi significativa. “Estamos satisfeitos com o retorno que tivemos, tanto com as entidades contempladas, como com as entidades que receberam as doações dos nossos produtos, que ficaram bastante felizes com a ajuda às famílias em estado de insegurança alimentar”, complementou.